Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
[[Imagem:Turbocharger Animation by Tyroola.gif|thumb|400px|direita|<center>{{Big|Ciclo de funcionamento de um turbocompressor.}}</center>]]
O '''Turbocompressor''', também conhecido como '''turbo''' ou '''turbocharger''', é um equipamento adicionado aos [[Motor de combustão interna|motores de combustão interna]] que aproveita os gases de escape para injetar ar nos [[Cilindro (motor)|cilindros]] (câmara de combustão). Um turbocompressor inclui um par de rotores radiais, ligados num só eixo, que giram de um lado como turbina e do outro como compressor.
 
O turbocompressor fica ligado ao [[Coletor (motor)|coletor de escape]] de um [[Motor de combustão interna]], e aproveita a [[energia]] dos gases de escape, gerados no motor, para girar uma turbina conectada por meio de um [[eixo (rotação)|eixo comum]] a um [[rotor]] o qual tem a função de [[bomba|bombear]] ar para os cilindros. Esse rotor é um [[compressor|compressor centrífugo]], responsável por capturar o ar atmosférico e comprimi-lo na entrada da admissão ou do coletor de admissão do motor através de mangueiras ou tubulações de alta pressão.
Podem ser aplicados em motores de ciclo 4 tempos, pelo processo tradicional largamente divulgado e também existem motores de 2 tempos com Turbo, mas que requer um processo complexo desde o projeto e construção do turbo, porque os motores 2 tempos a entrada de ar nos cilindros ocorre através das janelas laterais das camisas que ocasiona baixa capacidade de aspirarão do ar, pois o curso do pistão apos abrir as janelas e muito pequeno, o que obriga que o Turbo tenha um sistema de acionamento mecânico para fornecer ar desde o primeiro instante da partida do motor, Motores 2 tempos a gasolina não tem válvulas, apenas as janelas, Motores 2 tempos a Diesel, tem apenas as válvulas de escape, o sistema de acionamento mecânico desses turbos e feito através de conjunto de engrenagens acionadas pelo motor formando um multiplicador em alguns casos de 20 vezes o RPM do motor, um sistema de embreagem especial dentro do Turbo, desacopla o acionamento quando os gases de escapamento atingem maior temperatura, que ocorre com potencia de 60% a 70% do motor, passando o Turbo a ser acionado somente pelos gases de escapamento. Em caso de turbos adaptados, o ganho excessivo de potência (acima de 50%) pode acarretar em diminuição da vida útil do motor. O exagero no aumento da força pode exigir alterações estruturais em outras partes do motor e até no chassis no veículo, que pode vir a sofrer [[torção]].
 
O uso do turbo compressorturbocompressor está erroneamente associado a um maior consumo de combustível erroneamente, pois o sistema apresenta uma correta optimização da alimentação do motor,; por muitas vezes a forma desportiva inconsequente de condução do veículo é de fato a verdadeira causa do maior gasto. Num futuro próximo é possível que todos os veículos com motores à explosão tenham o sistema já instalado de fábrica por razões econômicas, tecnológicas e ecológicas.
 
A divulgação principal de uso no dia a dia, se concentra no Turbo para automóvel, mas no segmento de motores Diesel o Turbo equipa 100% dos motores projetados e fabricados no mundo, tornando-se tão indispensável que em alguns projetos o Motor Diesel não funciona sem o Turbo.