Abrir menu principal

Alterações

m
Resgatando 11 fontes e marcando 2 como inativas. #IABot (v2.0beta15)
[[Imagem:901cherryave.jpg|thumb|esquerda|260px|Sede do YouTube em [[San Bruno (Califórnia)|San Bruno]], [[Califórnia]].]]
 
O YouTube foi fundado por [[Chad Hurley]], [[Steve Chen]] e [[Jawed Karim]], que eram funcionários da [[PayPal]].<ref name="usatoday">{{Citar web| url = http://www.usatoday.com/tech/news/techinnovations/2005-11-21-video-websites_x.htm |título= Video websites pop up, invite postings |acessodata= 2006-07-28 | ultimo = Graham | primeiro = Jefferson |data= 2005-11-21 | obra = USA Today | publicado = Gannett Co. Inc |língua= en}}</ref> Antes de trabalhar no PayPal, Hurley estudou design na Indiana University of Pennsylvania, e Chen e Karim estudaram [[ciência da computação]] juntos na University of Illinois at Urbana-Champaign.<ref name="uillinois">University of Illinois Department of Computer Science (2006). [http://www.cs.uiuc.edu/news/articles.php?id=2006Feb3-126 "YouTube: Sharing Digital Camera Videos"] {{Wayback|url=http://www.cs.uiuc.edu/news/articles.php?id=2006Feb3-126 |date=20090111223210 }}</ref>
 
O [[domínio]] "YouTube.com" foi ativado em [[15 de fevereiro]] de [[2005]]<ref>{{Citar web| url = http://www.alexa.com/data/details/main?q=&url=YouTube.com |título= Info for YouTube.com |acessodata= 2006-07-26 |data= 2006-07-26 | obra = Alexa.com | publicado = Amazon.com |língua= en}}</ref> e o site foi desenvolvido nos [[meses]] seguintes. Os criadores do site ofereceram uma prévia do site ao [[Espectador|público]] em Maio de [[2005]], seis meses antes do lançamento oficial.
 
=== Problema com o nome de domínio ===
O sucesso do YouTube afetou os negócios do "Universal Tube & Rollform Equipment", cuja [[URL]] original do site, YouTube.com, foi tão visitada em uma [[hora]] que se sobrecarregou e saiu do ar por causa do grande número de visitantes que não tinham certeza do modo correto que se escrevia o url do YouTube.<ref>Christian Zappone. [http://money.cnn.com/2006/10/12/news/companies/utube/index.htm "Help! YouTube is killing my business!: An Ohio company's sales get 'killed' as YouTube surfers cripple utube.com, a pipe equipment seller's web site."] ''CNNMoney.com,'' October 12, 2006; retrieved November 17, 2006.</ref> No início de Novembro de [[2006]], a Universal Tube entrou com uma ação legal na corte dos [[Estados Unidos]] contra o YouTube,<ref>Rhys Blakely. [http://www.timesonline.co.uk/article/0,,29390-2433946,00.html "Utube sues YouTube"] ''Times Online,'' November 02, 2006; retrieved November 17, 2006.</ref> pedindo que o domínio YouTube.com fosse transferido para eles,<ref>{{Citar web |url=http://www.thesmokinggun.com/archive/1102062utube7.html |título="Utube.com v. YouTube.com: Ohio pipe firm says confused web surfers are hurting its business" ''The Smoking Gun,''; |data=2 de novembro de 2006 |acessodata=17 de novembro de 2006 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20081201212959/http://www.thesmokinggun.com/archive/1102062utube7.html |arquivodata=2008-12-01 |urlmorta=yes }}</ref> sem obter exito. A partir de Junho de [[2008]] a [[url]] [http://www.utube.com utube.com] contém um simples aviso, enquanto a "Universal Tube & Rollform Equipment" se mudou para [http://www.utubeonline.com utubeonline.com]. De acordo com a ferramenta de busca de domínios [[WHOIS]], Universal Tube ainda é dona do domínio "utube.com".<ref>{{Citar web|título=WHOIS results for www.utube.com| publicado = DomainTools| url = http://www.whois.domaintools.com/utube.com |acessodata= 2008-05-29}}{{Ligação inativa|1={{subst:DATA}} }}</ref>
 
=== Dia da mentira ===
 
=== [[Serpente (jogo eletrônico)|Jogo da serpente]] nos vídeos ===
Em 2010, o YouTube criou uma alternativa divertida para quem espera o vídeo carregar. Enquanto o vídeo que você quer assistir está carregando, você pode pausar o vídeo e apertar a seta para cima ou para baixo do teclado, e você já estará jogando o "Jogo da Serpente".<ref>{{citar web|url=http://info.abril.com.br/noticias/internet/youtube-coloca-jogo-da-cobrinha-em-videos-25072010-2.shl|titulo=YouTube coloca jogo da cobrinha nos vídeos|autor=info.abril.com.br/ |data=25 de julho de 2010 |acessodata=12 de dezembro de 2010|arquivourl=https://web.archive.org/web/20100728095953/http://info.abril.com.br/noticias/internet/youtube-coloca-jogo-da-cobrinha-em-videos-25072010-2.shl|arquivodata=2010-07-28|urlmorta=yes}}</ref>
 
