Diferenças entre edições de "Criança Esperança"

503 bytes adicionados ,  13h24min de 7 de junho de 2019
== História ==
 
=== Década1986–1991: dePrimeira 1980fase ===
O programa ''20 Anos Trapalhões - Criança Esperança'', que marcou a estreia da campanha social na Globo, teve supervisão geral de Walter Lacet e direção de Vitor Paranhos. Foram nove horas de transmissão, direto do Teatro Fênix, no Rio de Janeiro. No dia 28 de dezembro de 1986, a partir das 11h da manhã, e ao longo de todo o dia, o quarteto de humoristas formado por [[Renato Aragão]], [[Dedé Santana]], [[Mussum]] e [[Zacarias (comediante)|Zacarias]] recebeu diversos convidados. Participaram artistas como [[Roberto Carlos]], [[Erasmo Carlos]], [[Chacrinha]], [[Chico Anysio]], [[Eva Wilma]], [[Jô Soares]], [[Milton Gonçalves]], [[César Filho]], [[Paulo Silvino]], [[Xuxa|Xuxa Meneghel]], Lucia Alves, [[Paulo Silvino]], [[Lúcio Mauro]], Antonio Carlos Pires, [[Paulo Gracindo]], [[Arlete Salles]], Zezé Macedo, [[José Mayer]], Luiz Delfino, Felipe Camargo, [[Brandão Filho]], [[Glória Pires|Gloria Pires]], Milton Carneiro, Flávio Galvão, [[Tião Macalé]], Felipe Carone, [[Dercy Gonçalves]], Célia Biar, [[Yoná Magalhães]], Cristina Mullins, [[Paulo Celestino]], Ítala Nandi, Paulo Celestino Filho, Jomba, [[Renata Sorrah]], Dary Reis, [[Reginaldo Faria]], Estelita Bell, [[Eliezer Motta]], Wilson Grey, Milton Moraes, [[Cláudio Correia e Castro|Claudio Corrêa e Castro]], Paulete, [[Paulo Goulart]], Carlo Briani e [[Ruth de Souza]], além de autoridades e especialistas nas questões relacionadas à criança. Atletas como [[Robson Caetano]], Eliane Pereira, João do Pulo e [[Conceição Geremias]] falaram sobre suas experiências e a importância do esporte no desenvolvimento da criança. Foram exibidos pequenos documentários sobre experiências de assistência ao menor em diferentes regiões do país, como o trabalho da Pastoral do Menor, na Praça da Sé, em São Paulo. Também foram ao ar vinhetas especiais criadas para apresentar os Direitos Universais das Crianças, aprovadas pela ONU em 1959.
 
Em 1989, para marcar o quarto ano do Criança Esperança, a Globo levou ao ar, durante uma semana, uma programação especial. A abertura da campanha foi no ''[[Fantástico]]'' de 8 de outubro, com uma reportagem de [[Glória Maria]] em um projeto que atendia 600 crianças no interior de Minas Gerais. O ''[[Domingão do Faustão]]'' e ''[[Os Trapalhões]]'' daquele domingo divulgaram como as doações poderiam ser feitas. De 09 a 14 de outubro, o ''Xou da Xuxa'' apresentou pequenos documentários sobre ações básicas de saúde – amamentação, vacinação, diarréia e reidratação, crescimento infantil, tosses e resfriados e dentes –, produzidos com a assessoria da Associação Brasileira de Pediatria. Os telejornais e programas jornalísticos apresentaram reportagens sobre projetos que atendiam crianças e adolescentes. A coordenação geral da campanha era de Luiz Lobo.<ref>http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/musicais-e-shows/crianca-esperanca/crianca-esperanca-1989.htm</ref>
 
