Análise de sistemas: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  22h53min de 12 de maio de 2019
m
sem resumo de edição
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 200.233.153.209, com Reversão e avisos)
m
Os profissionais da área geram softwares (programas), que são executados em hardwares (equipamentos) operados por usuários (indivíduos), preparados e treinados em procedimentos operacionais padronizados, dotados de conhecimentos do software e hardware para seu trabalho. A partir de então a análise de sistemas é uma profissão cujas responsabilidades concentram-se na análise do [[sistema]] e na administração de [[sistemas computacionais]]. Cabe a este profissional parte da organização, implantação e manutenção de [[aplicativo]]s e [[rede de computadores|redes de computadores]], ou seja, o analista de sistemas é o responsável pelo levantamento de informações sobre uma [[empresa]] a fim de utilizá-las no desenvolvimento de um sistema para a mesma ou para o levantamento de uma necessidade específica do cliente para desenvolver este programa específico com base nas informações colhidas.
 
O profissional geralmente possui conhecimento adquirido em faculdades de [[Sistemas de informação]], [[Desenvolvimento web|Sistemas para Internet]], [[Ciência da computação]], Análise de sistemas, [[Engenharia dade Computação]], [[Engenharia de software|Engenharia de Software]], [[Processamento de dados]], [[Informática]], [[Licenciatura em Computação]] ou outros cursos similares, mas a ausência de restrições para o exercício do cargo permite a profissionais capacitados de outras áreas ou mesmo que não possuem educação superior cumprirem este papel nas empresas.
 
Como é uma ênfase, o foco e o núcleo de trabalho está voltado para o [[processo de desenvolvimento de software]], levando em conta a área tecnológica em que irá auxiliar. O analista de sistemas deve servir como um tradutor entre as necessidades do [[usuário]] e o programa a ser desenvolvido pelo [[programador]]. Para isto, deve ter conhecimento abrangente da [[área de negócio]] na qual o sistema será desenvolvido, a fim de que possa implementar corretamente as [[regras de negócio]].
208

edições