Diferenças entre edições de "Reformismo"

567 bytes adicionados ,  09h32min de 17 de maio de 2019
Resgatando 3 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
m (Desfeita a edição 51567039 de 201.22.75.207)
Etiqueta: Desfazer
(Resgatando 3 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
{{Artigo principal|[[Sufrágio feminino]]}}
[[Imagem:Mary Wollstonecraft by John Opie (c. 1797).jpg|direita|120px|thumb|Mary Wollstonecraft]]
Muitos consideram o livro "Defesa dos Direitos da Mulher" (1792), de [[Mary Wollstonecraft]], como a origem da longa campanha dos reformadores para [[Inclusão social|inclusão]] feminista e do movimento do [[sufrágio feminino]]. [[Harriet Taylor]] foi uma influência significativa nos trabalhos e ideias de [[John Stuart Mill]], reforçando a defesa de Mill dos [[direitos da mulher]]. Seu ensaio "Emancipação da Mulher" apareceu no ''Westminster Review'' em 1851, em resposta a um discurso de Lucy Stone dado na primeira [[National Women's Rights Convention|Convenção Nacional de Direitos da Mulher]], em [[Worcester (Massachusetts)|Worcester]], em [[Massachusetts]], em 1850. Mill cita a influência de Taylor em sua revisão final da obra ''On Liberty'', de 1859, que foi publicado logo após sua morte.<ref>[{{Citar web |url=http://feminism.eserver.org/history/docs/subjection-of-women.txt |titulo=John Stuart Mill, ''The Subjection of Women,'' The Feminism and Women's Studies site (e-text)] |acessodata=2013-12-06 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20140727035230/http://feminism.eserver.org/history/docs/subjection-of-women.txt |arquivodata=2014-07-27 |urlmorta=yes }}</ref>
 
=== Movimento Reformista islâmico de Mustafa Kemal ===
[[Imagem:Ataturk-September 20, 1928.jpg|thumb|esquerda|180px|Edição de 1928 do [[jornal]] francês ''[[L'Illustration]]'', mostrando Atatürk introduzindo o novo [[alfabeto turco]] às pessoas de [[Sinope (Turquia)|Sinope]]]]
 
Em 24 de maio de 1928, o alfabeto turco, uma variante do [[alfabeto latino]], foi implementado, substituindo o [[alfabeto árabe]], como parte da solução de Mustafa Kemal para o problema da alfabetização. O [[pedagogo]] americano John Dewey, contratado por Kemal para assessorar no processo de reforma educacional, relatou que aprender a ler e escrever em turco utilizando-se do alfabeto árabe levava três anos nos níveis mais elementares, frequentemente utilizando-se de métodos bastante cansativos para os alunos.<ref name=dew>{{Citar periódico | ultimo =Wolf-Gazo | primeiro =Ernest | jornal =Journal of American Studies of Turkey| titulo =John Dewey in Turkey: An Educational Mission | editora =American Studies Association of Turkey| local= =Ancara| ano =1996| volume =3| issn =1300-6606| paginas =15–42| url =http://www.bilkent.edu.tr/~jast/Number3/Gazo.html| acessodata =2013-12-06| arquivourl =https://web.archive.org/web/20090327060825/http://www.bilkent.edu.tr/~jast/Number3/Gazo.html| arquivodata =2009-03-27| urlmorta =yes}}</ref> Os cidadãos alfabetizados compunham menos de 10% da população da época, que se utilizavam do [[Língua turca otomana|turco otomano]], no alfabeto árabe e com [[vocabulário]] de origem [[Língua árabe|árabe]] e [[Língua persa|persa]].<ref name=dew/> A criação do alfabeto turco a partir do latino foi realizada pela ''Comissão da Língua'' (em turco: ''Dil Encümeni''), sob iniciativa de Atatürk<ref name=dew/> e sob a tutelagem de um [[caligrafia|calígrafo]] [[Armênios|armênio]]-otomano.<ref>{{citar web | título =Türkeş, Atatürk'ün imzasını hatırlattı|url=http://www.milliyet.com.tr/2005/04/25/yazar/dundar.html|citação=Atatürk'ün imzasını bir Ermeni güzel yazı hocasının çizdiğini duymuş muydun?|obra=[[Milliyet]]|autor = Dundar, Can |data=25 de abril de 2005|língua = turco}}</ref>
 
Em 1931, após participar de trabalhos de pesquisa sobre o [[Língua turca|idioma turco]], Mustafa Kemal determinou o estabelecimento da [[Associação da Língua Turca]] (''Türk Dil Kurumu''); ao avanço institucional da língua turca seguiu-se o da [[história da Turquia]], e no ano seguinte foi fundada a [[Sociedade Histórica Turca]] (''Türk Tarih Kurumu''). Mustafa Kemal ainda apelou publicamente aos setores privados e à sociedade em geral para participarem deste esforço em prol da educação.<ref name="TED">{{citar web |url=http://www.ted.org.tr/EN/BelgeGoster.aspx?17A16AE30572D313AAF6AA849816B2EF01E9BE68C047FEF5 |título=About Us |acessodata=1-2-2008 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20071117232115/http://www.ted.org.tr/EN/BelgeGoster.aspx?17A16AE30572D313AAF6AA849816B2EF01E9BE68C047FEF5 |arquivodata=2007-11-17 |urlmorta=yes }}</ref>
 
Em 1933, Mustafa Kemal Atatürk ordenou a reestruturação da [[Universidade de Istambul]], que a transformou numa instituição moderna, e estabeleceu logo a seguir a [[Universidade de Ancara]], na capital, para se assegurar do zelo e proteção dos princípios que ele via como expressões de uma sociedade moderna, como a [[Ciência]] e o Iluminismo.<ref>Saikal, [http://books.google.com/books?id=qFhU3kWXLvEC&printsec=frontcover&dq=ataturk+and+islam&as_brr=1 ''Democratization in the Middle East: Experiences, Struggles, Challenges''], 95</ref>
226 962

edições