== Usos e operações ==
== O sistema ==
=== Formato de vídeo ===
A [[tecnologia]] de reprodução dos vídeos do YouTube é baseada no [[Adobe Flash Player]]. Essa tecnologia permite que o site exiba os vídeos com qualidade comparável a tecnologias mais estabelecidas no mercado (como o [[Windows Media Player]], [[QuickTime]] e [[RealPlayer]]) que geralmente requerem um ''[[download]]'' e instalação de um ''[[plugin]]'' no [[Navegador (informática)|navegador]] para a visualização. ''Flash'' também necessita de um ''plugin'', mas [[Adobe]] considera que o ''plugin'' do Flash 8 esteja presente em mais ou menos 90% dos [[computador]]es com acesso à Internet.<ref>{{Citar web |url=http://www.adobe.com/products/player_census/flashplayer/version_penetration.html |título=Adobe Flash Player Version Penetration|obra= [[Adobe]] }}</ref> Os vídeos do YouTube são reproduzidos usando o Flash Video ([[FLV|.flv]]) e [[codec]] de vídeo Sorenson Spark (H.263).<ref>{{Citar web |url=http://standards.jisc.ac.uk/catalogue/H.263.phtml |título=JISC Standards Catalogue - H.263 |acessodata=2008-11-24 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20081205171238/http://standards.jisc.ac.uk/catalogue/H.263.phtml |arquivodata=2008-12-05 |urlmorta=yes }}</ref><ref>{{Citar web |url=http://www.codinghorror.com/blog/archives/000755.html |título=Coding Horror: Did YouTube Cut the Gordian Knot of Video Codecs? }}</ref>
 
Os usuários podem ver o vídeo no modo janela ou tela cheia, e é possível trocar entre os modos no meio da reprodução sem a necessidade de carregar de novo o vídeo por causa da função full-screen do [[Adobe Flash Player]] 9. O vídeo também pode ser reproduzido com players como [[GOM Player]], [[gnash]], [[VLC media player|VLC]] assim como outros players baseados em [[FFmpeg]].
 
; Fora do YouTube
Cada vídeo do YouTube é acompanhado de um pedaço de [[HTML]] ''markup'' que pode ser usado para fazer a ligação com o vídeo ou [[embed]] em uma página fora do site do YouTube, a menos que o usuário que fez o [[upload]] do vídeo escolha desabilitar esse recurso. Uma pequena alteração no [[markup]] permite que o vídeo comece a reprodução quando a página carrega. Essa opção é especialmente popular em usuários de sites de relacionamentos. Os vídeos do YouTube podem também ser acedidos por um [[gadget]] que está disponível na página [[iGoogle]]<ref>{{Citar web|título= Official YouTube Gadget| url = http://googlemodules.com/module/3116/__MSG_youtube_com__ |acessodata= 2008-06-09|arquivourl= https://web.archive.org/web/20080626160005/http://googlemodules.com/module/3116/__MSG_youtube_com__|arquivodata= 2008-06-26|urlmorta= yes}}</ref>
 
Os vídeos do YouTube foram criados para serem vistos enquanto se está conectado a Internet, e nenhum recurso oficial permite o [[download]] dos vídeos para serem vistos offline.<ref>{{Citar web|título=Can I download videos to watch later? | publicado =YouTube | url = http://www.google.com/support/youtube/bin/answer.py?hl=en&answer=56100 |acessodata= 2008-06-09}}</ref> Entretanto existem alguns [[sites]]<ref>{{Citar web |url=http://flashload.net/ |título=FlashLoad.net, Javimoya.com, etc }}</ref> aplicativos (incluindo o [[Free Download Manager]]) e extensões para [[navegadores]] (como extensões para o [[Mozilla Firefox|Firefox]]) que permitem o [[download]] dos vídeos.<ref>{{Citar web |url=https://addons.mozilla.org/en-US/firefox/addon/2390 |título=Firefox VideoDownloader }}{{Ligação inativa|1={{subst:DATA}} }}</ref> Alternativamente, quando se está usando o [[Internet Explorer]], arquivos.flv podem ser copiados da pasta Temporary Internet Files do [[Microsoft Windows|Windows]], ou para o diretório /tmp em sistemas [[GNU]], para uma pasta permanente. Os arquivos.flv podem então serem vistos e editados diretamente ou convertidos para outros formatos usando vários aplicativos, como o [[VLC media player]].
 
