Abrir menu principal

Alterações

m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 177.75.165.14, com Reversão e avisos
Os trabalhos de op art são em geral [[arte abstrata|abstratos]], e muitas das peças mais conhecidas usam apenas o preto e o branco. Quando são observados, dão a impressão de movimento, clarões ou vibração, ou por vezes parecem inchar ou deformar-se.
 
Apesar de ter ganho força na metade da década de 1950, a Op Art passou por um desenvolvimento relativamente , lento. Ela não tem o ímpeto atual e o apelo emocional da [[Pop Art]]; em comparação, parece excessivamente cerebral e sistemática, mais próxima das ciências do que das humanidades. Por outro lado, suas possibilidades parecem ser tão ilimitadas quanto as da ciência e da tecnologia.
 
O termo surgiu pela primeira vez na [[Time Magazine]] em Outubro de 1964, embora já se produzissem há alguns anos trabalhos que hoje podem ser descritos como "op art". Sugeriu-se que trabalhos de [[Victor Vasarely]], dos anos 1930, tais como ''Zebra'' (1938), que é inteiramente composto por listas diagonais a preto e branco, curvadas de tal modo que dão a impressão tridimensional de uma [[zebra]] sentada, devem ser consideradas as primeiras obras de op art.