Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
Para os gregos, [[Tântalo]] foi um monarca primordial da mítica Lídia e [[Niobe]], sua orgulhosa filha. Através do marido dela, [[Anfião]], a Lídia estava ligada à [[Tebas (Grécia)|Tebas]], na [[Grécia Antiga|Grécia]], e através de [[Pélope]], a linhagem de Tântalo era parte dos [[mito fundador|mitos fundadores]] da segunda dinastia de [[Micenas]]{{ref label2|a}}.
 
Ainda segundo a mitologia grega, a Lícia era também o lugar onde se originou o [[machado duplo]] chamado ''[[labryslábris]]''<ref>Fontes citadas por Karl Kerenyi, ''The Heroes of the Greeks'' 1959, p. 192.</ref> [[Ônfale]], a filha do rio IardanosJardano, era uma monarca da Lídia a quem [[Hércules]] teve que servir por um tempo. Suas aventuras na região são as de um herói grego numa terra periférica e estranha: durante sua estadia, Hércules escravizou os itones, matou Sileu, que forçava os viajantes a capinarem seus vinhedos, assassinou a [[serpente (mitologia)|serpente]] do rio Sangarios (que aparece ainda hoje no céu na forma da constelação de [[Ofiúco]]<ref>HyginusHigino, ''AstronomicaAstronômica'' ii.14.</ref> e capturou os trapaceiros símios, os [[cercopes]]. Relatos afirmam que houve pelo menos um filho de Hércules e Ônfale: [[Diodoro Sículo]]<ref>Biblioteca Histórica 4.31.8</ref> e [[Ovídio]]<ref>''Heroides'' 9.54</ref> mencionam Lamos, [[Pseudo-Apolodoro]]<ref>''[[Bibliotheke]]'' 2.7.8</ref> afirma que foi [[Agelau (filho de Héracles)|Agelau]] e [[Pausânias (geógrafo)|Pausânias]]<ref>Descrição da Grécia 2.21.3</ref> traz o nome de Tirseno, que seria filho de Hércules com "a lídia".
 
Os três casos indicam uma dinastia lídia reivindicando Hércules como ancestral. Heródoto (1.7) faz referência a uma [[heráclidas|dinastia heráclida]] de reis que governaram a Lídia, ainda que não fossem descendentes de Ônfale. Ele também menciona (1.94) a lenda recorrente de que a [[civilização etrusca]] teria sido fundada por colonos da Lídia liderados por [[Tirreno (mitologia)|Tirreno]], irmão de Lido. Porém, [[Dionísio de Halicarnasso]] duvidava da história, indicando que era sabido que a [[língua etrusca|língua]] e os costumes etruscos eram completamente diferente dos lídios. Cronologistas posteriores também ignoraram a afirmação de Heródoto de que [[Agrão da Lídia|Agrão]] seria o primeiro rei lídio e incluíram [[Alceu (mitologia)|Alceu]], [[Belo (assírio)|Belo]] e [[Nino (rei da Lídia)|Nino]] em suas listas de reis da Lídia. [[Estrabão]]<ref>''[[Geografia (Estrabão)|Geographia]]'' 5.2.2</ref> faz de Atis, pai de Lido e Tirreno, um descendente de Hércules e Ônfale. Todos os demais relatos nomeiam Atis, Lido e Tirreno como sendo reis pré-heráclidas da Lídia.