=== Década de 1990 ===
Em 1990, no quinto ano da campanha, a Globo levou ao ar dois programas especiais intitulados ''Criança Esperança 90''. Gravados no Teatro Fênix, no Rio de Janeiro, ambos tiveram concepção e direção-geral de Luiz Gleiser e apresentação de [[Lúcia Veríssimo]], [[Marcos Paulo]] e [[Sérgio Mallandro]]. O cenário – um palco branco, com um enorme arco-íris e arquibancadas circulares – foi criado por Hans Donner e Abel Gomes. O primeiro especial, exibido no sábado, dia 06 de outubro - com uma hora de duração - apresentou quadros de humor com ''[[Os Trapalhões]]'' e o elenco de ''[[TV Pirata]]''. As atrações musicais ficaram a cargo de [[Trem da Alegria]], [[Polegar (banda)|Polegar]], [[Rosanah Fienngo|Rosana]] e do menino flautista Charles. Foram exibidas ainda entrevistas feitas por [[Fausto Silva]] com meninos e meninas de rua. No domingo, 14 de outubro, foi ao ar uma versão especial da ''[[Escolinha do Professor Raimundo]]'', com a participação do elenco do humorístico e de crianças da favela da Rocinha, no Rio. [[Erasmo Carlos]], [[Chitãozinho e Xororó]] e os filhos [[Sandy e Junior]], e o grupo Moleques de Rua também se apresentaram no programa. Além de seu número musical, a apresentadora [[Xuxa]] visitou diversas instituições que cuidam de crianças abandonadas. Ao longo dos dois programas foram apresentadas quatro histórias, de seis minutos cada, que abordavam a questão da violência contra crianças e a situação dos menores de rua. Os quadros de dramaturgia foram escritos por Luiz Carlos Maciel e Charles Peixoto e dirigidos por José Carlos Pieri. No sábado, foram exibidas "Mau Espírito", com participação de [[Francisco Cuoco]], [[Susana Vieira]], [[Cláudio Cavalcanti]] e [[Natália Lage]]; e ''A Volta por Cima'', com [[Joana Fomm]], [[Hugo Carvana]], [[Tânia Alves]], [[Stepan Nercessian]], Jomba e Bruno. No domingo, foram ao ar "O Anúncio", com [[Glória Pires]], [[Cássio Gabus Mendes]], [[Tato Gabus Mendes]] e [[Pedro Cardoso]]; e "O Justiceiro", com [[Marieta Severo]], [[Marcos Paulo]], [[Armando Bógus]] e [[Cláudio Correia e Castro]].<ref>http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/musicais-e-shows/crianca-esperanca/crianca-esperanca-1990.htm</ref>
 
Em 1991, para celebrar os 25 anos dos Trapalhões, a TV Globo apresentou uma programação especial, com 25 horas de duração, durante a qual foram lançadas campanhas de conscientização sobre os direitos da criança, com arrecadação de donativos para as obras da Unicef, chamada de ''Trapalhões 25 Anos - Festa da Amizade''. As comemorações tiveram início no sábado, dia 27, a partir de uma matéria do ''[[Jornal Nacional]]'', seguida de ''flashes'' ao vivo do Teatro Fênix. O tema desta edição do Criança Esperança foi a saúde. O programa abordou assuntos como vacinação, soro caseiro, desidratação e riscos durante a gravidez. Assim como no primeiro ano, ''Os Trapalhões'' comemoraram mais um aniversário durante o espetáculo. Desta vez, são os 25 anos de [[Renato Aragão|Didi]], [[Dedé Santana|Dedé]] e [[Mussum]]. Os humoristas receberam mensagens de parabéns do narrador esportivo da TV Globo, [[Galvão Bueno]] e dos pilotos brasileiros de Fórmula 1 [[Roberto Pupo Moreno]], [[Maurício Gugelmin]], [[Nelson Piquet]] – cujos macacões foram doados para leilão – e [[Ayrton Senna]], que doou seu capacete. O ''Criança Esperança'' de 1991 foi marcado por uma das imagens mais emocionantes destes 31 anos de campanha: [[Renato Aragão]] subiu no braço direito do Cristo Redentor e beijou a mão do principal símbolo da cidade do Rio de Janeiro. No dia 28, a programação teve início às 7 horas com a missa celebrada ao vivo pelo cardeal D. Eugênio Salles e terminou no fim da noite, no Teatro Fênix, com a despedida e o agradecimento dos Trapalhões ao público. 
 
