Abrir menu principal

Alterações

adição de navecaixa reformada
 
== Reis (período colonial) ==
{{Artigo principal|[[Lista de reis de Portugal]]}}
Estão nesta lista todos os reis de Portugal do período entre [[1500]] e [[1822]], incluindo os reis de Espanha do [[União Ibérica|período filipino]], em que Portugal esteve sob a administração da coroa espanhola.
 
 
== Governadores-gerais e Vice - reis ==
{{Artigo principal|[[Lista de governadores do Brasil colonial]]}}
 
[[Imagem:Flag of the Princes of Brazil.svg|thumb|esquerda|200px|Bandeira do Principado do Brasil]]
 
== Imperadores ==
{{Artigo principal|[[Brasil Império#Imperadores do Brasil|Imperadores do Brasil]]}}
Oficialmente, o Brasil independente teve três soberanos:
 
 
== Chefes de Gabinete (Segundo Reinado) ==
{{Artigo principal|[[Lista de primeiros-ministros do Brasil|Lista de Chefes de Gabinete do Segundo Reinado]]}}
 
O cargo de Chefe de Gabinete (equivalente ao [[primeiro-ministro]]) foi criado no Império após a reforma constitucional de [[1840]]. Os Chefes de Gabinete eram nomeados pelo Imperador e presidiam o ministério. O Segundo Reinado teve 37 gabinetes até ser extinto com a [[Proclamação da República do Brasil|Proclamação da República]] em [[1889]].
 
== Presidentes da República ==
{{Artigo principal|[[Lista de presidentes do Brasil]]}}
 
[[Imagem:Flag of Brazil.svg|miniatura|esquerda|200px|Bandeira da República Federativa do Brasil.]]
Seis presidentes exerceram o cargo por mais de um mandato: [[Deodoro da Fonseca]], que de 1889 a 1891 presidiu um governo provisório, e em 1891 teve um breve período constitucional, interrompido por sua renúncia; [[Getúlio Vargas]], que depois de ser presidente provisório de [[1930]] a [[1934]], constitucional de 1934 a [[1937]] e ditador de 1937 a [[1945]], foi reeleito por voto popular em [[1950]], tendo mandato até 1955, mas cometendo suicídio em 1954; [[Ranieri Mazzilli]], presidente da Câmara que assumiu a Presidência interinamente por 13 dias em [[1961]] e 13 dias em [[1964]]; [[Fernando Henrique Cardoso]], de [[1994]] a [[1998]], sendo o primeiro a se reeleger para o período seguinte, de 1998 a [[2002]]; [[Luiz Inácio Lula da Silva]], de [[2003]] a [[2006]], reeleito no último ano de seu primeiro mandato, como [[FHC]]; e [[Dilma Rousseff]], eleita de 2011 a 2014 e posteriormente reeleita, não concluindo seu segundo mandato devido a [[Impeachment de Dilma Rousseff|processo de ''impeachment'']], terminado em agosto de 2016.
 
{{Artigo principal|[[Lista dos vice-presidentes do Brasil]]}}
 
Oito vice-presidentes assumiram o cargo após a vacância do mesmo: [[Floriano Peixoto]] ([[1891]]), após a renúncia de Deodoro; [[Nilo Peçanha]] ([[1909]]), após a morte de [[Afonso Pena]]; [[Delfim Moreira]] ([[1918]]), após morte de Rodrigues Alves; [[Café Filho]] ([[1954]]), após o suicídio de Vargas; [[João Goulart]] ([[1961]]), após a renúncia de [[Jânio Quadros]]; [[José Sarney]] ([[1985]]), no lugar de [[Tancredo Neves]], que faleceu antes da posse; [[Itamar Franco]] ([[1992]]), após a cassação de [[Fernando Collor de Mello]]; e [[Michel Temer]] ([[2016]]), após o ''impeachment'' de [[Dilma Rousseff]]. Apenas cinco presidentes eleitos diretamente conseguiram cumprir seus mandatos integralmente: [[Eurico Gaspar Dutra|Eurico Gaspar Dutra]] (de 1946 a 1951), [[Juscelino Kubitschek]] (de 1956 a 1961), Fernando Henrique Cardoso (de 1995 a 1998, reeleito para o período seguinte, igualmente concluído, de 1999 a 2002), Luís Inácio Lula da Silva (de 2003 a 2006, reeleito para o período seguinte, igualmente concluído, de 2007 a 2010) e Dilma Rousseff (de 2011 a 2014). O atual presidente é [[Jair Bolsonaro]].
 
; Presidentes que não tomaram posse
 
== Primeiros-ministros (República) ==
{{Artigo principal|[[Lista de primeiros-ministros do Brasil]]}}
 
O cargo de [[primeiro-ministro]] na República foi instituído após a crise gerada pela renúncia de Jânio Quadros. A instituição do Parlamentarismo foi uma solução provisória que permitiu a posse de João Goulart. Em [[1963]] um plebiscito decidiu pela volta do sistema presidencialista. O mesmo tipo de plebiscito foi inserido pela constituição de 1988 e votado em [[1993]]. Foi novamente escolhido o presidencialismo como sistema de governo do Brasil em oposição aos partidários da república parlamentarista e da [[monarquia]] parlamentarista representativa constitucional.
 
{{Listas de Presidentes e Vice-Presidentes do Brasil}}
{{História do Brasil}}
 
{{Portal3|Política}}
 
102 846

edições