Diferenças entre edições de "Conan"

5 112 bytes adicionados ,  01h50min de 1 de abril de 2019
sem resumo de edição
 
 
Tendo digerido essas influências anteriores depois que ele retornou de sua viagem, Howard reescreveu uma história rejeitada: "By This Axe I Rule!" (maio de 1929), substituindo seu atual personagem [[Kull|Kull da Atlântida]] por seu novo herói, e renomeando-o como "[[The Phoenix on the Sword]]".<ref name="caminho">[https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/baixa-fantasia-como-conan-o-barbaro-abriu-caminho-para-game-of-thrones.phtml Baixa fantasia: Como Conan, o Bárbaro abriu caminho para Game of Thrones.]</ref> Howard também escreveu "The Frost-Giant's Daughter", inspirado no mito grego de [[Dafne]], e enviou ambas as histórias para a revista Weird Tales. Embora "The Frost-Giant's Daughter" tenha sido rejeitada, a revista aceitou The Phoenix on the Sword depois de receber o polimento solicitado.<ref name="Hyborian Genesis"/>
 
 
* '''Conan, o Bárbaro''', 1 volume, Generale, 2012. Traz o "A Hora do Dragão" e os contos “Além do Rio Negro”, “As Negras Noites de Zamboula” e “Os Profetas do Círculo Negro”.<ref>{{citar web|url=http://hqmaniacs.uol.com.br/Conan_o_Barbaro_em_livro_com_contos_ineditos_31612.html|título=Conan, o Bárbaro em livro com contos inéditos|autor=Carlos Costa sobre release|data=16/08/2011|publicado=[[HQManiacs]]|acessodata=}}</ref>
* '''Conan, o Bárbaro''', [[Pipoca & Nanquim|Editora Pipoca & Nanquim]], 2017. Traz os contos na ordem original de publicação, com ilustrações de artistas como [[Mark Schultz (ilustrador)|Mark Schultz]], Gary Gianni e capas de [[Frank Frazetta]].<ref>{{citar web|url=http://www.universohq.com/noticias/pipoca-nanquim-lanca-livro-de-luxo-com-saga-original-de-conan/|publicado=[[Universo HQ]]|título=Pipoca & Nanquim lança livro de luxo com saga original de Conan|data=25/10/2017|acessodata=6/02/2018|autor=Marcelo Naranjo}}</ref>
 
 
 
 
== Direitos autorais ==
O nome de Conan e outros protagonistas das obras de Robert E. Howard foram reivindicados pela [[Paradox Interactive|Paradox Entertainment]] de [[Estocolmo]], na [[Suécia]], através de sua subsidiária nos Estados Unidos. No entanto, ninguém renovou os direitos do autor e atualmente o status de todas as suas obras é desconhecido.<ref>{{Citar web |url=http://www.robert-e-howard.org/AnotherThought4rerevised.html |título=Paul Herman's research on the copyright status of Robert Howard's works |publicado=robert-e-howard.org }}</ref><ref>{{Citar web |url=http://www.copyright.cornell.edu/training/Hirtle_Public_Domain.htm |título=Copyright Term and the Public Domain in the United States at Cornell University |publicado=Copyright |arquivourl=https://web.archive.org/web/20090609093608/http://www.copyright.cornell.edu/training/Hirtle_Public_Domain.htm |arquivodata=9 de junho de 2009 }}</ref>
 
 
 
O site do [[Projeto Gutenberg]] australiano, que tem uma biblioteca de livros eletrônicos gratuitos de livros que já existem fisicamente, tem muitas histórias de autores, incluindo alguns de Conan.<ref>{{Citar web |url=http://gutenberg.net.au/plusfifty-a-m.html#letterH |título=Robert E. Howard's stories on Project Gutenberg |editorial=[[Projeto Gutenberg]] }}</ref> O site alega que, as histórias em [[domínio público]] e pode ser usado por qualquer pessoa, pelo menos sob a lei da Austrália que permite que, após 50 anos da morte do autor.
 