=== 1992–2003: Segunda fase ===
Em 1992, o ''Criança Esperança'' contou com uma programação especial na Globo entre os dias 10 e 19 de outubro. Nesse período, também foram levadas ao ar quatro campanhas abordando temas relevantes sobre a criança no Brasil como prevenção de doenças, mortalidade infantil e materna e violência. O show comandado pelos trapalhões – [[Renato Aragão|Didi]], [[Dedé Santana|Dedé]] e [[Mussum]] – foi realizado no ginásio Gigantinho, em Porto Alegre, e transmitido ao vivo, a partir das 17h, no domingo, dia 11 de outubro. O especial teve direção-geral de Aloysio Legey. Além do trio de humoristas, os atores [[Antônio Fagundes]], [[Cássia Kis Magro]], [[Nuno Leal Maia]], [[Lucinha Lins]], [[Flávio Silvino]], [[Milla Christie]], [[Paulo Figueiredo]] e [[Isabela Garcia]] ajudaram a apresentar a festa. Entre as atrações musicais, estiveram presentes [[Leandro & Leonardo]], [[Chitãozinho & Xororó]], [[Zezé Di Camargo & Luciano]], [[Fábio Jr]]., [[Sandra de Sá]], [[Elba Ramalho]], [[Xuxa]] e as [[Paquitas]]. Um dos destaques entre as atrações foi um “painel humano”, criado por Luiz Boronini, formado por 300 estudantes de uma escola de Canoas (RS).<ref>http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/musicais-e-shows/crianca-esperanca/1992.htm</ref>
 
A 14ª edição do Criança Esperança teve como tema a violência contra a criança em suas mais variadas formas: sexual, doméstica e abandono de crianças, dentre outras. O show, com direção-geral de Aloysio Legey, aconteceu no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 16 de outubro.Os 500 anos do Brasil são lembrados durante o evento, que tem participação da equipe brasileira de ginástica rítmica ganhadora da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá. [[Renato Aragão]] comandou a festa, que contou com as presenças de diversos artistas como [[Xuxa]] e as [[Paquitas]], [[Ana Maria Braga]], [[Angélica (apresentadora)|Angélica]], [[Luciano Huck]], [[Serginho Groisman]], [[Beto Carrero]], [[Marcos Frota]], [[Carolina Dieckmann]], [[Eva Wilma]], [[Tom Cavalcante]], [[Rodrigo Faro]] e dos atores de [[A Turma do Didi]]. Os números musicais ficaram a cargo de [[Zezé Di Camargo & Luciano|Zezé di Camargo & Luciano]], [[Baby do Brasil]], [[Só pra Contrariar|Só Pra Contrariar]], [[Daniel (cantor)|Daniel]], [[Ivete Sangalo]], [[Raimundos]], [[Terra Samba]], [[É o Tchan!|É o Tchan]], [[Maurício Manieri|Mauricio Manieri]], [[Raça Negra]], [[Gabriel, o Pensador|Gabriel o Pensador]], [[Claudinho & Buchecha|Claudinho e Buchecha]], [[Reginaldo Rossi]], [[Beto Carrero]], [[Daniela Mercury]], [[Chitãozinho & Xororó]], [[Banda Beijo]], [[Pepê & Neném|Pepe e Neném]], Rosana, [[Paulo Ricardo]], [[Banda Eva]] e [[Padre Marcelo Rossi]].<ref>http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/musicais-e-shows/crianca-esperanca/crianca-esperanca-1999.htm</ref>
 
=== Década de 2000 ===
O show realizado no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 29 de julho, marcou a abertura da 15ª edição do Criança Esperança. Com direção-geral de Aloysio Legey, o programa destacou a importância do esporte como ferramenta para melhorar a qualidade de vida das crianças. Com duas horas e meia de duração divididas em sete blocos, o programa foi pontuado por imagens que marcaram a história do especial durante 15 anos. Como nos anos anteriores, [[Renato Aragão]] foi o anfitrião da festa, que contou com apresentações de Thaís Pina que abriu e encerrou o programa cantando, [[Fat Family]], [[Sandy & Júnior]], [[Claudinho e Buchecha]], [[Milton Nascimento]], [[Angélica (apresentadora)|Angélica]], [[Vinny]], [[P.O. Box]], [[Los Hermanos]], [[Zezé Di Camargo & Luciano]], [[Ivete Sangalo]], [[Leonardo (cantor)|Leonardo]], [[Daniel (cantor)|Daniel]], [[Skank]], [[Só Pra Contrariar]], entre outros.
 
