Diferenças entre edições de "Antônia Gordiana"

2 063 bytes removidos ,  22h29min de 14 de abril de 2019
Só se sabe isso sobre ela. Todo o resto era invenção.
(Removendo fontes que não a citam e fonte não fiável. Buscar por fontes.)
(Só se sabe isso sobre ela. Todo o resto era invenção.)
{{em construção}}
{{Info/Biografia
|nome = Antônia Gordiana
|nacionalidade = {{IRO}}
|religião = [[Paganismo romano|Paganismo]]
|ocupação = OficialNobre
}}
{{PBPE|Antônia|Antónia Gordiana}} ({{lang-la|''Antonia Gordiana''}};), n.cujo nome apresentado na ''[[História Augusta]]'' é '''Mécia Faustina''' ({{dnilangx|la||201|si''Maecia Faustina''}}), era uma rica e influente nobre romana da [[gente (Roma Antiga)|gente]] [[Antônios|Antônia]]. Era, filha do [[imperador romano|imperador]] {{lknb|Gordiano|I}} {{nwrap|r.|238}}, irmã de {{lknb|Gordiano|II}} {{nwrap|r.|238}} e mãe de {{lknb|Gordiano|III}} {{nwrap|r.|238|244}} com seu marido, o consular Júnio Balbo. É possívelse quesabe aseu mãenome dee Gordianaparentesco tenhae sidoé netaapenas domencionada [[sofistasna ''História Augusta''.{{sfn|sofista]]História eAugusta|século tutorIV|loc=4.1-2}} gregoO [[Herodesnome Ático]]Antônia Gordiana é assumido pelos prosopografistas.{{sfn|Barnes|1978|p=63}}
 
== HistóriaÁrvore genealógica ==
{{Árvore genealógica da Dinastia nerva-antonina|state=collapsed}}
A "[[História Augusta]]" a chama de '''Mécia Faustina''' ({{lang-la|''Maecia Faustina''}}), mas historiadores modernos descartam esse nome como sendo falso. Juntamente com seu irmão mais velho, Gordiana nasceu e foi criada na casa que o famoso general [[República Romana|republicano]] [[Pompeu]] construiu em [[Roma Antiga|Roma]]. Entre os proprietários anteriores estavam o [[triúnviro]] [[Marco Antônio]] e o imperador [[Tibério]].
 
{{referências|col=2}}
Em algum momento depois de 214 Gordiana se casou com um [[senador romano]] de nome desconhecido. A "História Augusta" afirma que o marido era [[Júnio Licínio Balbo|Júnio Balbo]], mas, novamente, os historiadores modernos descartam essa possibilidade. O casal teve um filho, Marco Antônio Gordiano Pio (o futuro Gordiano III) em 20 de janeiro de 225. Não se sabe o nome exato completo de Gordiano e nem onde ele nasceu. Seja qual for o nome do marido de Gordiana, é certo que ele morreu antes de 238.
 
== Bibliografia ==
== Ano dos seis imperadores ==
{{AP|Ano dos seis imperadores}}
Depois dos breves reinados de seu pai e de seu irmão no começo de 238, o [[Senado Romano|Senado]] nomeou, em abril, [[Balbino]] e [[Pupieno]] como co-imperadores. Durante o também breve reinado dos dois, Gordiano ganhou popularidade entre os cidadãos romanos e os dois co-imperadores acabaram forçados a [[Adoção na Roma Antiga|adotá-lo]] como [[herdeiro aparente]]. Em 29 de julho de 238, os dois co-imperadores foram assassinados pela [[Guarda Pretoriana]] e, no mesmo dia, Gordiano se tornou imperador. É possível que Gordiana tenha subornado os pretorianos para antecipar a ascensão de seu filho.
 
{{InícioRef|2}}
Para se manter nas graças do Senado, Gordiano III assumiu o nome de seu avô e de seu tio, o que lhe valeu também o apoio das facções políticas que apoiavam os dois. Através delas, Gordiana conseguiu apoiar o filho na condução do Império e conseguiram aprovar reformas políticas na administração imperial, na tributação e, especialmente, no [[exército romano]].
 
* {{Citar livro|sobrenome=Barnes|nome=Timothy D.|título=The Sources of the Historia Augusta|ano=1978|local=Bruxelas|editora=Latomus|ref=harv}}
== Morte ==
Em 241, Gordiano nomeou o capaz e eficiente [[Caio Fúrio Sabínio Áquila Timesiteu|Timesiteu]] como [[prefeito romano|prefeito]] da [[Guarda Pretoriana]]. Em maio Gordiano se casou com a filha dele, [[Tranquilina]]. Porém, em 243 Timesiteu morreu e Gordiano nomeou o ambicioso [[Filipe, o Árabe]] como novo prefeito. Em fevereiro do ano seguinte Gordiano faleceu misteriosamente. É possível que ele tenha morrido em combate, mas é mais provável que ele tenha sido assassinado por ordem de Filipe, que foi proclamado imperador. Tranquilina e a filha do casal, de nome desconhecido, sobreviveram. Não se sabe o destino de Gordiana.
 
* {{Citar livro|ref={{harvid|História Augusta|século IV}}|título=História Augusta|capítulo=Vida dos Gordianos|local=desconhecido|editora=desconhecido|ano= século IV|capítulourl=http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Roman/Texts/Historia_Augusta/Gordiani_tres*.html}}
== Árvore genealógica ==
 
{{Árvore genealógica da Dinastia nerva-antonina|state=collapsed}}
{{-fim}}
 
[[Categoria:Mulheres do Império Romano]]