Diferenças entre edições de "Dialética"

1 byte removido ,  10h55min de 18 de março de 2019
m
Foram revertidas as edições de 170.247.112.102 para a última revisão de 189.123.125.119, de 02h15min de 29 de janeiro de 2019 (UTC)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 170.247.112.102 para a última revisão de 189.123.125.119, de 02h15min de 29 de janeiro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
"Aos poucos, passou a ser a arte de, no diálogo, demonstrar uma [[tese]] por meio de uma [[argumentação]] capaz de definir e distinguir claramente os conceitos envolvidos na discussão." Também conhecida como a arte da palavra.
 
"[[Aristóteles]] considerava [[Zenão de Eleia]] (aprox. 490-430 a.C.) o fundador da dialética. Outros consideraram [[Sócrates]]" (469-399 [[Antes de Cristo|a.C]])".<ref group="nota">{{harvnb|Konder|1987|pp=}}</ref>
 
No [[idade média|período medieval]], o estudo da dialética (ou [[lógica]]) era obrigatório e, parte integrante do ''[[Trívio|Trivium]]'' que, junto com o ''[[Quadrivium]]'', compunha a [[metodologia de ensino]] das sete [[Artes liberais]].<ref>Janotti, Aldo. ''Origens da universidade: a singularidade do caso português.'' {{pt}} EdUSP, 1992, página 199. ISBN 9788531400858 (04/02/2016).</ref>