Diferenças entre edições de "Escola de Sagres"

1 byte removido ,  03h12min de 30 de maio de 2019
m
Desfeita a edição 54834206 de 192.141.1.193
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:7f2:2a8d:f225:b0c8:dbbc:5f0:2689, com Reversão e avisos)
m (Desfeita a edição 54834206 de 192.141.1.193)
Etiqueta: Desfazer
Ainda durante o século XIX, a tese do mito da Escola de Sagres foi revista pelos historiadores. O [[Francisco de Borja Pedro Maria António de Sousa Holstein|marquês de Sousa Holstein]], em 1877, era da opinião da existência de uma academia científica, e não de uma escola; seria mais um "centro de acção" ou um "princípio inspirador". Salienta, ainda, o facto de o infante não mencionar a escola no seu testamento onde todas as suas fundações são descritas em pormenor.<ref name="olivmart"/> Luciano Pereira da Silva e Joaquim Bensaúde, são da opinião de que, na época, os marinheiros seguiam regras, não necessitando de grandes conhecimentos astronómicos, e que, quase de certeza, o infante nunca chegou a ler obras de autores citados por Oliveira Martins, como [[Johannes de Monte Régio]] ou [[Jorge de Peurbach]].<ref name="instcamoes"/>
 
== VejaVer também ==
* [[Ciência Náutica Portuguesa]]
* [[Técnicas de Marinharia]]