Diferenças entre edições de "Herman José"

752 bytes adicionados ,  12h44min de 9 de maio de 2019
m
Adição de fonte.
(Eliminada secção de caráter difamatório, sem qualquer referência a fontes. ver {{mais notas-bpv|data=junho de 2017}})
m (Adição de fonte.)
|ocupação = [[Ator]] <br> [[Apresentador]] <br> [[Humorista]] <br> [[Guionista]] <br> [[Realizador]]
}}
'''Hermann José Krippahl''' conhecido como '''Herman José''', <small>[[Ordem do Mérito|ComM]]</small> ([[Portugal]], [[19 de Março]] de [[1954]]), é um [[ator]], [[humor|humorista]] e ''entertainer'' [[Alemanha|alemão.]] Nascido em Lisboa, quando tinha 17 anos foi abordado pela PIDE a propósito da sua dupla nacionalidade portuguesa e alemã e foi-lhe dito que ou optava pela nacionalidade portuguesa e que teria que ir combater para a [[Guerra Colonial Portuguesa|Guerra do Ultramar]]<ref>{{Citar web|titulo=Nascimento de Herman José|url=https://www.leme.pt/magazine/efemerides/0319/nascimento-de-herman-jose.html|obra=www.leme.pt|acessodata=2019-05-09}}</ref>, ou optando pela nacionalidade alemã teria de abandonar o país, Herman optou pela nacionalidade alemã e inscreveu-se na Escola Superior de Cinema e Televisão em Munique, no entanto deu-se o 25 de Abril, e Herman permaneceu então em Portugal, no entanto com a nacionalidade alemã<ref name=":0">{{Citar web|titulo=Herman José: “Apaixonar-me é raríssimo. E nunca sofro”|url=https://www.sabado.pt/vida/pessoas/detalhe/herman-jose-apaixonar-me-e-rarissimo-e-nunca-sofro|obra=www.sabado.pt|acessodata=2019-05-09|lingua=pt-pt}}</ref> que se mantem até aos dias de hoje, Herman José já mostrou no entanto vontade de voltar a possuir dupla nacionalidade, e diz ser uma questão de tempo até a readquirir.
 
<br />
Em 1982 começa a apresentar na [[Rádio Comercial]] o programa "A Flor do Éter".<ref>{{citar web | url=http://www.coiso.net/velhocoiso/melhor_ar.html | título= Título ainda não informado (favor adicionar) | publicado=www.coiso.net }}</ref>
 
Em 1983 leva ao [[Festival RTP da Canção]] o tema ''A Cor do Teu Baton'' que fica em 2.º lugar. Em Outubro de 1983 tem o seu primeiro programa de humor com ''[[O Tal Canal]]''<ref>{{Citar web|titulo=Vida Extra {{!}} O tal canal: Durante quase 20 anos, Herman José foi o maior português vivo|url=https://vidaextra.expresso.pt/cronicas/2018-10-29-O-tal-canal-Durante-quase-20-anos-Herman-Jose-foi-o-maior-portugues-vivo|obra=Vida Extra|acessodata=2019-05-09|lingua=pt-PT}}</ref><ref name=":0" /> que permite a quase unanimidade à volta do seu humor, num dos seus mais profícuos trabalhos. A sua equipa regressa em ''[[Hermanias]]'' (1984), consolidando algumas das suas personagens mais marcantes, como o cronista de futebol ''José Estebes'', e criando outras como o cantor popular ''Serafim Saudade'', o comentador ''Doutor Pinóquio'' e o câmara / censor ''José Cortes'', que interrompia as cenas mais picantes com os gritos ''O que é isto ? Estamos a brincar, isto é um programa de televisão ou quê ?''. Em 1985 participa no Concurso "1,2,3".
 
No programa seguinte, ''[[Humor de Perdição]]'' (1987), cria a personagem ''Maximiana'', e é confrontado com a suspensão do mesmo por parte do Conselho de Administração da [[RTP]], na sequência da sua ''entrevista histórica'' (uma rubrica do programa) à [[Rainha Santa Isabel]] que o lado mais conservador do poder considerou como um ''atentado aos valores históricos''.