Em 2003, o espetáculo foi realizado no dia 09 de agosto, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, com direção de Aloysio Legey. Sob o comando de [[Renato Aragão]], mais de 30 artistas se apresentaram no palco, como [[Xuxa]], [[AfroReggae]], [[Sandy & Júnior]], [[Daniel (cantor)|Daniel]], [[Wanessa Camargo]], [[Ivete Sangalo]], [[Toquinho]], [[Fábio Jr]], [[Zezé Di Camargo & Luciano]], [[Leonardo (cantor)|Leonardo]], [[Zeca Pagodinho]], [[Detonautas]], [[KLB]], [[Jota Quest]], [[Kelly Key]], [[Daniela Mercury]], [[Bruno & Marrone]], [[Caetano Veloso]], [[Elza Soares]], [[MV Bill]] e [[Nega Gizza]]. Entre os artistas presentes estavam [[Carolina Dieckmann]], [[Marcos Frota]], [[José Mayer]], [[Bruna Marquezine]], [[Renata Dominguez]], [[Sérgio Hondjakoff]], [[Erik Marmo]] e [[Ângela Vieira]]. [[Luciano Huck]], [[Angélica (apresentadora)|Angélica]], [[Ana Maria Braga]] e o humorista [[Tom Cavalcante]], também participaram do programa, assim como o elenco do programa [[A Turma do Didi]]. O jornalismo da emissora foi representado por [[Ana Paula Padrão]], [[Glória Maria]], [[Sandra Annenberg]], [[Carla Vilhena]], [[Ernesto Paglia]], [[Pedro Bial]] e [[Chico Pinheiro]]. O espetáculo terminou com um tributo ao jornalista [[Roberto Marinho]], falecido no dia 6 de agosto daquele ano, por conta de seu incentivo a campanhas sociais e projetos em defesa da criança.<ref>http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/musicais-e-shows/crianca-esperanca/203.htm</ref>
 
=== 2004–2008: Terceira fase ===
Em 2004, o projeto ''Criança Esperança'' passou a contar com a parceria da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e com dois dias de shows (sábado e domingo), realizados no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, com direção de Aloysio Legey. No sábado, o espetáculo foi comandado, mais uma vez, por Renato Aragão e contou com as apresentações de Xuxa, Sandy & Junior, Gilberto Gil, AfroReggae, Jota Quest, Capital Inicial, Zezé Di Camargo & Luciano, Daniela Mercury, Elza Soares, Wanessa Camargo, Detonautas, Vanessa da Mata, KLB, Zeca Pagodinho, Ivete Sangalo, Elba Ramalho, Dominguinhos, Simone e MV Bill. No domingo, o show foi comandado pelos apresentadores Angélica e Luciano Huck e contou com as apresentações de [[Skank]], [[Buchecha]], [[Charlie Brown Jr.]], [[CPM 22]], [[Wanessa Camargo]], [[Zezé Di Camargo & Luciano]] e [[Michael Sullivan]]. Artistas do elenco da Globo também participaram em números musicais, entre eles [[Aline Moraes]], [[Cauã Reymond]], [[Karina Bacchi]], [[Danielle Suzuki]], [[Pedro Neschling]] e [[Guilherme Berenguer]]. [[Daniel de Oliveira]] fez uma homenagem a Cazuza interpretando O Tempo Não Para, de autoria do cantor e de Arnaldo Brandão. Destaque também para a apresentação da atriz [[Deborah Secco]], que cantou Goiabada Cascão, de Wilson Moreira e Nei Lopes. Após uma longa separação, [[Dedé Santana]] se reconciliou com o parceiro [[Renato Aragão|Didi]], em uma participação no palco do programa Criança Esperança daquele ano nestes 19 anos.
 
