Diferenças entre edições de "Pontífice máximo"

412 bytes adicionados ,  21h14min de 14 de maio de 2019
Resgatando 4 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Resgatando 4 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
 
 
=== Desenvolvimento durante a República Romana ===
Na [[República Romana]], o pontífice máximo foi o mais alto cargo na antiga [[Religião na Roma Antiga|religião romana]]. Ele era o mais importante dos pontífices no Colégio de Pontífices que ele dirigia. Provavelmente após a queda da monarquia, os romanos também criaram o sacerdócio do [[rei das coisas sagradas]] (''rex sacrorum'') para executar as funções religiosas de [[rituais]] e [[sacrifícios]] anteriormente feitas pelo rei. O pontífice máximo foi, no entanto, expressamente proibido de exercer qualquer cargo político ou de participar do [[Senado romano|senado]] como uma precaução para evitar que o pontífice se tornasse um tirano. O rei das coisas sagradas era ainda subordinado aos fundadores da república, como o pontífice máximo, como mais um meio para evitar a tirania.<ref>[http://abacus.bates.edu/~mimber/Rciv/public.relig.htm Roman Public Religion] {{Wayback|url=http://abacus.bates.edu/~mimber/Rciv/public.relig.htm |date=20110318050320 }} Roman Civilization, bates.edu retrieved August 17, 2006</ref> Outros membros deste sacerdócio incluem os [[flâmine]]s (cada uma dedicada a uma grande divindade), e as [[Vestal|vestais]]. Durante o início da república, o pontífice máximo selecionava os membros para ocupar estes cargos. No entanto, havia muitos outros funcionários religiosos, incluindo os [[áugure]]s ou arúspices (originalmente cargos [[etruscos]] que liam a vontade dos deuses: a partir do voo e do comportamento das aves e das entranhas do sacrifício de animais), [[fecial|feciais]] (''fetiales'') e muitas outras faculdades e gabinetes individuais.
 
A residência oficial do pontífice máximo foi a [[Casa Pública]] (''Domus Publica'') que se situava entre a casa das virgens vestais e a [[Via Sacra]], perto da [[Régia]], no [[Fórum Romano]]. Seus deveres religiosos foram realizados a partir da Régia ou "casa do rei". A menos que o pontífice máximo fosse também [[magistrado]], ele não estava autorizado a vestir a [[toga pretexta]], ou seja, a toga púrpura. No entanto, ele podia ser reconhecido pela faca de ferro (secespita)<ref name=livius/> ou a pátera<ref>[http://employees.oneonta.edu/farberas/arth/ARTH200/politics/aurelian_panels.html Panel Reliefs of Marcus Aurelius and Roman Imperial Iconography] State University of New York, College at Oneonta retrieved Sept. 14, 2006</ref> e às vestes ou togas com uma parte do manto cobrindo a cabeça.
 
=== Funções ===
O principal dever do pontífices era manter ''[[pax deorum]]'' ou ''paz dos deuses''.<ref>[http://patriot.net/~carey/afa/latinclub/persecution.htm The Roman Persecution of Christians] {{Wayback|url=http://patriot.net/~carey/afa/latinclub/persecution.htm |date=20011118211241 }} By Neil Manzullo February 8th , 2000 Persuasive Writing, retrieved August 17, 2006</ref><ref>[http://www.everything2.com/index.pl?node_id=993031 Pax Deorum] everything2.com retrieved August 17, 2006</ref><ref>[http://encarta.msn.com/encnet/refpages/RefArticle.aspx?refid=761568005 "Roman Mythology,"] Microsoft Encarta Online Encyclopedia 2006
[http://encarta.msn.com/encnet/refpages/RefArticle.aspx?refid=761568005 "Roman Mythology,"] {{Wayback|url=http://encarta.msn.com/encnet/refpages/RefArticle.aspx?refid=761568005 |date=20060521103412 }} Microsoft Encarta Online Encyclopedia 2006
http://encarta.msn.com © 1997-2006 Microsoft Corporation. All Rights Reserved. retrieved August 17, 2006</ref>
</ref>
 
A imensa autoridade do sacro colégio de pontífices foi centrada no pontífice máximo, os outros pontífices formavam um consílio (''consilium'') ou seja, lhe aconselhavam. Suas funções foram parcialmente de sacrifícios rituais, embora fosse uma função importante, mais esta não era sua função mais notável, sendo seu poder real na administração dos leigos na ''jus divinum'' ou lei divina.<ref>[http://www.m-w.com/dictionary/jus+divinum jus divinum], Merriam-Webster Online Dictionary retrieved August 24, 2006</ref> Os poderes relacionados ao ''jus divinum'' são descritos como segue:
* Encyclopædia Britannica 1911 Ed.
 
* {{Citar livro|sobrenome=Smith|nome=William|título=The Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology|url =http://www.ancientlibrary.com/smith-dgra|editora=C. Little, J. Brown|local=Boston, (impresso em Londres)|ano=1870|isbn=|notas = Digitalizado por Ann Arbor, Michigan: University of Michigan Library, 2005|acessodata = 23/12/2012|ref=harv|arquivourl=https://web.archive.org/web/20060409205643/http://www.ancientlibrary.com/smith-dgra/|arquivodata=2006-04-09|urlmorta=yes}}
 
* Van Haeperen, Françoise, 2002. ''Le collège pontifical (3ème s. a. C. - 4ème s. p.&nbsp;C.)'' in series '' Études de Philologie, d'Archéologie et d'Histoire Anciennes'', no. 39. (Brussels: Brepols) ISBN 90-74461-49-2 ([http://ccat.sas.upenn.edu/bmcr/2003/2003-10-16.html Bryn Mawr Classical review, 2003])
226 962

edições