Diferenças entre edições de "400 metros rasos"

94 bytes removidos ,  06h30min de 23 de março de 2019
muito vandalismo depois dessa edição
(30s)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Possível resumo indevido
(muito vandalismo depois dessa edição)
<br />{{Info/Desporto olímpico misto
'''HISTORIA DOS 400m RASOS'''
 
<br />{{Info/Desporto olímpico misto
|modalidade = 400 metros rasos
|imagem = Mens 400m - 2012 Summer Olympics 2.jpg
'''400 metros rasos''' é uma modalidade olímpica de [[atletismo]] onde os atletas correm uma volta inteira em volta da pista circular padrão do estádio. É a mais longa das provas de velocidade pura.
 
Os corredores partem de blocos colocados no chão da pista, em uma linha de partida escalonada, de dentro para fora da pista, que compensa o efeito que a curva provoca e garante a mesma distância para todos. Um tempo de reação ao sinal de largada de menos de 30s0.1s é considerado como largada falsa e o corredor é desclassificado,um competidor também pode ser desclassificado caso pise fora de sua raia. A chegada é feita na meta oficial de acordo com as medições do atletismo.<ref name="iaaf400">{{citar web|url=http://www.iaaf.org/disciplines/sprints/400-metres|título=400 metres|publicado=IAAF|acessodata=5 de setembro de 2015}}</ref>
 
é considerado como largada falsa e o corredor é desclassificado,um competidor também pode ser desclassificado caso pise fora de sua raia. A chegada é feita na meta oficial de acordo com as medições do atletismo.<ref name="iaaf400">{{citar web|url=http://www.iaaf.org/disciplines/sprints/400-metres|título=400 metres|publicado=IAAF|acessodata=5 de setembro de 2015}}</ref>
 
A prova descende de um dos eventos originais dos Jogos da [[Grécia Antiga]] chamado ''diaulos'', uma corrida realizada entre duas marcas num percurso com uma distância de aproximadamente 400 m entre elas.<ref name="iaaf400"/> Os 400 metros rasos estiveram presentes em todas as edições dos [[Jogos Olímpicos]] da [[Era Moderna]]. O primeiro campeão olímpico foi o norte-americano [[Tom Burke]], que também ganhou a primeira medalha de ouro nos [[100 metros rasos]].<ref>{{citar web|url=http://library.la84.org/6oic/OfficialReports/1896/1896.pdf|título=OfficialReport|publicado=library.la84.org|acessodata=5 de setembro de 2015}}</ref> O episódio mais controverso da história da modalidade ocorreu em [[Londres 1908]], na final olímpica da prova, que contou com três norte-americanos e um britânico, o que demonstrava à época a intensa rivalidade entre os dois países no atletismo olímpico. A polêmica surgiu quando um concorrente dos [[Estados Unidos]] foi desqualificado por bloquear a passagem do britânico [[Wyndham Halswelle]], numa manobra permitida pelas regras dos EUA, mas ilegal segundo o regulamento britânico. Após diversos protestos, a corrida foi anulada e os três restantes concorrentes foram chamados a correr nova final. Os dois norte-americanos que restavam recusaram-se a colaborar e boicotaram a final. Halswelle correu sozinho e recebeu a medalha de ouro num pódio vazio.<ref name="oxford">{{citar web|url=http://www.oxforddnb.com/view/article/65158|título=Halswelle, Wyndham (1882–1915)|publicado=Oxford Dictionary of National Biography|acessodata=5 de setembro de 2015}}</ref>
! style="width: 10em"|Local
|-
|- bgcolor="#efefef"
| 1 || 43.303 ||[[Wayde van Niekerk]]||{{RSAb}}||14 agosto 2016||[[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]]
|- bgcolor="#efefef"
| 2 || 43.18 ||[[Michael Johnson]]||{{USAb}}||26 agosto 1999||[[Sevilha]]
|- bgcolor="#efefef"
| 3|| 43.29||[[Butch Reynolds]] ||{{USAb}}|| 17 agosto 1988||[[Zurique]]
|- bgcolor="#efefef"
|4|| 43.39||[[Michael Johnson]]||{{USAb}}|| 8 agosto 1995||[[Gotemburgo]]
|- bgcolor="#efefef"
| 5||43.44|| [[Michael Johnson]]||{{USAb}}||19 junho 1996||[[Atlanta]]
|- bgcolor="#efefef"
|6 ||43.45||[[Jeremy Wariner]]||{{USAb}}||31 agosto 2007 ||[[Osaka]]
|- bgcolor="#efefef"
| 7||43.48||[[Wayde van Niekerk]]||{{RSAb}}||26 agosto 2015||[[Pequim]]
|- bgcolor="#efefef"
| 8||43.49||[[Michael Johnson]]||{{USAb}}||29 julho 1996 ||[[Atlanta]]
|- bgcolor="#efefef"
| 9||43.50||[[Quincy Watts]]||{{USAb}}||5 agosto 1992||[[Barcelona]]
|- bgcolor="#efefef"
|10||43.50||[[Jeremy Wariner]]||{{USAb}}||7 agosto 2007||[[Estocolmo]]
|- bgcolor="#efefef"
|}
 
