Diferenças entre edições de "LAN house"

2 964 bytes removidos ,  15h10min de 23 de maio de 2019
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 179.98.157.219 (sem fontes, VDA https://www.cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic-lanhouse-2010.pdf e spam), com Reversão e avisos
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 179.98.157.219 (sem fontes, VDA https://www.cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic-lanhouse-2010.pdf e spam), com Reversão e avisos)
 
O Projeto Lan-Social, do Professor Ernesto Neto, que presidiu uma importante associação semeadora desta ideia, de 2007 até 2010, já tem alcançado este sucesso e agora está sendo desenvolvido em variantes bem interessantes por todo país.
 
Todas leis de regulamentação, para esta atividade no Brasil, foram criadas a partir de esforços do CDI Lan, o SINDLANSP ( SINDIPLOCACEDRESP razão social na receita), este representado por Ernesto Cerino (Neto), que em um esforço junto ao então Deputado Paulo Teixeira (PT) e o Senador Aluízio Mercadante (PT), elaboraram uma cartilha de conduta e regras de regulamentação, obtendo assim dois CNAE , um para estabelecimentos com atividades de jogos, e outro para estabelecimentos com atividades mistas.
 
Foi também o Professor Ernesto Cerino (Neto), quem realizou a maior caça a pedófilos na rede, dando suporte e ensinando os mais diversos órgãos de investigação o caminho para achar, prender e desmontar verdadeiros cartéis de pedofilia que existiam livremente no Brasil.
 
As leis de combate tiveram seu embrião todo baseado no manual de Controle e Conduta do SINDLANSP, adotado pela CPI de combate a pedofilia e pela PF.
 
== Estatísticas ==
| doi =
| acessodata = 2009-07-31 }}</ref>
 
== Ferramentas de Gestão ==
 
Na última pesquisa do [[Comitê Gestor da Internet no Brasil|CGI.br]] sobre o uso de '''programas para LAN House''', foi constatado que a grande maioria (76%) usa algum software de gestão para realizar tarefas, por exemplo: controlar as estações do estabelecimento, cadastrar clientes, fazer relatórios financeiros, abrir e fechar caixa, entre outras. A pesquisa mensurou o uso de 21 softwares de gerenciamento. O software apontado como o mais utilizado (26%) foi o '''Timer Café''', seguido pelo '''Cyber Manager''' (14%). Ainda 10% dos entrevistados citaram o uso do '''VsCyber''' e 7% do '''OptiCyber'''. Os principais softwares de gestão disponíveis no mercado funcionam exclusivamente em plataformas de código proprietário, o que também explica a preferência quase absoluta pelo sistema operacional Windows. O cadastramento de clientes é realizado por 73% das lanhouses encontradas. É prática mais recorrente na região Sudeste, e menos no Nordeste. As regiões Sul, Norte, Centro-Oeste apareceram com um perfil muito semelhante no cadastramento de clientes, com uma taxa de 74 a 79%. Os estabelecimentos que a adotam reportaram o número de clientes cadastrados: 29% com cadastro de até 150 clientes, 30% entre 151 e 400, 22% entre 401 e 1.000, 13% mais de 1.000 usuários cadastrados. Uma parcela dos respondentes (6%) não soube dizer o número de clientes no cadastro.<ref>{{citar web
|url= https://www.cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic-lanhouse-2010.pdf
|título= Pesquisa sobre o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação no Brasil - TIC Lanhouse 2010
|publicado= Comitê Gestor da Internet no Brasil
|formato = PDF
|data= 23-06-2010
}}</ref>
 
{|
|-
| [[file:Programa Timer Cafe LAN HOUSE Manager módulo Administrador.jpg|thumb|Exemplo de um programa gerenciador para Lan House Servidor]] || [[file:Programa Gerenciador de LAN HOUSE Timer Café módulo cliente conectado.jpg|thumb|Exemplo de um programa gerenciador para Lan House Cliente]]
|}
 
== Entidades e Associações ==