Sant'Elena dei Credenzieri: diferenças entre revisões

Resgatando 0 fontes e marcando 1 como inativas. #IABot (v2.0beta14)
(Resgatando 0 fontes e marcando 1 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
 
Em 1577, a igreja foi concedida pelo [[papa Gregório XIII]] à "[[Confraria]] dos ''Credenzieri''", o nome pelo qual eram conhecidos os serventes e as domésticas das residências dos [[cardeal|cardeais]] e nobres da cidade, reconhecida pelo [[papa Paulo IV]] em 1557. Esta confraria, que foi sediada em ''[[San Salvatore in Lauro]]'' e, depois, em ''[[San Luigi dei Francesi]]'', mandou reconstruir a igreja em 1594, encomendando a obra ao arquiteto Francesco Ferrari e dedicando-a à sua [[padroeira]], [[Helena de Constantinopla|Santa Helena]]. No início do século XIX, depois da dissolução da confraria pelos [[ocupação napoleônica de Roma|franceses ocupantes]], o edifício passou para a "[[Arquiconfraria]] de Jesus Nazareno". A igreja então passou a ser conhecida como ''Sant'Elena alli Cesarini'', nome de outra família que possuía um palácio nas imediações (veja, por exemplo, ''[[San Nicola dei Cesarini]]'').
 
Desde 1594, a igreja foi sede de uma [[paróquia]] com o nome de ''San Nicola dei Molini''. Quando o edifício foi reconstruído, a paróquia foi suprimida e seu território foi dividido entre as paróquias vizinhas, de ''San Nicola dei Cesarini'' e ''[[San Biagio dell'Anello]]<ref>''{{citar livro| url = http://www.archivi.beniculturali.it/DGA-free/Quaderni/Quaderno_59.pdf| subtítulo = Le scritture parrocchiali di Roma e del territorio vicariale| título = Quaderni della rassegna degli Archivi di Stato nº 59| local = Roma| ano = 1990| página = 29 e 84| língua = italiano}}{{Ligação inativa|1={{subst:DATA}} }}</ref>.
 
A igreja tinha uma [[nave (arquitetura)|nave]] única com três altares. No [[altar-mor]] estava uma tela dedicada a Santa Helena, da escola de [[Cristoforo Roncalli|Pomarancio]]; no altar de [[Nossa Senhora da Assunção]], uma obra de [[Orazio Borgianni]]; e no altar de [[Santa Catarina de Alexandria|Santa Catarina]], uma tela dedicada à santa de [[Cavalier d'Arpino]].
230 311

edições