Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho ,  20 maio
*Uma segunda hipótese, que não contradiz necessariamente a primeira, assenta na constatação de que o esporófito não tem limitações ecológicas para crescer em altura, já que não precisa de qualquer tipo interacção para produzir os esporos e proceder à sua libertação no ambiente. Por outro lado, o gametófito, produtor de gâmetas masculinos e femininos, deve ter uma constituição que garanta que os gâmetas masculinos possam nadar até os femininos para que ocorra a fertilização e o ciclo seja reiniciado. Isso limitaria muito a exploração de diferentes morfologias do gametófito, que necessariamente deve estar ligado ao solo para garantir a fertilização e, portanto, a sobrevivência da espécie.<ref name="judd1" />
== Filogenia ==
Todas as algas verdes e plantas terrestres são agora consideradas como formando uma única linhagem evolutiva ou [[clado]], geralmente designado por [[Viridiplantae]] (ou seja, ''«plantas verdes»''). De acordo com várias estimativas obtida por análise do seu [[relógio molecular]], o clado Viridiplantae separou-se, entre os 1200 milhões e os 725 milhões de anos atrás, em dois clados: (1) as [[clorófita]]s ([[Chlorophyta]]); e (2) as [[estreptófita]]s ([[Streptophyta]]).;
 
As clorófitas são consideravelmente mais diversificadas (com cerca de 700 géneros) e eram originalmente marinhas, embora alguns grupos se tenham expandido para a [[água doce]].
Utilizador anónimo