 
 
Em 2018, a editora francesa [[Glénat]] iniciou a publicação de ''[[Graphic novel|graphic novels]]'' baseadas em histórias originais de Howard que estão em domínio público,<ref>[https://www.bleedingcool.com/2018/01/17/glenat-conan-comics-public-domain-europe/ Now Glénat to Publish Conan Comics, as It’s All Public Domain in Europe]</ref> o mesmo é feito pela editora italiana Weird Book.<ref>[https://www.mangaforever.net/513962/conan-il-barbaro-leviathan-labs-annuncia-un-fumetto-tutto-italiano Conan il Barbaro: Leviathan Labs annuncia un fumetto tutto italiano]</ref><ref>[https://www.bleedingcool.com/2018/05/08/leviathan-labs-conan-comics/ Now Leviathan Labs to Adapt Conan Into Comics Too]</ref>
 
 
== Conan adaptado para outros formatos ==
Atualmente está em andamento a pré-produção do filme intitulado ''The Legend of Conan'', com Arnold Schwarzenegger
retornando ao papel do cimério em um período após ter se tornado rei da Aquilônia. Existem especulações sobre se John Milius estaria envolvido no projeto, bem como Francis Ford Coppola. Recentemente o astro austríaco esteve em [[Almeria]], na [[Espanha]], e aproveitou para estudar algumas possíveis locações para a película.
 
===Role-playing games ===
{{AP|Conan (RPG)}}
 
A primeira licença de Conan para [[role-playing game]] foi para a editora norte-americana [[TSR, Inc]]. em 1984.<ref>[http://www.wizards.com/dnd/DnDArchives_History.asp The History of TSR]</ref> Como o jogo foi publicado em 1984, apareceu dois suplementos [[Dungeons & Dragons]] para ser jogado com o sistema de jogo edição intitulada ''Advanced Dungeons & Dragons: Conan Unchained!'' e ''Conan Against Darkness!'' No ano seguinte, o Conan Role-Playing Game da TSR, Inc. apareceu, com um sistema de jogo concebido por Jeff Grubb e adaptado para a ocasião por David "Zeb" Cook. Para este jogo foram publicados três suplementos: Conan the Buccaneer, Conan the Mercenary e Conan Triumphant.. Anos mais tarde, em 2007, Mark Krawec, um membro da RPGnet RPG, removeu todo o material relacionado à propriedade intelectual de Conan e seu Hypo Age e publicou as regras do Conan Role-Playing Game em um [[retroclone]] gratuito sob o título de ZeFRS ("Zeb system for fantasy RPGs", literalmente: Sistema Zeb para RPGs de fantasia).
 
 
Em 1988, [[Steve Jackson Games]], também obteve a licença para o sistema [[GURPS]], com o qual lançou no mesmo ano uma [[aventura solo]] intitulada ''GURPS Conan: Beyond Thunder River''.<ref>[http://www.rpggeek.com/rpgitem/45607/gurps-conan-beyond-thunder-river Conan: Beyond Thunder River]</ref> não foi até o ano seguinte, em 1989, quando o editor publicou seu suplemento GURPS Conan.<ref>[http://www.rpggeek.com/rpgitem/45496/gurps-conan GURPS Conan]</ref> A editora britânica Mongoose Publishing também publicou o seu próprio RPG sob duas licenças, a [[Open Game License]] (para o sistema de jogo) e licença da Conan Properties International (para mídias de Conan e as obras de Howard). Esta é Conan: The Game Roleplaying, publicado pela Mongoose pela primeira vez em janeiro de 2004. Publicado no mesmo ano uma reedição intitulado o Atlante Edition)<ref>STURROCK Ian, TUCKER Paul, BARKER Harvey y DARLAGE Vincent, Conan, el juego de rol (edición atlántea), Edge Entertainment, Sevilla, fevereiro de 2005, tradução do inglês pro castelhano por Antonio Rico, 352 p. il. col. 27x21 cm, cart., ISBN 84-95830-47-7</ref> e 2007 publicou uma segunda edição.
 
 
Em 2010, depois de ter publicado numerosos suplementos para ambas as edições de Conan: The Roleplaying Game, a Mongoose Publishing abandonou a licençao. Isso foi retomado cinco anos depois, em 2015, por outra empresa britânica: a Modiphius Entertainment. No ano seguinte, depois de um [[financiamento coletivo]] através do site [[Kickstarter]] realizada com sucesso entre os meses de fevereiro e março de 2016.
 
 
{{referências}}
112 660

edições