Diferenças entre edições de "Eugênio de Barros Raja Gabaglia"

86 bytes adicionados ,  02h33min de 15 de abril de 2019
Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
m (Robô: Alteração da categoria redirecionada Escritores didáticos do Brasil para Autores de livros didáticos do Brasil)
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
Iniciou os seus estudos em [[Sobral]], sob a direção de Andrade Pessoa. Ingressou posteriormente no Colégio São Francisco de Paula, no [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], sob a direção do Cônego Belmonte, onde foi colega do poeta [[Olavo Bilac]]. Em [[1880]] matriculou-se na [[Escola Politécnica do Rio de Janeiro]] (atual Faculdade de Engenharia da [[Universidade Federal do Rio de Janeiro]]), graduando-se em todos os cursos ali lecionados à época: [[Geografia|Engenheiro Geógrafo]], [[Engenharia civil|Engenheiro Civil]], [[Engenharia de Minas|Engenheiro de Minas]] e Bacharel em Ciências Físicas e Matemáticas. Além disso era versado em [[língua francesa|Francês]], [[língua inglesa|Inglês]], [[Língua italiana|Italiano]], [[Língua castelhana|Espanhol]], [[Latim]] e [[Língua alemã|Alemão]].
 
Ainda estudante, estreou no magistério lecionando [[Matemática]] no curso regular na própria Escola Politécnica. Em [[1896]], ainda na Escola Politécnica, assumiu as cátedras de [[Direito]], Economia Política e Portos de Mar. Foi professor substituto de Matemática e de [[História]] no [[Colégio Pedro II]], tendo vindo a dirigir o externato e o internato no período de Novembro de [[1912]] a [[1914]]<ref>[http://www.cp2.g12.br/ocolegio/ex-diretores.htm Colégio Pedro II - Ex-Diretores] {{Wayback|url=http://www.cp2.g12.br/ocolegio/ex-diretores.htm |date=20100919132955 }} Consultado em 15 Nov 2009.</ref>. Ao longo de sua carreira foi professor catedrático das cadeiras de Matemática Elementar, [[História Natural]], [[Economia Política]], [[Geografia]], [[Mecânica]] e [[Astronomia]] em várias instituições de renome na então capital brasileira, como por exemplo, o [[Intituto Bernardo de Vasconcellos]], o [[Externato Aquino]], a Escola Normal da Corte, o [[Colégio Militar do Rio de Janeiro]], a [[Escola Naval (Brasil)|Escola Naval]]. Nesta última ocupou as cadeiras de [[Cálculo|Cálculo Infinitesimal]] e de [[Geometria|Geometria Analítica]].
 
Integrou várias comissões de Engenharia, com destaque para a de construção de [[Belo Horizonte]] ([[1894]]), a qual o homenageou com o nome de uma das principais vias da cidade.
226 962

edições