Abrir menu principal

Alterações

m
+correções semiautomáticas (v0.57/3.1.56/0.1); atualização da população, PIB e PIB per capita
{{mais notas|Brasil=sim|data=abril de 2013}}
{{Info/Município do Brasil
<!-- GeoID=2918803 -->
<!-- Cabeçalho -->
| nome = Laje
| foto =
| leg_foto =
| apelido = A Força da Pedra e o Verde do Vale
<!-- Dados gerais -->
| brasão =
| bandeira =
| link_brasão =
| link_bandeira =
| link_hino =
| aniversário =
| fundação = {{dtlink|20|7|1905|idade}}
| gentílico = Lajista
| lema =
| prefeito = Kledson Duarte Mota
| partido = PSB
| fim_mandato = 2020
<!-- Localização -->
| mapa = Bahia Municip Laje.svg
| latP = S | latG = 13 | latM = 10 | latS = 55
| lonP = O | lonG = 39 | lonM = 25 | lonS = 30
| estado = Bahia
| mesorregião = [[Mesorregião do Centro-Sul Baiano|Centro-Sul Baiano]]
| data_mesorregião = [[IBGE]]/[[2008]] <ref name="IBGE_DTB_2008">{{citar web |url=ftp://geoftp.ibge.gov.br/Organizacao/Divisao_Territorial/2008/DTB_2008.zip |titulo=Divisão Territorial do Brasil |data=1 de julho de 2008 |obra=Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais| publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |acessodata=11 de outubro de 2008}}</ref>
| microrregião = [[Microrregião de Jequié|Jequié]]
| data_microrregião = [[IBGE]]/[[2008]] <ref name="IBGE_DTB_2008" />
| região_metropolitana =
| vizinhos = [[Mutuípe]], [[Ubaíra]], [[Santo Antonio de Jesus]], [[Aratuípe]], [[Amargosa]], [[Valença (Bahia)|Valença]], [[Jiquiriçá]] e [[São Miguel das Matas]]
| dist_capital = aproximadamente 226 ou 135 (via ferry boat)
<!-- Características geográficas -->
| área = 498.089
| área_ref = <ref name ="IBGE_Área">{{citar web |url=http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/default_territ_area.shtm |título=Área territorial oficial |autor=IBGE |acessodata=5 de dezembro de 2010|data=10 de outubro de 2002|publicado=Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02)}}</ref>
| população = 2220623638
| data_pop = [[IBGE]]/[[20102018]]<ref name="IBGE_Pop_2010IBGE_POP">{{citarCitar web |url = httphttps://wwwagenciadenoticias.ibge.gov.br/homemedia/estatisticacom_mediaibge/populacaoarquivos/censo2010/populacao_por_municipio0ea24a6209e3a7b9ac956b645dabecf4.shtm xls|título=Censo Populacional 2010| obra = Censo Populacional 2010 estimativa_ibge_2018.xls|publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |data=29 de novembro de 2010 agenciadenoticias.ibge.gov.br|acessodata = 1102 de dezembro demaio 20102019}}</ref>
| altitude = 190
| clima =
| sigla_clima =
<!-- Indicadores -->
| idh = 0.586 <!--favor manter o formato-->
| data_idh = [[PNUD]]/[[2010]] <ref name="PNUD_IDH_2010">{{citar web |url=http://www.pnud.org.br/arquivos/ranking-idhm-2010.pdf |titulo=Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil |data=2010 |obra=Atlas do Desenvolvimento Humano|publicado=Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) |acessodata=7 de agosto de 2013}}</ref>
| pib = {{formatnum:109114.283228 387}} mil
| data_pib = [[IBGE]]/[[20082016]]<ref name="IBGE_PIB">{{citar web |url=httpftp://wwwftp.ibge.gov.br/homePib_Municipios/estatistica2016/economiabase/pibmunicipios/2004_2008/ base_de_dados_2010_2016_xls.zip|titulo=Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 2010 à 2016|publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística |acessodata=1102 de dezembromaio de 20102019}}</ref>
| pib_per_capita = 49699471.4591
| data_pib_per_capita = [[IBGE]]/[[20082016]]<ref name="IBGE_PIB"/>
}}
'''Laje''' é um [[município]] [[brasil]]eiro do [[estados do Brasil|estado]] da [[Bahia]]. Localiza-se à [[latitude]] 13º10'56" sul e à [[longitude]] 39º25'30" oeste, com altitude de 190 metros. Sua população estimada em 20042018 era de 20{{fmtn|23 259638 }} habitantes, distribuídos em 499,422{{fmtn|498 089}}&nbsp;km² de área.
 
