Diferenças entre edições de "Joshua Slocum"

78 bytes removidos ,  16h31min de 9 de maio de 2019
Slocum partiu com menos de US$ 50, provisões para alguns meses e uma espingarda para se proteger de [[Pirata|piratas]]. O roteiro era cruzar o [[Oceano Atlântico|Atlântico]] em direção à [[Europa]] e depois seguir para a [[Terra do Fogo]], atravessar o [[oceano Pacífico]] até a [[Oceania]], contornar o [[Cabo da Boa Esperança]] pelo [[oceano Índico]] e voltar pelo Atlântico para o ponto de partida. A viagem teve várias dificuldades. Pouco depois do início da aventura, em 24 de julho de 1895, Slocum já enfrentava a primeira tempestade. Ao passar pelo [[Estreito de Magalhães]], enfrentou duas tentativas de invasão. Em [[1897]], ao passar pela [[Grande Barreira de Coral|Grande Barreira de Corais]], por pouco não encalhou. Nos locais onde parava, buscava realizar palestras, geralmente recebendo pagamento em produtos de subsistência. À bordo do ''Spray'', alimentava-se de batatas, bacalhau salgado, biscoitos e de peixes que caíam no barco.
 
Em [[1899]], descreveu sua viagem no livro ''Sailing Alone Around the World'' (Navegando solitário ao redor do mundo), publicado em [[1900]] com 5 mil exemplares, um livro de sucesso instantâneo, hoje considerado um clássico da [[literatura]] de viagens. É uma maravilhosa aventura no ocaso da idade das viagens a vela e serviu de inspiração para muitos que vieram depois. Com o que ganhou dos direitos autorais, comprou sua primeira casa. No entanto, não ficou muito tempo em terra firme. Em [[1905]] partia para as [[Índias Ocidentais]], voltando no ano seguinte. Depois, partiria para sua última viagem, à [[Amazônia]].<ref>{{citar web|URL=https://<!-- marsemfim.com.br/joshua-slocum-mestre-dos-mares/?fbclid=IwAR1nZ7cLEpSLYVqJmnTjXC1kq1aC83omuBl5PaYwmkfKx1uPOZEuA9z4Jpk -->|título=Joshua Slocum, mestre dos mares|autor=João Lara Mesquita|data=17 de abril de 2019|publicado=Mar Sem Fim|acessodata=30 de abril de 2019}}</ref>
 
== Navegando em solitário ==
58 263

edições