Abrir menu principal

Alterações

Resgatando 4 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
Em agosto de 2010, foi noticiado que o diretor [[Stephen Daldry]] e o produtor [[Scott Rudin]] estavam trabalhando numa adaptação para o cinema do livro '''livro'''.<ref name="DeadlineAug2010">{{citar jornal|url=http://www.deadline.com/2010/08/warner-bros-and-paramount-in-tandem-on-extremely-loud-and-incredibly-close/|título=Warner Bros and Paramount In Tandem On 'Extremely Loud and Incredibly Close'|último =Fleming|primeiro =Mike|obra=[[Deadline.com]]|publicado=[[PMC (company)|PMC]]|data=22 de agosto de 2010|acessodata=30 de maio de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/62cbQCh7y|arquivodata=22 de outubro de 2011|urlmorta= não}}</ref> [[Eric Roth]] foi contratado para escrever o roteiro.<ref>{{citar jornal|último =Kit|primeiro =Borys|url=http://www.hollywoodreporter.com/news/stephen-daldry-direct-extremely-loud-22217|título=Stephen Daldry to direct 'Extremely Loud': Project based on a Sept. 11-themed novel|obra=[[The Hollywood Reporter]]|publicado=[[Prometheus Global Media]]|data=14 de outubro de 2010|acessodata=26 de maio de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/5zETOfTpY|arquivodata=6 de junho de 2011|urlmorta= não}}</ref> ''Extremely Loud and Incredibly Close'' é uma co-produção da [[Paramount Pictures]] e da [[Warner Bros.]], com a Warner sendo o "estúdio principal".<ref name="DeadlineAug2010"/> [[Chris Menges]] trabalhou como [[diretor de fotografia]], [[K. K. Barrett]] como designer de produção e [[Ann Roth]] como [[figurinista]].<ref name="BusinessWire">{{citar jornal|url=http://www.businesswire.com/news/home/20110301005743/en/Cameras-Roll-%E2%80%9CExtremely-Loud-Incredibly-Close%E2%80%9D-Heads|título=Cameras Roll on “Extremely Loud & Incredibly Close” as It Heads from the Page to the Big Screen|obra=[[Business Wire]]|data=1 de março de 2011|acessodata=30 de maio de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/5z4viCU8H|arquivodata=30 de maio de 2011|urlmorta= não}}</ref>
 
[[Tom Hanks]] e Sandra Bullock foram os primeiros a serem escalados para o filme.<ref name="TomHanks">{{citar jornal|url=http://www.comingsoon.net/news/movienews.php?id=68996|título=Hanks and Bullock Getting Extremely Loud & Incredibly Close|obra=ComingSoon.net|publicado=[[CraveOnline]]|data=23 de agosto de 2010|acessodata=26 de maio de 2011}}</ref> Uma busca nacional de atores entre 9 e treze anos começou a ser feita em outubro de 2010 para o papel de Oskar Schell.<ref name="BackStageblog">{{citar web|url=http://blogstage.backstage.com/2010/11/extremely-loud-and-incredibly-close-casting-boys-in-brooklyn.html|título='Extremely Loud and Incredibly Close' Casting Boys in Brooklyn?|último =Lehman|primeiro =Daniel|obra=[[Back Stage]]|publicado=[[Prometheus Global Media]]|data=1 de novembro de 2010|acessodata=30 de maio de 2011|arquivourl=httphttps://www.webcitation.org/5z4uJJLZh?url=http://blogstage.backstage.com/2010/11/extremely-loud-and-incredibly-close-casting-boys-in-brooklyn.html|arquivodata=30 de maio de 2011-05-30|urlmorta= nãoyes}}</ref> [[Thomas Horn]] foi escolhido para o papel em dezembro de 2010.<ref name=deadline>{{citar jornal|último =Fleming|primeiro =Mike|url=http://www.deadline.com/2010/12/jeopardy-wiz-kid-lands-lead-in-extremely-loud-and-incredibly-close/|título='Jeopardy!' Wiz Kid Lands Lead in WB Movie"|obra=[[Deadline.com]]|publicado=[[PMC (company)|PMC]]|data=15 de dezembro de 2010|acessodata=26 de maio de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/62canMzd8|arquivodata=22 de outubro de 2011|urlmorta= não}}</ref> Em 3 de janeiro de 2011, ''[[The Hollywood Reporter]]'' anunciou que [[John Goodman]] se juntara ao elenco.<ref name="Goodman">{{citar jornal|url=http://www.hollywoodreporter.com/news/john-goodman-joining-sandra-bullock-67800|título=EXCLUSIVE: John Goodman Joining Sandra Bullock, Tom Hanks in 'Extremely Loud and Incredibly Close'|último =Kit|primeiro =Borys|obra=[[The Hollywood Reporter]]|publicado=[[Prometheus Global Media]]|data=3 de janeiro de 2011|acessodata=26 de maio de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/5zETC2iNZ|arquivodata=6 de junho de 2011|urlmorta= não}}</ref> No mesmo mês [[Viola Davis]] e [[Jeffrey Wright]] foram convidados.<ref name="Daily">{{citar jornal|url=http://www.dailymail.co.uk/tvshowbiz/article-1349106/Sienna-Miller-return-West-End-World-War-II-play.html|título=Hold the Botox! I'd rather grow old gracefully, says English eccentric Helena Bonham Carter|último =Bamigboye|primeiro =Baz|obra=[[Daily Mail]]|publicado=[[Associated Newspapers Ltd]]|data=21 de janeiro de 2011|acessodata=26 de maio de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/62caj0ETb|arquivodata=22 de outubro de 2011|urlmorta= não}}</ref> [[Nico Muhly]] foi creditado no pôster do filme como compositor, mas em 21 de outubro de 2011 [[Alexandre Desplat]] foi anunciado como compositor da trilha sonora.<ref>{{citar web|url=http://www.hitfix.com/blogs/in-contention/posts/alexandre-desplat-tapped-for-extremely-loud|título=Alexandre Desplat tapped for 'Extremely Loud and Incredibly Close'|último =Tapley|primeiro =Kristopher|obra=[[HitFix]]|data=21 de outubro de 2011|acessodata=22 de outubro de 2011|arquivourl=httphttps://www.webcitation.org/62dW7RQw0?url=http://www.hitfix.com/blogs/in-contention/posts/alexandre-desplat-tapped-for-extremely-loud|arquivodata=22 de outubro de 2011-10-23|urlmorta= nãoyes}}</ref>
 
