Diferenças entre edições de "Subdivisões de Timor-Leste"

27 bytes adicionados ,  15h22min de 12 de maio de 2019
sem resumo de edição
(10 new sucos and 8 new aldeias in 2017)
O território de [[Timor-Leste]] é constituído pela metade oriental da ilha de [[Timor]], a ilha de [[Ataúro]], a norte da costa de [[Díli]], o ilhéu de [[Jaco]], no extremo leste, e o [[enclave]] de [[OecusseOe-Cusse Ambeno]], na costa norte do [[Timor Ocidental|território indonésio]]. O total do território perfaz uma área de aproximadamente 15 mil km², possui uma população estimada em quase 955 mil habitantes, com uma média de 5 habitantes por família, e tem por capital a cidade de [[Díli]].
 
==Divisão administrativa portuguesa==
Em [[1908]], [[Portugal]] dividiu o [[Timor Português|território timorense]] em 15 '''comandos militares''', encarregues também da administração civil, descentralizando-a. Uma década mais tarde a [[Portugal|metrópole]] criou as primeiras '''circunscrições civis''', desmembrando o [[monopólio]] do poder militar, cuja necessidade havia terminado com a assinatura da Sentença Arbitral de [[1914]] com a [[Países Baixos|Holanda]].
 
Só em [[1940]] é criado o primeiro ''' [[concelho]] ''' –- o concelho de [[Díli]] -–, tendo a partir de então coexistido concelhos e circunscrições até à elevação da última circunscrição (OecusseOe-Cusse Ambeno) a concelho, em Agosto de [[1973]]. Em meados da década de 60, a [[Timor Português|administração portuguesa]] assentava em 11 [[concelho]]s, [[Bobonaro (município)|Bobonaro]], [[Cova Lima]], [[Liquiçá (município)|Liquiçá]], [[Ermera (município)|Ermera]], [[Díli (município)|Díli]], [[Ainaro (município)|Ainaro]], [[Manufahi|Same]], [[Manatuto (município)|Manatuto]], [[Baucau (município)|Baucau]], [[Viqueque (município)|Viqueque]] e [[Lautém (município)|Lautém]]; e numa circunscrição, o [[enclave]] de OecusseOe-Cusse Ambeno. As fronteiras destas divisões são quase idênticas às dos actuais [[município]]s, com três diferenças: o concelho de [[Aileu (município)|Aileu]] foi, nos últimos anos da [[Timor Português|administração portuguesa]] desmembrado do de [[Díli (município)|Díli]]; e, sob a [[Timor Timur|administração indonésia]], o subdistrito de Turiscai passou do distrito de [[Ainaro (município)|Ainaro]] para o de [[Manufahi]], em troca do de Hato Udo, que passou a pertencer a [[Ainaro (município)|Ainaro]].
 
==Municípios==
[[Imagem:2015 East Timor municipalities numbers.png|thumb|Municípios de Timor-Leste]]
 
Em termos administrativos, [[Timor-Leste]] encontra-se dividido em 13 ''' [[município]]s''' (arcaico: ''distritos''): [[Bobonaro (município)|Bobonaro]], [[Liquiçá (município)|Liquiçá]], [[Díli (município)|Díli]] e [[Baucau (município)|Baucau]], na costa norte; [[Cova Lima]], [[Ainaro (município)|Ainaro]], [[Manufahi]] e [[Viqueque (município)|Viqueque]], na costa sul; [[Manatuto (município)|Manatuto]] e [[Lautém (município)|Lautém]], da costa norte à costa sul; [[Ermera (município)|Ermera]] e [[Aileu (município)|Aileu]], situados no interior montanhoso; e OecusseOe-Cusse Ambeno, [[enclave]] no [[Timor Ocidental|território indonésio]]. Os actuais 13 municípios de [[Timor-Leste]] mantêm os limites dos 13 [[concelho]]s existentes durante os últimos anos do [[Timor Português|regime português]]. Cada um destes municípios possui uma cidade [[capital]] e é formado, por sua vez, por postos administrativos, variando o número destes entre três e sete, numa média de cinco postos administrativos por município.
 
De entre todos os municípios de [[Timor-Leste]], é [[Viqueque (município)|Viqueque]] que apresenta uma área maior (884 km²) e [[Díli (município)|Díli]] dimensões menores (364 km²). De uma maneira geral, os municípios do território mais centrais apresentam uma dimensão menor, e os municípios localizados junto à fronteira e na zona leste apresentam áreas superiores à média.
O município de [[Baucau (município)|Baucau]] é o que possui um maior número de sucos, 59, e o município de [[Ainaro (município)|Ainaro]] o que apresenta menos divisões, 21 sucos. Muito embora tal facto se deva à dimensão dos próprios municípios, a verdade é que [[Ainaro (município)|Ainaro]] possui metade da área de [[Baucau (município)|Baucau]], mas apenas um terço das suas divisões administrativas.
 
Analisando a média distrital de número de sucos por postos administrativos, os municípios mais centrais salientam-se como os mais segmentados administrativamente. [[Aileu (município)|Aileu]] e [[Ermera (município)|Ermera]] possuem a média mais elevada, 31 sucos por município, e [[Ainaro (município)|Ainaro]] e OecusseOe-Cusse Ambeno apresentam a média mais baixa, 5 sucos por posto administrativo.
 
Também em valores absolutos são os postos administrativos mais centrais e montanhosos que apresentam um maior número de sucos: [[Aileu]], município de [[Aileu (município)|Aileu]], e Bobonaro, município de [[Bobonaro (município)|Bobonaro]], são compostos por 18 divisões cada um; contrariamente, os postos administrativos de Hato Udo, em [[Ainaro (município)|Ainaro]], e Tutuala, em [[Lautém (município)|Lautém]], ambos perto da costa e com um relevo suave, possuem apenas dois sucos cada um.
|[[Manufahi (município)|Manufahi]] || align=center|29 || align=center|137
|-
|[[OecusseOe-Cusse (município)|OecusseAmbeno]]|| align=center|18 || align=center|63
|-
|[[Viqueque (município)|Viqueque]] || align=center|36 || align=center|234
798

edições