Diferenças entre edições de "Águeda Sena"

72 bytes adicionados ,  20h13min de 28 de abril de 2019
m
sem resumo de edição
m
Águeda Sena desde logo se revelou um dos nomes mais promissores do CIC começando por integrar o corpo de baile e, de seguida, dançando alguns papéis solísticos, designadamente em "Chopiniana", "Arraial na Ribeira", "Polaca Heróica" e, sobretudo, em "Tito e Berenice". Para se aperfeiçoar fez repetidas viagens a Paris na qualidade de bolseira do [[Instituto de Alta Cultura]] (entre 1948 e 1953), tendo estudado dança clássica com os famosos mestres [[:en:Olga Preobrajenska]], Mme Rousanne e, sobretudo, com [[:en:Lubov Egorova]]. Naquela cidade teve os primeiros contactos com a dança moderna ao estudar com Leonard Lenwood, bailarino principal e professor da companhia da bailarina antropóloga e coreógrafa norte-americana [[:en:Katherine Duhnam]], então em digressão pela Europa. Juntamente com a colega portuguesa Luisa Vitorino – também uma antiga aluna de [[Margarida de Abreu]] – integrando, durante alguns meses, o elenco da citada companhia. Em Paris, também frequentou o Curso de Pedagogia da [[Sorbonne]] (1948-1950) e um curso nocturno de História de Arte no [[Museu do Louvre]], durante o ano de 1949, e estabeleceu contactos com artistas famosos do teatro francês, designadamente [[:en:Jean-Louis Barreault]] e [[Jean Vilar|Jean Villar]]. Dançou a "Valsa" e o "Prelúdio" de "As Sylphides" em 1950, no [[:fr:Teatro Alhambra]], em Paris, num espectáculo dirigido por [[:fr:Jean Guélis]], e em 1952 dançou o solo "Les Mains", da sua autoria, como solista na companhia Galas de Danse, da "estrela" francesa [[:fr:Lycette Darsonval]]. Juntamente com [[Fernando Lima]] e Anna Mascolo participou, no ano de 1952, nos supracitados espectáculos intitulados "Recital", "Tarde de Ballet" e "Noite de Arte", sob a direcção conjunta de [[Margarida de Abreu]] e Fernando Lima, em criações da professora e dos colegas. Depois de várias estadas em França toma contacto com a "escola inglesa" tendo frequentado, em 1953, um Curso de Verão para Professores de Ballet na escola no [[:en:Saddler's Wells Theatre]] Ballet, em Londres. Cidade onde também trabalhou com alguns professores particulares, mormente Cleo Nordi e Anna Northcote. Seguidamente entrou para aquele conhecido estabelecimento de ensino onde frequentou as classes de nível “profissionalizante”. No início do ano de 1954, adoeceu gravemente com tuberculose tendo permanecido internada quase ano e meio em hospitais londrinos (mormente o Royal Brompton Hospital, um conhecido sanatório), só tendo regressado a Lisboa em Maio de 1955.
 
Após um rápido período de convalescença, Águeda Sena casou-se com Fernando Lima, e recomeça a dançar a seu lado na "super-fantasia musical" de [[Vasco Morgado]], "Melodias de Lisboa" (de Agosto a Dezembro de 55) e, posteriormente, no "Ballet-Concerto". Grupo que se estreou em 29 de Novembro no Cinema Império, patrocinado pelo Instituto de Alta Cultura, e em cujo reportório constavam, além de peças de Fernando Lima e da veterana Margarida de Abreu também uma obra sua: "Em Nossas Torres de Marfim" (com música de Stravinsky). Seguidamente, com o grupo Danças e Cantares de Portugal - Bailados Portugueses de Fernando Lima, Águeda Sena dança, como primeira figura, diversas obras entre as quais "A Severa" (com coreografia de Lima e música de [[Fernando_de_Carvalho_(compositor)|Fernando de Carvalho]], 1956), no Teatro Monumental, no Casino do Estoril e depois participou numa digressão europeia que durou vários meses. No teatro de Annecy, na Alta Sabóia, em França, durante mais de uma semana, o grupo fez a primeira parte de uma série de espectáculos com a famosa Edith Piaf.<ref>http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06525.063.14689#!4</ref>
 
Juntamente com Fernando Lima, após o regresso do estrangeiro, participou na revista "Melodias de Sempre" no Teatro Monumental, em 1956, e em duas peças de teatro, protagonizadas por [[Laura Alves]] e [[Artur Semedo]]. Pode-se afirmar que, entre 1955 e 1958, o casal Sena-Lima colaborou regularmente com empresário teatral [[Vasco Morgado]] dançando e coreografando para o teatro ligeiro. Tendo Águeda, nessa época, ficado bastante popular, sobretudo, por interpretar o papel de Severa, em "O Fado", com uma certa regularidade. Um dos elencos desse "número" avulso contou, mesmo, com Águeda como “Severa”, Fernando como “Marialva”, e a conhecida actriz Laura Alves (em travesti) como “Custódia”.
53

edições