Abrir menu principal

Alterações

m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 201.17.109.136, com Reversão e avisos
Durante esse tempo Piaf estava fazendo muito sucesso em [[Paris]] e em toda a [[França]]. Após a [[Segunda Guerra Mundial]], tornou-se famosa internacionalmente, excursionando pela [[Europa]], [[Estados Unidos]] e [[América do Sul]]. De início ela se deparou com pouco sucesso entre o público norte-americano. Entretanto, após a publicação de brilhante matéria de proeminente crítico de Nova York,<ref name="yahoomusicbio"/> Piaf viu seu sucesso crescer ao ponto de sua popularidade levá-la a se apresentar oito vezes no [[Ed Sullivan Show]] e duas vezes no [[Carnegie Hall]] ([[1956]] e [[1957]]).
 
Em [[1947]], ela faz seus primeiros shows nos [[Estados Unidos]]. Em [[1948]] durante sua volta aos Estados Unidos, ela conhece o grande amor de sua vida,<ref name="csmonitor0707"/> o pugilista Marcel Cerdan. De nacionalidade francesa, mas nascido na [[Argélia]], Marcel era casado ao começar tórrido romance com Édith Piaf. Pouco tempo depois de os dois se conhecerem, Marcel tornou-se campeão mundial de [[boxe]]. Em [[28 de outubro]] de [[1949]], Marcel morreu em acidente de avião num voo de Paris para [[Nova Iorque]],<ref>[http://www.marcelcerdanheritage.com/2en.aspx?sr=12 Marcel Cerdan's tragic disappearance (1949) ] - Marcel Cerdan Heritage </ref> onde a reencontraria. Arrasada pelo sofrimento e também pelo sofrimento de poliartrite aguda, Édith Piaf começa a se aplicar fortes doses de [[morfina]]. Seu grande sucesso ''"Hymne à l'amour"'' e ''"Mon Dieu"'' foram cantadas por Édith em memória de Marcel.
 
Em [[1951]], o jovem cantor [[Charles Aznavour]] converte-se em seu secretário, assistente, chofer e confidente. Ela ajudou a decolar sua carreira, levando-o em turnê pelos Estados Unidos e pela França e gravando algumas de suas músicas. Em setembro de [[1952]] casa-se com o célebre cantor francês [[Jacques Pills]], do qual se divorcia em [[1956]].
 
Começa uma história de amor com Georges Moustaki ("Jo"), que Édith lança para a música. Ao seu lado sofre um grave acidente automobilístico em [[1958]], que piora seu já deteriorado estado de saúde e sua dependência de morfina. Edith grava novo sucesso, a canção [[''"Millord"'']], da qual Moustaki é o autor.
 
No ano de [[1960]], Piaf grava mais uma clássico, [[Nón, je ne regrette rien]], mais um sucesso extraordinário. Na
música, ela diz que não se arrepende de nada que aconteceu em sua vida trágica.
 
Em [[1962]], Piaf casa-se com [[Théo Sarapo]],<ref name="yahoomusicbio"/> cabeleireiro de ascendência grega que se tornou posteriormente cantor e ator, 20 anos mais novo do que ela.