No domingo, além de [[Renato Aragão]], os apresentadores [[Ana Maria Braga]], [[Luciano Huck]] e [[Angélica]] subiram ao palco para receber [[Bruno & Marrone]], [[NX Zero]], [[Daniela Mercury]], [[Capital Inicial]], [[Charlie Brown Jr.]], [[Ivete Sangalo]], [[MV Bill]] e [[Cláudia Leitte]], que voltou no domingo para cantar o sucesso "Extravasa".
 
=== 2009–2012: Quarta fase ===
Em 2009, os shows da campanha Criança Esperança, agora dirigidos por [[Wolf Maya]], foram novamente realizados na Arena do Rio, nos dias 22 e 23 de agosto. No sábado, dia 22 de agosto, atores, cantores e jornalistas mostraram a importância da diversidade cultural na formação do povo brasileiro. Um dos diferenciais do show dirigido por Wolf Maya, foi mostrar de perto o trabalho das instituições atendidas pelo Criança Esperança. [[Lázaro Ramos]] esteve na Bahia; [[Regina Casé]], no Rio de Janeiro; [[Dalton Vigh]], no Amazonas; [[Fábio Assunção]], em São Paulo; [[Vladimir Brichta]], em Pernambuco; e Clayton Conservani, em Fernando de Noronha.
 
No segundo dia, o diretor Wolf Maya optou por um espetáculo mais informal. Comandado por [[Márcio Garcia]], contou com as apresentações da banda [[NX Zero]], [[Arnaldo Antunes]], [[Daniela Mercury]], [[Exaltasamba]] e do [[Padre Fábio de Melo]]. [[Xuxa]] também subiu ao palco, cantando acompanhada por dezenas de dançarinos mirins. Ela falou sobre a violência contra as crianças. Os bonecos-cachorros da [[TV Colosso]], como Priscila, Gilmar, Daniel e Tchutchucão, também participaram da festa. [[Renato Aragão]], o anfitrião do Criança Esperança, surgiu na locomotiva, como no show de sábado, vestido de maquinista com a filha Livian Aragão. O elenco do programa [[A Turma do Didi]], encerrou o Criança Esperança, reforçando a importância dos super-heróis da vida real. Desta vez, a jornalista [[Sandra Annemberg]], que durante toda a festa deu as parciais dos números de doação, foi acompanhada de perto pelo boneco Gilmar da TV Colosso.
 
=== Década de 2010 ===
O show que marcou os 25 anos da campanha ''Criança Esperança'' aconteceu na Arena do Rio, com direção de núcleo de Wolf Maya e direção-geral de Ulysses Cruz. Brinquedos gigantes e personagens do imaginário infantil garantiram o tom lúdico do espetáculo, que buscou relembrar antigas brincadeiras de crianças. Foram cinco blocos temáticos, retratando diferentes regiões do Brasil. Diferente das edições anteriores, naquele ano foi exibido apenas o programa de sábado à noite. Conduzido por [[Renato Aragão]], o espetáculo contou com a participação de artistas como [[Angélica (apresentadora)|Angélica]], [[Luciano Huck]], [[Márcio Garcia]], [[Glória Maria]], [[Patrícia Poeta]], [[Dedé Santana]], [[Nathalia Dill|Nathália Dill]], [[Ísis Valverde]], [[Juliana Alves]], [[Fabiana Karla]], [[Klara Castanho]], [[Cássia Kis Magro|Cássia Kiss]], [[Susana Vieira]], [[Lilia Cabral]], [[Luana Piovani]], [[Emanuelle Araújo]], [[Fernanda Rodrigues]], [[Nívea Stelmann]], [[Reynaldo Gianecchini]], [[Paulo Vilhena]], [[Rodrigo Hilbert]], [[Luigi Baricelli]], [[Francisco Cuoco]], entre outros. Entre as atrações musicais, estavam [[Sandy]], [[Ivete Sangalo]], [[Claudia Leitte]], [[Margareth Menezes]], [[Gilberto Gil]], [[Dominguinhos]], [[Elba Ramalho]], [[Lenine (cantor)|Lenine]], [[Charlie Brown Jr.|Charlie Brown Jr]], [[MV Bill]], [[Léo Santana]], [[Luan Santana]], [[Paula Fernandes]], [[Alcione (cantora)|Alcione]], [[Alexandre Pires]], [[Diogo Nogueira]], [[Roberta Sá]], [[Emílio Santiago]], [[Ana Costa]], Hori, [[Hevo84]] e [[Cine (banda)|Cine]]. Ao longo de toda a noite foram exibidas reportagens feitas pela equipe do ''[[Profissão Repórter]]''.
 