! style="width: 10em"|Data
! style="width: 10em"|Local
|- bgcolor="#efefef"
| 1 || 47.60|| [[Marita Koch]]||{{GDRb}}||6 outubro 1985||[[Camberra]]
|- bgcolor="#efefef"
| 2|| 47.99||[[Jarmila Kratochvilova]] ||{{TCHb}}|| 10 agosto 1983||[[Helsinque]]
|- bgcolor="#efefef"
|rowspan="2" |3|| 48.16|| [[Marita Koch]]||{{GDRb}}|| 8 setembro 1982||[[Atenas]]
|- bgcolor="#efefef"
| 48.16|| [[Marita Koch]]||{{GDRb}}||16 agosto 1984||[[Praga]]
|- bgcolor="#efefef"
| 5||48.22|| [[Marita Koch]]||{{GDRb}}||28 agosto 1986||[[Stuttgart]]
|- bgcolor="#efefef"
| 6||48.25||[[Marie-José Pérec]] ||{{FRAb}}||29 julho 1996||[[Atlanta]]
|- bgcolor="#efefef"
| 7||48.26||[[Marita Koch]]||{{GDRb}}||27 julho 1984||[[Dresden]]
|- bgcolor="#efefef"
|8||48.27|| [[Olga Bryzgina]]||{{URSb}}||6 outubro 1985||[[Camberra]]
|- bgcolor="#efefef"
| 9||48.45||[[Jarmila Kratochvilova]] ||{{TCHb}}||23 julho 1983||[[Praga]]
|- bgcolor="#efefef"
|10||48.59||Tatana Kocembova||{{TCHb}}||10 agosto 1983||[[Helsinque]]
|- bgcolor="#efefef"
|}
 
