Diferenças entre edições de "Ideologia"

142 bytes adicionados ,  18h36min de 22 de abril de 2019
Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
(bot: revertidas edições de 179.154.202.223 ( modificação suspeita : -28), para a edição 53911873 de Young Brujah)
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
[[Imagem:Destutt de Tracy.jpg|200px|thumb|direita|O [[Destutt de Tracy|Conde de Tracy]] cunhou o termo em 1801.]]
 
A origem do termo ocorreu com [[Destutt de Tracy]],<ref name="DECUFCG">{{citar web|url=http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/AntoinLC.html|título=Antoine Louis Claude Destutt de Tracy, Conde|publicado=Universidade Federal de Campina Grande|língua3=pt|acessodata=9 de janeiro de 2012|arquivourl=https://web.archive.org/web/20121226201548/http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/AntoinLC.html|arquivodata=2012-12-26|urlmorta=yes}}</ref> que criou a palavra e lhe deu o primeiro de seus significados: ciência das ideias. Posteriormente, concluíram que esta palavra ganharia um sentido novo quando [[Napoleão]] chamou De Tracy e seus seguidores de "ideólogos" no sentido de "deformadores da realidade". No entanto, os pensadores da [[Antiguidade Clássica]] e da [[Idade Média]] já entendiam ideologia como o conjunto de ideias e opiniões de uma [[sociedade]].
 
[[Karl Marx]] desenvolveu uma teoria a respeito da ideologia na qual concebe a mesma como uma consciência falsa, proveniente da divisão entre o trabalho manual e o intelectual. Para Marx não se pode analisar uma sociedade separada de sua condição social e histórica. Nessa divisão, surgiriam os ideólogos ou intelectuais que passariam a operar em favor da dominação ocorrida entre as classes sociais, por meio de ideias capazes de deformar a compreensão sobre o modo como se processam as relações de produção. Neste sentido, a ideologia (enquanto falsa consciência) geraria a inversão ou a camuflagem da realidade, para os ideais ou interesses da classe dominante.<ref>{{citar livro|último=Marx|primeiro=Karl|coautor=Engels, Friedrich|título=A Ideologia Alemã|língua3=pt|local=São Paulo|editora=Hucitec|ano=2002}}</ref>
230 298

edições