Abrir menu principal

Alterações

Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
:''"Que a vontade de Deus seja feita, minha boa Chica, mas o golpe é duro e nós estamos bem infelizes. O estado do meu pobre Gusty me corta o coração, soluça cada instante, não come, nem dorme, e é uma terrível mudança! Ela o amava tanto! E eram tão perfeitamente felizes juntos! Ver tanta felicidade destruída aos 24 anos é horrível!! E estas pobres crianças! Eu te escrevi sábado, e o dia de domingo e o de segunda-feira foram calmos e tranquilos. Ela não abria os olhos: mas ouvia o que se lhe gritava ao ouvido, e certamente reconheceu a voz de sua irmã, pois disse algumas palavras em português. Segunda-feira à noite os médicos acharam uma melhora sensível e nós recobramos a esperança. A noite foi calma, mas pela manhã de terça-feira o peito foi tomado e às 10 horas os médicos declararam que não havia mais esperança, e entretanto eu ainda dela cuidei nesse longo dia passado junto do seu leito, vendo-a tão calma e tão pouco mudada; mas pelas 16 horas a respiração tornou-se mais curta. O abade Blumel recitou a oração dos agonizantes, nós estávamos todos ajoelhados em torno de sua cama, e às 18 horas a respiração cessou, sem que se visse a menor contração de sua fisionomia. Ela estava mesmo bela neste momento, e tinha uma expressão angélica. Agora está deitada num caixão vestida com roupa de seda branca, uma coroa branca e seu véu de casamento na cabeça. Ela não mudou, faz bem olhá-la. Está toda cercada de flores frescas, de coroas enviadas por todas as princesas. Amanhã haverá cerimônia religiosa em casa e ela partirá para Coburgo, onde todos nós acompanharemos, inclusive Gaston e Isabel que são muito bons. Esta última está desesperada. Abraço-te, reza por nós, temos disso muita necessidade. Toda tua, Clementina."''<ref>Del Priore, 53</ref>
 
Em homenagem à princesa, o imperador [[Francisco José I da Áustria]] decretou [[luto oficial]] de 30 dias. Após as solenes exéquias celebradas pelo [[núncio apostólico]], [[monsenhor]] Mariano Falcinelli Antoniacci, seu corpo foi trasladado para [[Coburgo]], onde representantes de todas as casas reais da Europa assistiram ao seu sepultamento. Seu corpo repousa na cripta da ''[[Igreja de Santo Agostinho (Coburgo)|St. Augustinkirche]]'', ao lado dos túmulos de seu marido e filhos.{{nota de rodapé|No túmulo de dona Leopoldina constam as incrições: ''"Leopoldine Prinzessin von Sachsen-Coburg-Gotha Herzogin zu Sachsen, geb. Prinzessin von Brasilien. Geboren am 43. juli 1847 zu Rio de Janeiro - Gestorben am 7. februar 1871 zu Wien - R.I.P."''}} Todos os anos, até 1922, celebraram-se em Viena, missas em sua memória.<ref>Bragança (2008), 289</ref><ref>[{{Citar web |url=http://www.royaltyguide.nl/countries/germany/coburg/staugustinkirche.htm |titulo=''Coburg - St. Augustinkirche''] |acessodata=2011-05-29 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20110605001806/http://www.royaltyguide.nl/countries/germany/coburg/staugustinkirche.htm |arquivodata=2011-06-05 |urlmorta=yes }}</ref><ref>Wehrs, 280</ref>
 
== Legado ==
226 962

edições