; Em telefonia móvel
[[Brasil]], [[China]] e [[Marrocos]]<ref name="Bloqueio do site em Marrocos">{{Citar web|url=http://www.rsf.org/article.php3?id_article=22322 |título=YouTube again accessible via Maroc Telecom |acessodata=2007-05-30 |obra=rsf.org}}</ref> chegaram a bloquear o site, mas depois o bloqueio foi desfeito. Outros países tem bloqueios parciais. Nos [[Emirados Árabes Unidos]] algumas páginas estão banidas. Na [[Arábia Saudita]] a página para confirmar a data de [[nascimento]] está bloqueada, impedindo acesso a conteúdo [[adulto]]. Apesar de bloqueios em alguns países ainda é possível usar ''"[[proxies]]"'' para contornar essas restrições.
 
Na Tailândia, o Youtube foi suspenso em abril de 2007 depois de ter sido detectado um vídeo considerado ofensivo para o Rei do país. A suspensão foi levantada em agosto do mesmo ano depois de o portal ter removido o vídeo e concordado em não autorizar material semelhante.<ref>{{citar web | url=http://tecnologia.hsw.uol.com.br/youtube6.htm | título= Como Tudo Funciona | publicado=tecnologia.hsw.uol.com.br | acessodata=2014-07-23 | arquivourl=https://web.archive.org/web/20141011205352/http://tecnologia.hsw.uol.com.br/youtube6.htm | arquivodata=2014-10-11 | urlmorta=yes }}</ref>
Na [[República Popular da China]] o YouTube foi bloqueado no dia [[18 de outubro]] de [[2008]] por causa de censura da bandeira Taiwanesa. As [[URL]]s do YouTube foram redirecionadas para o buscador da China, [[Baidu]]. O site foi depois desbloqueado em [[31 de outubro]]<ref>{{Citar web |url=http://udn.com/NEWS/INFOTECH/INFS1/4061683.shtml |título=Reference }}</ref>
 
|{{DEU}} || de.youtube.com || [[Língua alemã|Alemão]] || {{dts|link=off|18|novembro|2007}}<ref>{{Citar web |url=http://mashable.com/2007/11/08/youtube-germany/ |título=YouTube Germany Launches }}</ref>
|-
|{{HKG}} || hk.youtube.com || [[Chinês tradicional]] || {{dts|link=off|17|outubro|2007}}<ref name="Chita • 檢視主題 - YouTube 台灣版推出">{{Citar web |url=http://chita.us/community/viewtopic.php?f=9&t=1294 |título=Chita • 檢視主題 - YouTube 台灣版推出 |acessodata=2008-11-24 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20081205151456/http://chita.us/community/viewtopic.php?f=9&t=1294 |arquivodata=2008-12-05 |urlmorta=yes }}</ref>
|-
|{{ISR}} || il.youtube.com || [[Língua inglesa|Inglês]] || {{dts|link=off|16|setembro|2008}}
|[[google|Google Inc.]] / MarkMonitor Inc. || youtube.com
|-
|[[Google|Google Inc.]] / MarkMonitor&nbsp;Inc. || https://web.archive.org/web/20090314112657/http://youtube.net/
|-
|[[Google|Google Inc.]] / MarkMonitor&nbsp;Inc. || https://web.archive.org/web/20060408221043/http://www.youtube.org/
|-
|[[Google|Google Inc]]. / MarkMonitor Inc. ||https://web.archive.org/web/20141015085151/http://www.yt.com/
|-
|[[WHOIS|Desconhecido]] / MONIKER&nbsp;LLC || http://yt.net/
Pela primeira vez, no dia [[22 de Novembro]] de [[2008]], o YouTube passou a ser ao vivo. Uma página produzida pelos directores do YouTube, mostrou um espectáculo ao vivo no site. Celebridades do YouTube como "What the Buck", e celebridades mundiais como Akon e Wil.I.Am estiveram presentes. Os [[MythBusters]] também fizeram seu programa. Isto pode ser realizado por causa da utilização do programa "flip". {{Carece de fontes|ciência=sim|data=Dezembro de 2008}}
 
Em 30 de novembro de 2010, o Brasil teve sua primeira transmissão ao vivo através do Youtube live. Um show de sertanejo com três horas de duração. Participaram os seguintes artistas; João Bosco e vinicius, Michel Teló, Luan Santana, Bruno e Marrone e Victor e Léo.<ref name=YoutubeSertanejo>{{Citar web |url=http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/11/18/brasil-tera-primeiro-show-ao-vivo-transmitido-via-youtube/ |título="YouTube Live chega ao país com transmissão de show sertanejo" |publicado=IDG Now! |acessodata=2011-04-03 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20101125024833/http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/11/18/brasil-tera-primeiro-show-ao-vivo-transmitido-via-youtube/ |arquivodata=2010-11-25 |urlmorta=yes }}</ref>
 
== Editor de vídeos on line ==
216 560

edições