Diferenças entre edições de "Funcionalismo (ciências sociais)"

32 bytes adicionados ,  15h24min de 31 de março de 2019
sem resumo de edição
(Foram revertidas as edições de 2804:7F7:D384:AF16:D482:F8B5:D13:F16B (usando Huggle) (3.3.3))
{{Fusão|Teoria funcionalista}}
{{Sociologia}}
O '''funcionalismo''' (do [[Latim]] ''fungere'', 'desempenhar') é um ramo da [[antropologia]] e das [[ciências sociais]] que procura explicar aspectos da [[sociedade]] em termos de funções. Para ele, cada instituição exerce uma função específica na sociedade e o seu mau funcionamento significa um desregramento da própria sociedade. A sua interpretação de sociedade está diretamente relacionada com o estudo do [[fato social]], que, segundo [[Émile Durkheim]], apresenta características específicas: ''exterioridade'' e a ''coercitividade''. O fato social é exterior, na medida em que existe antes do próprio indivíduo, e coercivo, na medida em que a sociedade se impõe, sem o consentimento prévio do indivíduo.
260

edições