Com o tema “A Esperança É o que nos Move”, em 2012, o ''Criança Esperança'' homenageou o povo brasileiro, contando a história da formação da identidade nacional. O espetáculo aconteceu, na Arena Multiuso do Rio, com direção de núcleo de [[Wolf Maya]] e direção-geral de [[Ulysses Cruz]]. O show foi conduzido pela ''Família Destino'' – uma trupe de saltimbancos formada por [[Renato Aragão]], sua mulher, Lílian Aragão, e sua filha, Lívian. Como no ano anterior, as atrações contaram com a narração da atriz [[Cássia Kis Magro]]. Entre os artistas que participaram do show, estavam Xuxa, Sandy, Daniel, Luan Santana, Paula Fernandes, Gaby Amarantos, Diogo Nogueira, Thiaguinho, Carlinhos Brown, Léo Maia, Chico César, Negra Li, Toni Garrido, Maria Gadú, Fernanda Takai, Luiza Possi, Agnaldo Rayol, Latino, Daniel Jobim, Preta Gil, Fiuk, Buchecha, Grupo Revelação, Sorriso Maroto, Bom Gosto, entre outros. Artistas da emissora também estiveram presentes no palco do ''Criança Esperança'' como [[Marieta Severo]], [[José Loreto]], [[Dedé Santana]], Rodrigo Sant’anna, [[Thalita Carauta]], [[Stênio Garcia]], [[Reynaldo Gianecchini]], [[Priscila Fantin]],[[Taís Araújo]], [[Leandra Leal]], [[Isabelle Drummond]], [[Fernanda Torres]], [[Andréa Beltrão]], [[Camila Pitanga]], [[Soraya Ravenle]] e [[Sophie Charlotte]] e a jornalista [[Patrícia Poeta]]. Como no ano anterior, ao longo de todo o show, os jornalistas [[Sandra Annenberg]] e [[Evaristo Costa]], comandaram o ''Mesão da Esperança e'' artistas e jornalistas da Globo atenderam as ligações de quem queria fazer doações.
 
=== 2013–2014: Quinta fase ===
Em 2013, pela primeira vez, a grade de programação da Globo foi totalmente dedicada ao Criança Esperança, chamada de '''''Sábado da Esperança'''''. Os programas apresentados tiveram o projeto como tema. O Globo Cidadania foi gravado no Espaço Criança Esperança do Cantagalo, no Rio de Janeiro, com [[Sandra Annenberg]]. Em seguida, o sábado ganhou o reforço de atrações semanais das manhãs da Globo. O [[Bom Dia Brasil]], o [[Mais Você]], o [[Bem Estar]] e o [[Encontro com Fátima Bernardes]], programas exibidos de segunda à sexta, tiveram edições ao vivo, com reportagens ligadas ao tema da campanha. Durante à tarde, os telejornais, o [[Globo Esporte]] e programas como o [[Estrelas (programa de televisão)|Estrelas]], [[TV Xuxa]] e o [[Caldeirão do Huck]], que excepcionalmente foi ao vivo, também entraram na onda da solidariedade e esperança. Permeando essa programação especial, das 08h às 23h, o ''Mesão da Esperança'' reuniu cerca de 200 artistas, que se revezaram para atender às ligações do público.
 
