Diferenças entre edições de "Sistema gestor de pacotes"

54 bytes adicionados ,  19h37min de 19 de abril de 2019
+definições em português europeu dentro de {{PBPE| }}
({{Sistemas de gestão de pacotes Linux}})
(+definições em português europeu dentro de {{PBPE| }})
[[Imagem:Synaptic Package Manager.png|thumb|300px|[[Synaptic Package Manager|Synaptic]], um dos [[frontend]]s gráficos mais usados para gerenciamento de pacotes no Linux.]]
 
Um '''{{PBPE|gerenciador de pacotes'''|gestor de pacotes}} ou '''{{PBPE|sistema de gerenciamento de pacotes'''|sistema de gestão de pacotes}} é uma coleção de ferramentas de software que automatiza o processo de instalação, atualização, configuração e remoção de programas de computador para um [[sistema operacional]]<ref>[http://pt.opensuse.org/Gerenciamento_de_pacotes Opensuse - Gerenciamento de pacotes]</ref> de uma maneira consistente.<ref>https://aptitude.alioth.debian.org/doc/en/pr01s02.html</ref> É comumente usado em [[sistema operacional tipo Unix|sistemas operacionais tipo Unix]], que consistem de centenas de pacotes distintos, para facilitar a identificação, instalação e atualização do sistema.
 
Um gerenciador de pacotes manipula ''pacotes'', distribuições de software e dados em [[arquivos]]. Os pacotes contém [[metadado]]s, como o nome do software, descrição e seu propósito, número de versão, fornecedor, [[checksum]] e uma lista de [[Acoplamento (programação de computadores)|dependência]]s necessárias para o software funcionar corretamente. Na instalação, os metadados são armazenados em um banco de dados de pacotes local. Gerenciadores de pacotes normalmente mantém um banco de dados de dependências de software e informações de versão para evitar incompatibilidades de software e pré-requisitos ausentes. Eles trabalham próximos aos [[Repositório (software)|repositórios de software]], [[gerenciadores de repositório binário]] e [[Loja de aplicativos|lojas de aplicativos]].
306

edições