Economia informal: diferenças entre revisões

20 bytes adicionados ,  16 de maio de 2019
bot: revertidas edições de 2804:7F3:4880:BF23:5042:BCFC:844B:5879 ( modificação suspeita : -26), para a edição 55162166 de FSogumo
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(bot: revertidas edições de 2804:7F3:4880:BF23:5042:BCFC:844B:5879 ( modificação suspeita : -26), para a edição 55162166 de FSogumo)
}} }}
[[Imagem:Vista do Centro de Economia Informal Raimundo de Souza Neto, Timóteo MG.JPG|miniaturadaimagem|Vista do Centro de Economia Informal Raimundo de Souza Neto, Timóteo MG]]
A '''Economia informal''' envolve as atividades que estão à margem da formalidade, sem firma registrada, sem emitir [[nota fiscal|notas fiscais]], sem empregados registrados e sem contribuir com [[imposto]]s ao [[governo]]. Globalmente, existem vários tipos de economia informal, que vão desde vendedores ambulantes, advogados, manicures e professores, até mesmo a grandes mercados informais como a pirataria de cocaobras audiovideofónicas, [[tráfico de drogas]], mercado da [[prostituição]] e da venda de armamentos ilegais.
 
Desta forma, pode definir-se '''jdjdjdieconomia informal '''como tudo que é produzido pelo setor primário, secundário ou terciário sem conhecimento do governo (o governo não consegue arrecadar impostos e não são recolhidos os [[encargo]]s sociais dos [[Trabalho informal|trabalhadores da informalidade]]).{{Carece de fontes|cod1|cod2|codN|data=julho de 2012}}
 
==Causas ==