Em 2014, toda a programação especial da Globo foi dedicada ao Criança Esperança, chamada de '''''Dia da Esperança'''''. durante todo o dia até a meia noite, todos os programas da Globo tiveram edições especiais dedicadas a campanha. Animando o público do Show da Esperança, estavam estrelas do elenco da Globo que desempenham papéis relevantes em iniciativas de responsabilidade social, como Glória Pires, Júlia Lemmertz, Glória Maria, Tony Ramos, Xuxa, Ana Maria Braga, Marcos Palmeira, Maria Paula, Chay Suede, Fátima Bernardes, Christiane Torloni, Dira Paes, Lázaro Ramos e Fernanda Lima, além da participação especial de Renato Aragão, e dos atores mirins Mel Maia e JP Rufino. Entre as atrações musicais estavam [[Alexandre Pires]], [[Ana Cañas]], [[Arnaldo Antunes]], [[Carlinhos Brown]], [[Emicida]], [[Ivete Sangalo]], [[Jorge & Mateus]], [[Jota Quest]], [[Luan Santana]], [[Lulu Santos]], [[Malta (banda)|Malta]], [[Paula Fernandes]], [[Péricles (cantor)|Péricles]], [[Roberta Sá]] e [[Thiaguinho]]. O momento mais emocionante do show foi o musical liderado por [[Ney Matogrosso]] interpretando “Canção da América” ao lado de [[Laila Garin]] (“Elis, a musical”), [[Emilio Dantas]] (“Cazuza – Pro dia nascer feliz, o musical”) e [[Tiago Abravanel]] (“Tim Maia – Vale tudo, o musical”).
 
=== 2015–presente: Sexta fase ===
No dia 15 de agosto de 2015, toda a programação especial da Globo foi dedicada aos 30 anos do Criança Esperança, chamada de '''''Dia da Esperança'''''. Um time de apresentadores esteve à frente do Mesão da Esperança que teve entradas ao vivo — do Como Será? ao Altas Horas — durante toda a programação especial da Globo. Os flashes foram comandados pelos apresentadores Alexandre Henderson, André Marques, Alex Escobar, Ana Furtado, Angélica, Glenda Kozlowski, Glória Maria e Patrícia Poeta.
{{multiple image|thumb
|direction=horizontal|header=Mobilizadores do Criança Esperança|caption1=[[Lázaro Ramos]]|width1=125|image1=Lázaro Ramos no BRAVO2.png|caption2=[[Dira Paes]]|width2=109|image2=26 Prêmio da Música Brasileira (18073035924).jpg|image3=Flavio canto.jpg|alt3=|caption3=[[Flávio Canto]]|width3=119|alt4=|caption4=[[Leandra Leal]]|width4=109|image4=Leandra Leal 01.jpg}}No dia 15 de agosto de 2015, toda a programação especial da Globo foi dedicada aos 30 anos do Criança Esperança, chamada de '''''Dia da Esperança'''''. Um time de apresentadores esteve à frente do Mesão da Esperança que teve entradas ao vivo — do Como Será? ao Altas Horas — durante toda a programação especial da Globo. Os flashes foram comandados pelos apresentadores Alexandre Henderson, André Marques, Alex Escobar, Ana Furtado, Angélica, Glenda Kozlowski, Glória Maria e Patrícia Poeta.
 
A noite de sábado foi marcada pela edição comemorativa de 30 anos do Criança Esperança, que foi ao ar ao vivo, após a novela Babilônia, diretamente dos Estúdios Globo, com direção geral de Rafael Dragaud. O time de mobilizadores formado por [[Leandra Leal]], [[Dira Paes]], [[Flávio Canto]] e [[Lázaro Ramos]] foram os apresentadores da campanha daquele ano. A cenografia feita pelos artistas plásticos Vik Muniz e Gringo Cardia trouxe, pela primeira vez, o ''Mesão da Esperança'' para o centro das atenções. [[Tony Ramos]], [[Suzana Vieira]], [[Paolla Oliveira]], [[Alexandre Borges]], [[Bruna Marquezine]], [[Deborah Secco]], [[Rodrigo Lombardi]], [[Taís Araújo]], [[Milton Gonçalves]], [[Luís Miranda]], [[Andréa Beltrão]], [[Fernanda Torres]], [[Henri Castelli]], [[Rafael Vitti]], [[Mel Maia]], [[Humberto Martins]], [[Letícia Spiller]], [[Rafael Cardoso]], [[Ingrid Guimarães]], [[Tatá Werneck]], [[Marcos Veras]], [[Malu Mader]], [[Fabiula Nascimento]], [[Renata Sorrah]], [[Flávia Alessandra]], [[Fábio Assunção]] e [[Maurício Destri]], atendiam às ligações e interagiam com o público.
2 005

edições