Diferenças entre edições de "Giovanni Arrighi"

2 bytes adicionados ,  03h14min de 1 de abril de 2019
m
(→‎Trabalhos recentes: ajustes gramaticais e de forma)
Pelo livro [[O longo século XX]], recebeu o prêmio “Distinguished Scholarship” da [[Associação americana de sociologia|American Sociological Association]] em [[1995]]. Para Arrighi, a concepção de prazo em relação à análise histórica realizada a partir do início do século XX –  está próxima à ideia de duração. Nela, as linhas básicas da escola historiográfica dos  Annales, sobretudo nas contribuições de Fernand Braudel, onde os movimentos identificados e suscetíveis ao entendimento do historiador apareceriam em diferentes tempos, de cuja inter-relação se faria a análise histórica em si. A identificação de “diferentes tempos” –  social, econômico, político, cultural – determinaria a precisão da análise, dada sua abrangência<ref>{{citar periódico|ultimo=NICOLETTE|primeiro=Carlos Eduardo|data=2016|titulo=Arrighi e Hobsbawm: o século XX sob análise|jornal=AcademiaEdu|doi=|url=https://www.academia.edu/30818773/Arrighi_e_Hobsbawm_o_século_XX_sob_análise|acessadoem=18/10/2017}}</ref>. 
 
Seus últimos cursos foram: "Teoria social - Interação Socialsocial", "Sociologia econômica: seminário sobre o desenvolvimento", "Seminário sobre o desenvolvimento nacional", "Sociologia histórica do [[leste asiático]]", "Teorias do desenvolvimento internacional", "Seminário geral do instituto para estudos globais na cultura", "No poder e na história". Atuou em obras recentes como: "Globalization and historic macrosociology", publicado por [[Janet Abu-Lughod]].
 
{{Referências}}