Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
Em maio de 1922, um derrame deixou Lenin parcialmente paralisado. Residindo em sua [[Gorki Leninskiye|dacha de Gorki]], sua principal conexão com o Sovnarkom foi através de Stalin, que era um visitante regular. Lenin pediu duas vezes para obter veneno, para que pudesse cometer suicídio, mas Stalin nunca o entregou. Apesar dessa camaradagem, o líder dos bolcheviques não gostava do que chamava de astúcia "asiática" de Stalin e disse a sua irmã [[Maria Ilyinichna Ulyanova|Maria]] que ele "não era inteligente". Ambos discutiram sobre a questão do comércio exterior; Lenin acreditava que o Estado soviético deveria ter o monopólio do comércio exterior, mas Stalin apoiou a opinião de [[Grigori Sokolnikov]] de que fazer isso era impraticável nesse estágio. Outro desentendimento veio sobre o caso georgiano, com o líder dos bolcheviques apoiando o desejo do Comitê Central da Geórgia de uma República Soviética da Geórgia sobre a ideia do Secretário Geral de uma República Transcaucasiana.
 
Também discordaram sobre a natureza do estado soviético. Lenin pediu que o país fosse renomeado para "União das Repúblicas Soviéticas da Europa e da Ásia", refletindo seu desejo de expansão nos dois continentes. Stalin acreditava que isso encorajaria o sentimento de independência entre os não russos, em vez de argumentar que as minorias étnicas estariam contentes como repúblicas autônomas dentro da República Socialista Federativa Soviética da Rússia. LêninLenin acusou Stalin dode "Grande Chauvinismo Russo"; Stalin o acusou de "liberalismo nacional". Um compromisso foi alcançado, em que o país seria renomeado a "[[União Soviética|União das Repúblicas Socialistas Soviéticas]]" (URSS). A formação da URSS foi ratificada em dezembro de 1922; embora oficialmente um sistema federal, todas as decisões importantes foram tomadas pelo [[Politburo do Partido Comunista da União Soviética|Politburo governante do Partido Comunista da União Soviética]] em Moscou.
 
Suas diferenças também se tornaram pessoais; Lenin ficou particularmente irritado quando Stalin foi rude com sua esposa Krupskaya durante uma conversa telefônica. Nos últimos anos de sua vida, Krupskaya forneceu figuras do governo com o [[Testamento de Lenin]], uma série de notas cada vez mais depreciativas sobre Stalin. Estes criticaram suas maneiras rudes e o poder excessivo, sugerindo que deveria ser removido da posição de Secretário Geral. Alguns historiadores questionaram se Lenin os produziu, sugerindo que talvez tenham sido escritos por Krupskaya, que tinha diferenças pessoais com Stalindele; Stalin, no entanto, nunca manifestou publicamente preocupações sobre sua autenticidade.
 
== Ascensão ao poder ==
120 959

edições