Abrir menu principal

Alterações

Desfeita a edição 54804310 de 191.177.123.254 Solicito que o IP abra, então, uma discussão no artigo. Acho absurdo o argumento que remete às origens da palavra "personagem". A palavra admite flexão de gênero e este deve ser usado.
}}
 
'''Pateta''' (do original '''''Dippy Dawg''''' e em inglês de '''''Goofy Goof''''') é umaum [[personagem]] de animação dos [[Estúdios Walt Disney]] criadacriado em 1932. Ele é um cão [[Antropomorfismo|antropomórfico]] de físicoaparência magromagra, esguioesguia, altoalta, e desengonçado,desengonçada. É conhecido pelo público por seu jeito atrapalhado, engraçado, e bondoso e por seu chapéu singular. Seu nome seria um [[apelido]], pois nos curtas dos anos 50 e 60, era chamado "George Geef" ou "G.G Geef". Fontes atuais como o desenho ''[[A Turma do Pateta]]'' dão seu nome como '''Goofy Goof'''.
 
Pateta possui um filho, [[Max (Disney)|Max]], e o alter-egos [[super-herói]]cos [[Superpateta]] (paródia do [[Superman]]) e Jaime Scond (paródia de [[James Bond]]).
Enquanto ''Dippy Dawg'', a personagem actuou sempre como correpresentante. Em 1934, porém, ao aparecer em "''The Orphan´s Benefit''", fixa sua imagem como personagem oficial do primeiro escalão da Turma do Mickey e muda seu nome para ''Goofy''. Contudo, foi apenas no dia 17 de março de 1939 que Pateta conseguiu seu primeiro trabalho solo. É a animação "Goofy and Wilbur", dirigida por Dick Huemer. A história girava em torno de Pateta e seu animal de estimação Wilbur, um gafanhoto, em um dia de pescaria.
 
Já na década de 40, Pateta inicia seus trabalhos no estilo "Como fazer....", ensinando desde "Como Dormir" até "Como Esquiar", nesses trabalhos Pateta atrapalhadamente, mas sempre determinado, nos ensina, ou pelo menos tenta, a realizar as mais diversas tarefas. Com pouca fala e sempre com a ajuda de um narrador que interage com a personagem a quase todo momento, pode-se dizer que o ensino quase nunca corre normalmente. Nesses desenhos, todastodos asos personagens têm a fisionomia de Pateta. De 1940 a 1950 já havia, 48 desenhosanimações do Pateta já haviam sido apresentadas, além de aparecer em outros diversos junto a Mickey Mouse e Pato Donald. Além do Pateta Olímpico, a série "Como fazer..." inspirou várias séries de quadrinhos especiais do Pateta, como a produzida no exterior e conhecida no Brasil por "Pateta faz História", na qual ele sempre representa uma personagem histórica: [[Cristóvão Colombo]], [[Leonardo da Vinci]] etc.
 
[[Art Babbitt]] é creditado para desenvolver a personalidade de Pateta, ele o descreveu desta maneira no documentário <nowiki>''</nowiki>Animating Art<nowiki>''</nowiki>: Ele [pateta] era alguém que nunca soube o quão estúpido ele era. Ele pensou longa e cuidadosamente antes que ele fez alguma coisa, e então ele fez errado.<ref>''Animating Art'', documentário de Imogen Sutton (1987)</ref>
508

edições