Diferenças entre edições de "Género"

141 bytes adicionados ,  11h44min de 20 de abril de 2019
Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
{{PEPB|Género|gênero}} é uma gama de características pertencentes e diferenciadas entre a [[masculinidade]] e a [[feminilidade]]. Dependendo do contexto, essas características podem incluir o [[sexo biológico]] como o estado de ser do sexo masculino, do sexo feminino ou uma variação hermafrodita que pode complicar a atribuição do sexo, as estruturas sociais baseadas no sexo, incluindo o papel social de gênero e outros papéis sociais, e a [[identidade de gênero]].<ref name="udry">{{citar periódico|data=novembro de 1994|título=The Nature of Gender|url=http://people.virginia.edu/~ser6f/udry.pdf|periódico=Demography|volume=31|número=4|páginas=561–573|doi=10.2307/2061790|jstor=2061790|pmid=7890091|primeiro1 =J. Richard|último1 =Udry}}</ref><ref name="haig">{{citar periódico|data=abril de 2004 |título=The Inexorable Rise of Gender and the Decline of Sex: Social Change in Academic Titles, 1945–2001 |url=http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/publications_files/04inexorablerise.pdf |periódico=Archives of Sexual Behavior |volume=33 |número=2 |páginas=87–96 |doi=10.1023/B:ASEB.0000014323.56281.0d |pmid=15146141 |primeiro1 =David |último1 =Haig |autorlink1=David Haig (biologist) |urlmorta= sim|arquivourl=https://web.archive.org/web/20120615160110/http://www.oeb.harvard.edu/faculty/haig/Publications_files/04InexorableRise.pdf |arquivodata=15 de junho de 2012 |df= }}</ref><ref name="www.who.int">{{citar web|título=What do we mean by "sex" and "gender"? |publicado=[[World Health Organization]] |acessodata=26 de novembro de 2015 |url=http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/ |arquivourl=https://web.archive.org/web/20170130022356/http://apps.who.int/gender/whatisgender/en/ |arquivodata=30 de janeiro de 2017 |urlmorta= sim|df= }}</ref> Algumas culturas têm papéis de gênero específicos que podem ser considerados distintos da categoria "homens" e "mulheres", como a [[hijra]] na [[Índia]] e [[Paquistão]].
 
O sexólogo [[John Money]] introduziu a distinção terminológica entre [[Diferença entre sexo e gênero|sexo biológico e gênero como um papel social]] em 1955. Antes de seu trabalho, era incomum usar a palavra "gênero" para se referir a qualquer coisa, exceto para se referir a [[gênero gramatical|categorias gramaticais]].<ref name=udry /><ref name="haig" /> No entanto, o significado da palavra dado por Money não se generalizou até a década de 1970, quando as [[teoria feminista|teorias feministas]] abraçaram o conceito da distinção entre o sexo biológico e a construção social de gênero. Hoje, a distinção é rigorosamente seguida em alguns contextos, principalmente nas ciências sociais<ref name="socialsciencedictionary">{{citar web| |url=http://www.socialsciencedictionary.com/GENDER |título=GENDER |publicado=Social Science Dictionary |acessodata=20 de março de 2015 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20110202125938/http://www.socialsciencedictionary.com/GENDER |arquivodata=2011-02-02 |urlmorta=yes }}</ref><ref name="pearsonhighered">{{citar livro|título=Gender Roles: A Sociological Perspective|autor =Lindsey, Linda L.|isbn=0-13-244830-0|ano=2010|publicado=Pearson|capítulo=Ch. 1. The Sociology of gender|url=http://www.pearsonhighered.com/assets/hip/us/hip_us_pearsonhighered/samplechapter/0132448300.pdf|urlmorta= sim|arquivourl=https://web.archive.org/web/20150405145514/http://www.pearsonhighered.com/assets/hip/us/hip_us_pearsonhighered/samplechapter/0132448300.pdf|arquivodata=5 de abril de 2015|df=dmy-all}}</ref> e em documentos escritos pela [[Organização Mundial de Saúde]] (OMS).<ref name="www.who.int" />
 
Em outros contextos, incluindo algumas áreas das ciências sociais, ''gênero'' inclui ''sexo'' ou o substitui.<ref name="udry" /><ref name="haig" /> Por exemplo, em pesquisas com animais, ''gênero'' é geralmente utilizado para se referir ao sexo biológico dos animais.<ref name="haig" /> Essa mudança no significado de gênero pode ser atribuída na década de 1980. Em 1997, a [[Food and Drug Administration]] (FDA) começou a usar ''gênero'' em vez de ''sexo''.<ref>{{citar web | url=http://www.fda.gov/downloads/RegulatoryInformation/Guidances/UCM126835.pdf | título=Guideline for the Study and Evaluation of Gender Differences in the Clinical Evaluation of Drugs }}</ref> Depois, em 2011, a FDA modificou sua posição e começou a usar ''sexo'' como classificação biológica e ''gênero'' como "auto representação de uma pessoa como homem ou mulher, ou como essa pessoa é respondida por instituições sociais com base na apresentação de gênero do indivíduo."<ref>{{citar web|url = http://www.fda.gov/medicaldevices/deviceregulationandguidance/guidancedocuments/ucm283453.htm|título= Draft Guidance for Industry and Food and Drug Administration Staff Evaluation of Sex Differences in Medical Device Clinical Studies|data=19 de dezembro de 2011|acessodata=3 de agosto de 2014|website = U.S. Food and Drug Administration}}</ref>
230 298

edições