==Recepção==
O filme ganhou opiniões variadas dos críticos. O site [[Rotten Tomatoes]] registrou que 49% das 117 críticas foram positivas, com uma média de 5,8 em 10 pontos. O consenso sobre o filme é de que "''Extremely Loud & Incredibly Close'' tem uma história digna de ser contada, mas que merece algo melhor do que o tratamento pretensioso que o diretor Stephen Daldry lhe dá."<ref>{{citar web| url =http://www.rottentomatoes.com/m/extremely_loud_and_incredibly_close/|título=Extremely Loud and Incredibly Close (2011)|obra= [[Rotten Tomatoes]] |publicado= [[Flixster]] |acessodata=24 de dezembro de 2011}}</ref> O [[Metacritic]], que utiliza uma pontuação máxima de 100 pontos, dá ao filme uma pontuação de 44 pontos baseados em 23 opiniões.<ref>{{citar web| url =http://www.metacritic.com/movie/extremely-loud-and-incredibly-close|título= Extremely Loud and Incredibly Close Reviews |publicado= [[CBS Interactive]] |obra= [[Metacritic]] |acessodata=24 de dezembro de 2011}}</ref>
 
Os críticos ficaram divididos sobre o fime. Betsy Sharkey do ''[[Los Angeles Times]]'' escreveu que o filme foi "generosamente polido, com a produção cuidadosamente envolta na tragédia nacional de 11 de setembro, que parece ser definida sempre com palavras com impensável, imperdoável, catastrófico.<ref>{{citar web|url=http://www.latimes.com/entertainment/news/reviews/la-et-extremely-loud-20111223,0,3786216.story|título='Extremely Loud & Incredibly Close' review: Eloquence in loss|último =Sharkey|primeiro =Betsy|obra=[[Los Angeles Times]]|publicado=[[Tribune Company]]|data=23 de dezembro de 2011|acessodata=25 de dezembro de 2011|arquivourl=httphttps://www.webcitation.org/64BiewK5S?url=http://www.latimes.com/entertainment/news/reviews/la-et-extremely-loud-20111223,0,3786216.story?track=rss|arquivodata=25 de dezembro de 2011-12-25|urlmorta= nãoyes}}</ref> Andrea Peyser do [[New York Post]] chamou o filme de "Extremamente, incrivelmente explorador" e a "busca de uma chantagem emocional, emoções baratas e um estratagema claro para conquistar um Oscar."<ref>http://www.nypost.com/p/news/national/extremely_incredibly_exploitive_xwOzELyI6GEUQPmiEmV0NP</ref>
 
===Prêmios e indicações===
|{{nom}}
|-
| rowspan=3|[[Phoenix Film Critics Society]]<ref>{{citar web| |url = http://phoenixfilmcriticssociety.org/article/197/phoenix-film-critics-society-2011-awards.html |título= Phoenix Film Critics Society 2011 Awards |publicado= [[Phoenix Film Critics Society]] |acessodata= 22 de janeiro de 2012 |arquivourl= https://web.archive.org/web/20120109135923/http://phoenixfilmcriticssociety.org/article/197/phoenix-film-critics-society-2011-awards.html |arquivodata= 2012-01-09 |urlmorta= yes }}</ref>
|Melhor roteiro original
|[[Alexandre Desplat]]
216 560

edições