! style="width: 8em"|Medalha
! style="width: 12em"|Local
|- bgcolor="#efefef"
| 1 ||43.03||[[Wayde van Niekerk]]||{{RSAb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro||[[Rio 2016]]
|- bgcolor="#efefef"
| 2 ||43.49||[[Michael Johnson]]||{{USAb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro||[[Atlanta 1996]]
|- bgcolor="#efefef"
| 3||43.50||[[Quincy Watts]]||{{USAb}}|| bgcolor="#F0DC82" style="color:black" bgcolor="#f0dc82" | ouro||[[Barcelona 1992]]
|- bgcolor="#efefef"
|4||43.71||[[Quincy Watts]]||{{USAb}}||||[[Barcelona 1992]]
|- bgcolor="#efefef"
| 5||43.75||[[LaShawn Merritt]]||{{USAb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro||[[Pequim 2008]]
|- bgcolor="#efefef"
| 6||43.76||[[Kirani James]]||{{GRNb}}|| bgcolor="#D3D3D3" style="color:black" bgcolor="#d3d3d3" |prata||[[Rio 2016]]
|- bgcolor="#efefef"
| 7||43.84||[[Michael Johnson]]||{{USAb}}|| bgcolor="#F0DC82" style="color:black" bgcolor="#f0dc82" | ouro||[[Sydney 2000]]
|- bgcolor="#efefef"
| 8||43.85||[[LaShawn Merritt]]||{{USAb}}|| style="color:black" bgcolor="#e9967aE9967A" style="color:black"| bronze||[[Rio 2016]]
|- bgcolor="#efefef"
| 9||43.86||[[Lee Evans]] ||{{USAb}}|| bgcolor="#F0DC82" style="color:black" bgcolor="#f0dc82" | ouro||[[Cidade do México 1968]]
|- bgcolor="#efefef"
| 10||43.87||[[Steve Lewis]]||{{USAb}}|| bgcolor="#F0DC82" style="color:black" bgcolor="#f0dc82" | ouro||[[Seul 1988]]
|- bgcolor="#efefef"
|}
<small>* A marca de 43.71 de [[Quincy Watts]] foi conseguida na semifinal 2 de [[Barcelona 1992]].</small>
! style="width: 8em"|Medalha
! style="width: 12em"|Local
|- bgcolor="#efefef"
| 1 ||48.25||[[Marie-José Pérec]] ||{{FRAb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro||[[Atlanta 1996]]
|- bgcolor="#efefef"
| 2|| 48.63||[[Cathy Freeman]]||{{AUSb}}|| style="color:black" bgcolor="#d3d3d3D3D3D3" style="color:black"|prata ||[[Atlanta 1996]]
|- bgcolor="#efefef"
|3||48.65|| [[Olga Bryzgina]]||{{URSb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro||[[Seul 1988]]
|- bgcolor="#efefef"
|rowspan="2" |4||48.83||[[Valerie Brisco-Hooks]]||{{USAb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro ||[[Los Angeles 1984]]
|- bgcolor="#efefef"
|48.83||[[Marie-José Pérec]] ||{{FRAb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro ||[[Barcelona 1992]]
|- bgcolor="#efefef"
|rowspan="2" |6||49.05||[[Chandra Cheeseborough]]||{{USAb}}|| bgcolor="#D3D3D3" style="color:black" bgcolor="#d3d3d3" |prata ||[[Los Angeles 1984]]
|- bgcolor="#efefef"
| 49.05|| [[Olga Bryzgina]]||{{EUNb}}|| style="color:black" bgcolor="#d3d3d3D3D3D3" style="color:black"|prata ||[[Barcelona 1992]]
|- bgcolor="#efefef"
| | 8||49.10||Falitat Ogunkoya||{{NGRb}}|| bgcolor="#E9967A" style="color:black" bgcolor="#e9967a" | bronze||[[Atlanta 1996]]
|- bgcolor="#efefef"
|rowspan="2"| 9||49.11||[[Olga Nazarova]]||{{URSb}}|| ||[[Seul 1988]]
|- bgcolor="#efefef"
| 49.11||[[Cathy Freeman]]||{{AUSb}}|| style="color:black" bgcolor="#f0dc82F0DC82" style="color:black"| ouro||[[Sydney 2000]]
|- bgcolor="#efefef"
|}
<small>* A ucraniana [[Olga Bryzgina]] competiu em [[Seul 1988]] pela [[União Soviética]] e em [[Barcelona 1992]] pela [[Equipe Unificada]] da [[Comunidade dos Estados Independentes]] (CEI). A marca de [[Olga Nazarova]] (49.11) foi conseguida na semifinal 1 de [[Seul 1988]]. </small>
|width="40" colspan="1"| '''Ano'''
|width="140" colspan="1"| '''Local'''
| width="50" colspan="1" |
|- valign="top"EUA
|-