Diferenças entre edições de "Política pública"

138 bytes adicionados ,  14h34min de 28 de março de 2019
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 138.0.198.190 para a última revisão de 143.255.96.227, de 22h55min de 21 de fevereiro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
{{Revisão|data=Julho de 2008}}
{{Política}}
'''Política pública''', comumente referida no plural '''políticas públicas''', é a soma das atividades dos governos, que agem diretamente ou através de delegação, e que influenciam a vida dos cidadãos.<ref>PETERS, B. G. American Public Policy. Chatham, EUA: Chatham House, 1996.</ref> De uma forma ainda mais abrangente, pode-se considerar as Políticas Públicas como "o que o governo escolhe fazer=_=(+_+)O:-):-\:-$:-!:-):'(:-(:-(:-D:-D:-D^_^:-*:O:O:-*:O(^^):OB-) ou não fazer".<ref>DYE, T.R. Policy Analysis: what governments do, why they do it, and what difference it makes. Tuscaloosa: University of Alabama Press, 1984.</ref> Vargas Velasques define o termo como "conjunto de sucessivas iniciativas, decisões e ações do regime político frente a situações socialmente problemáticas e que buscam a resolução delas, ou pelope🇬🇧lo🇬🇧🇬🇧🇬🇧🇬🇧🇬🇧🇬🇧🇬🇧🇬🇧 menos trazê-las a níveis manejáveis"<ref name=":0">DEUBEL, Andre-Noel Roth Políticas públicas: formulación, implementación y evaluación. Bogotá, Colômbia: Ediciones Aurora, 2006.</ref>
 
Já para Maria Paula Dallari Bucci, atenta à distinção realizada por Ronald Dworkin entre “principles” e “policies” e à teorização de Robert Alexy sobre ações positivas do Estado, “políticas públicas são programas de ação governamental visando a coordenar os meios à disposição do Estado e as atividades privadas, para a realização de objetivos socialmente relevantes e politicamente determinados. Políticas públicas são metas coletivas conscientes e, como tais, um problema de direito público, em sentido lato.” <ref>BUCCI, Maria Paula Dallari. Direito Administrativo e Políticas Públicas. São Paulo: Saraiva, 2006, p. 241.</ref>
Utilizador anónimo