Diferenças entre edições de "Caboclo"

466 bytes removidos ,  00h25min de 14 de maio de 2019
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:14d:1499:40aa:ddda:3260:3647:5c9d (cite fontes ), com Reversão e avisos
(→‎Etnônimo: O Dia do Caboclo (24 de junho) é data oficial da Cidade de Manaus (Lei nº 1.151, de 15/10/2007) e do Estado do Amazonas (Lei nº 3.140, de 28/06/2007). A Constituição do Estado do Amazonas (art. 205, VI) e a Lei Orgânica de Manaus também protegem a cultura cabocla, esta última também reconhecendo "os mestiços e os caboclos como um grupo étnico-racial e cultural nativo" e "o território do Município como mestiço e caboclo" (art. 338, §4º, I e II).)
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:14d:1499:40aa:ddda:3260:3647:5c9d (cite fontes ), com Reversão e avisos)
 
Na [[América do Sul]], ''mameluco'' (mais comumente conhecido como "caboclo") é, também, o termo usado para identificar pessoas mestiças. Nos [[Século XVII|séculos 17]] e [[Século XVIII|18]], ''mameluco'' referia-se a bandos organizados por colonizadores (mesclados ou não) caçadores de [[escravo]]s. Mamelucos eram, em sua maioria, exploradores que vagueavam pelo interior da América do Sul desde o [[Oceano Atlântico|Atlântico]] até às encostas dos [[Andes]], e do [[rio Paraguai]] até ao [[rio Orinoco]] fazendo incursões nas áreas indígenas em busca de [[metais preciosos]].
 
O Dia do Caboclo (24 de junho) é data oficial da Cidade de Manaus (Lei nº 1.151, de 15/10/2007) e do Estado do Amazonas (Lei nº 3.140, de 28/06/2007). A Constituição do Estado do Amazonas (art. 205, VI) e a Lei Orgânica de Manaus também protegem a cultura cabocla, esta última também reconhecendo "os mestiços e os caboclos como um grupo étnico-racial e cultural nativo" e "o território do Município como mestiço e caboclo" (art. 338, §4º, I e II).
 
== Etimologia ==