== História ==
 
A importância desses rios é a fixação do homem, facilitando sua vida. Citando o Jiquiriça os povoados e vilas que ai se formaram não foi diferente do que aconteceu no Paraguaçu, Jaguaripe, dentre outros. As culturas da cana-de-açúcar, da mandioca e a utilização das matas foram o sustentáculo da alimentação e da riqueza no período colonial.
Já se plantava cana-de-açúcar no primeiro quartel do século XIX, nas terras tipo “salão”, diferentes do massapé do restante Recôncavo Baiano. A Cidade de Laje situase a sudeste do Recôncavo Baiano. “Mem de Sá o conquistador do Recôncavo” (Wanderley Pinho, p.37). O povoamento dos colonos portugueses no Recôncavo foi lento devido a resistência dos índios sendo apenas vencida com o terceiro Governador-Geral Mem de Sá que derrubou esta resistência exterminando grandes aldeamentos. Assim é que os índios Paiaiás permaneceram
 
Já se plantava cana-de-açúcar no primeiro quartel do século XIX, nas terras tipo “salão”, diferentes do massapé do restante Recôncavo Baiano. A Cidade de Laje situase a sudeste do Recôncavo Baiano. “Mem de Sá o conquistador do Recôncavo” (Wanderley Pinho, p.37). O povoamento dos colonos portugueses no Recôncavo foi lento devido a resistência dos índios sendo apenas vencida com o terceiro Governador-Geral Mem de Sá que derrubou esta resistência exterminando grandes aldeamentos. Assim é que os índios Paiaiás permaneceram
hostis no Vale do Paraguaçu incendiando fazendas e engenhocas até a segunda metade do século XVII. Em 1854, já há registro do funcionamento de onze engenhos e engenhocas com produção considerável de arrobas de açúcar. 1° engenho – pertencente a Francisco Chagas Guimarães que trabalhava com roda d’água e plantava 50 tarefas de terras. Possuía 16 escravos, 4 empregados livres e 2 cavalos.
 
hostis no Vale do Paraguaçu incendiando fazendas e engenhocas até a segunda metade do século XVII. Em 1854, já há registro do funcionamento de onze engenhos e engenhocas com produção considerável de arrobas de açúcar. 1° engenho – pertencente a Francisco Chagas Guimarães que trabalhava com roda d’água e plantava 50 tarefas de terras. Possuía 16 escravos, 4 empregados livres e 2 cavalos.
 
Produzia duas mil arrobas de açúcar. 2º engenho – propriedade do Padre Antonio Porfiro de Barros, com roda d’água plantando 30 tarefas de terras e não possuía escravos; tinha 10 empregados livres, 6 cavalos, 8 bois. Produzia mil e duzentas arrobas de açúcar. 3° engenho – propriedade de Cipriano Francisco de Oliveira, com água plantando 40 tarefas de terras e possuía 14 escravos, 4 libertos, 10 bois, 8 cavalos.
 
{{Referências|col=2}}
 
== Ligações externas ==
* [{{Link||2=http://www.censocultural.ba.gov.br/ccb_municipios_interna.asp?MunID=44/ |3=1ºCCB - 1º Censo Cultural da Bahia] |4={{Ligação inativa|1=data=abril de 2019 }}.}}
 
{{Esboço-municípiosbr/Bahia}}
{{Portal3|Brasil}}
 
[[Categoria:Municípios da Bahia]]