Força bruta e ignorância: diferenças entre revisões

176 bytes adicionados ,  08h22min de 17 de abril de 2019
Resgatando 2 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
(Resgatando 2 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
 
== Exemplos ==
O [[problema do caixeiro viajante]], que consiste em, dado um conjunto de ''n'' pontos, determinar o menor caminho que passa por todos os pontos, admite uma solução trivial pelo método da ''força bruta e ignorância'', que consiste em calcular todos os ''n!'' caminhos (ou ''(n-1)!'', se a cidade inicial for fixada) e escolher o menor; mas este método é inviável conforme ''n'' cresce.<ref name="unsw.travelling.salesman">[[Rob Womersley]], ''Parabola Volume 37, Issue 2 (2001)''m ''The Travelling Salesman Problem and Computational Complexity'' [http://www.parabola.unsw.edu.au/vol37_no2/node1.html {{Wayback|url=http://www.parabola.unsw.edu.au/vol37_no2/node1.html |date=20110410005720 }} <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref>
 
O [[procedimento de Chien]] (''Chien search''), que determina as raízes de polinômios em [[corpo finito|corpos finitos]], é um método de exaustão, ou seja, força bruta e ignorância.<ref name="rs1">[[Joel Sylvester]], ''Reed Salomon Codes'', ''Finding the error polynomial roots - Chien search'' [http://www.csupomona.edu/~jskang/files/rs1.pdf {{Wayback|url=http://www.csupomona.edu/~jskang/files/rs1.pdf |date=20130512161447 }} <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref>
 
Um exemplo de aplicação no passado de métodos BFI foram tentativas de demonstração do [[último teorema de Fermat]], quando, já pelo ano de 1979, já se tinham exaustões para expoente ''n'' menores que 30.000, como sustentando a ainda conjectura.<ref>Leon M. Hall; [http://web.mst.edu/~lmhall/Great%20Theorems%20Editable.pdf Notes on the Great Theorems]; Department of Mathematics and Statistics, University of Missouri - Rolla, 1987. - '''web.mst.edu'''</ref>
230 309

edições