Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
== Sinopse ==
{{Revelações sobre o enredo}}
EstaEste éfilme a(baseado numa história dereal) é sobre uma dupla de jornalistas que, nos anos 70, investiga o escândalo de [[Watergate]] para o jornal ''[[Washington Post]]''. Descobrem uma rede de [[espionagem]] e [[lavagem de dinheiro]], o que acaba por levar à renúncia de [[Richard Nixon]] (que era o presidente dos Estados Unidos naquela mesma época).
 
Tudo começa a partir de um episódio aparentemente sem importância (e que, naquele instante, não parecia ter qualquer relação com o momento politico dos Estados Unidos): a invasão do edifício Watergate por um grupo de criminosos. Esta mesma invasão, numno primeiro momentoinício, não chamou muito a atenção, poisjá que muitostodos acreditavam que seria somente mais um caso comum (e que talvez não merecesse mais do que algumas poucas linhas nas páginas policiais dos jornais). Entretanto, o que parecia, nonum inícioprimeiro momento, ser um caso corriqueiro foi ganhando, com o tempo, proporções inimagináveis. O que ocorreu, de fato, foi um caso amplo de espionagem política que levou o presidente republicano Richard Nixon (eleito em novembro de 1972 para seu segundo mandato) a ser forçado a sair do cargo. O filme mostra cenas históricas, permeadas às demais dirigidas por Pakula, reforçando sua intenção de bem reproduzir o que foi o caso Watergate.<ref name=TOP>{{citar web|url=http://www.bocc.ubi.pt/pag/oliveira-adriano-homens-presidente.html|título=Todos os homens do presidente: Uma aula de jornalismo contemporâneo|autor=Adriano Messias de Oliveira|acessodata=21 de junho de 2016}}</ref>
 
Alguns meses antes da reeleição de Nixon é que ocorreu a detenção dos invasores no quartel-general eleitoral do [[Partido Democrata (Estados Unidos)|Partido Democrata]], no edifício Watergate. Eles eram ligados ao [[FBI]] e à [[CIA]], e foram apreendidos usando câmeras e microfones. Nada disso, a princípio, parecia interferir na reeleição de Nixon. Porém, as suspeitas de que o próprio presidente estivesse diretamente envolvido no caso aumentaram muito. É neste momento que surgem no cenário jornalístico os repórteres investigativos [[Bob Woodward|Robert Woodward]] e [[Carl Bernstein]] (ambos do ''Washington Post''). A partir daí, todo o filme mostrará o esforço e os méritos destes profissionais em busca da verdade factual na solução de um caso extremamente obscuro.<ref name="TOP" />{{Fim das revelações sobre o enredo}}
|-
|[[Hal Holbrook]]
|Deep Throat ("Garganta profundaProfunda")
|-
|[[Jason Robards]]
Utilizador anónimo