Abrir menu principal

Alterações

m
Foram revertidas as edições de 2804:D45:1BE5:7700:97:292F:8717:CDB4 por mudar a grafia (usando Huggle) (3.4.8)
{{Ver desambig |prefixo=Se procura|pelo livro homônimo|Estação das Chuvas (livro)}}
{{Estações do ano}}
A '''estação das chuvas''', ou '''estação chuvosa''', é a época do ano, abrangendo um ou mais meses, quando ocorre a maior parte da [[precipitação (meteorologia)|precipitação]] média anual de uma região.<ref>{{citar web |url=http://amsglossary.allenpress.com/glossary/search?id=rainy-season1 |arquivourl=https://www.webcitation.org/66Hh1pUm5?url=http://amsglossary.allenpress.com/glossary/search?id=rainy-season1 |arquivodata=19 de Março de 2012 |título=Rainy season |língua=inglês |autor=Glossary of Meteorology |acessodata=27 de dezembro de 2008 |urlmorta=yes }}</ref> O termo ''estação verde'' às vezes também é usado como um [[eufemismo]] para se referir à estação.<ref>{{citar web |url=http://costa-rica-guide.com/when.htm |arquivourl=https://www.webcitation.org/66Hh9X1PR?url=http://costa-rica-guide.com/when.htm |arquivodata=19 de Março de 2012 |título=When to Travel to Costa Rica |língua=inglês |autor=ToucanGuides |data=2005 |acessodata=27 de dezembro de 2008 |urlmorta=no }}</ref> Segundo a [[classificação climática de Köppen-Geiger]], para o [[clima tropical]], um mês da estação das chuvas possui média climatológica superior a 60 mm.<ref>{{citar web |url=http://www.hydrol-earth-syst-sci.net/11/1633/2007/hess-11-1633-2007.pdf |arquivourl=https://www.webcitation.org/66HhmO20A?url=http://www.hydrol-earth-syst-sci.net/11/1633/2007/hess-11-1633-2007.pdf |arquivodata=19 de Março de 2012 |título=Updated world Koppen-Geiger climate classification map |língua=inglês |autor=Hydrol Earth |acessodata=27 de dezembro de 2008 |urlmorta=no }}}}</ref> Em contraste com áreas de clima de [[savana]]s e com regimes de [[monção]], o [[clima mediterrâneo]] tem [[invernos]] úmidoshúmidos e [[verões]] secos. [[Floresta tropical|Florestas tropicais]] não têm estações secas ou das chuvas, uma vez que a chuva é distribuída igualmente ao longo do ano.<ref name="Hyde">{{citar web |url=http://www.hydrol-earth-syst-sci.net/11/1633/2007/hess-11-1633-2007.pdf |arquivourl=https://www.webcitation.org/66Hi6tXFq?url=http://www.blueplanetbiomes.org/climate.htm |arquivodata=19 de Março de 2012 |título=World Climates |língua=inglês |autor=Elisabeth M. Benders-Hyde |data=2003 |publicado=Blue Planet Biomes |acessodata=27 de dezembro de 2008 |urlmorta=no }}}}</ref>
 
Quando a estação das chuvas ocorre durante o verão, a ocorrência de precipitações geralmente ocorre durante a tarde e primeiras horas da noite. A estação das chuvas também traz, muitas vezes, melhorias na [[qualidade do ar]] e da água, além de facilitar o crescimento da vegetação. Também ocorrem inundações em rios e lagos, diminuição dos nutrientes no [[solo]] e aumento da [[erosão]]. A incidência de [[malária]] aumenta nas áreas onde a estação das chuvas coincide com altas temperaturas. Os animais têm estratégias de sobrevivência ao regime mais úmidohúmido. Muitas vezes, a temporada seca anterior leva à escassez de alimentos na estação das chuvas, uma vez que os cultivos ainda têm que amadurecer.
 
== Contexto histórico ==
[[Imagem:Nile River and delta from orbit.jpg|thumb|esquerda|210px|[[Imagem de satélite]] do [[Delta do Nilo]]: o homem que habitava aquela região no [[Antigo Egito]] dependia vitalmente da estação das chuvas.]]
No final do período [[paleolítico]], o clima árido do [[Norte da África]] tornava-se cada vez mais quente e seco, forçando as populações da área a concentrarem-se ao longo do [[Rio Nilo|Vale do Nilo]], e desde [[Caçador-coletor|caçadores recolectores]] [[Nomadismo|nômadasnómadas]] até ao homem moderno que começaram a viver na região até ao final do [[Pleistoceno|Pleistoceno Médio]], há cerca de 120 mil anos, o Rio Nilo tem sido a salvação do [[Antigo Egipto|Antigo Egito]].<ref>{{harvnb|Shaw|2002|p=17}}</ref> A planície fértil do Nilo deu aos homens a oportunidade de desenvolverem uma [[Agricultura|economia agrícola]] [[Sedentarismo|sedentária]] e uma sociedade mais sofisticada e centralizada que se tornou um marco na história da civilização humana.<ref>{{harvnb|Shaw|2002|pp=17, 67-69}}</ref> Os primeiros colonos daquela região enfrentaram inicialmente algumas dificuldades de adaptação ao clima, especialmente com as enchentes que ocorriam durante o período chuvoso da região, porém com o passar do tempo eles começaram a sentir necessidade de retirar proveito desses problemas.<ref name=Braick49>{{harvnb|Braick|2009|p=49-50}}</ref>
 
No [[Médio Oriente]] antigo, anterior à criação do [[Calendário Juliano]], a estação das chuvas já servia como uma referência aos povos antigos. Praticamente todos os sistemas de calendário na região utilizavam uma unidade coloquialmente chamada de ano, que se aproxima do ano tropical da Terra, ou seja, o tempo que leva um completo ciclo de estações (seca e chuvosa), visando a facilitar o planeamento de atividadesactividades agrícolas. Às margens do Nilo, por exemplo, as chuvas sazonais causavam enchentes que depositavam [[húmus]] nas margens, favorecendo a agricultura e pecuária; também forneciam água fresca, peixes, aves aquáticas além de servir para o transporte e comércio.<ref name=Braick101>{{harvnb|Braick|2006|p=101}}</ref><ref name=Ribeiro78>{{harvnb|Ribeiro|2006|p=78}}</ref><ref name=Piletti40>{{harvnb|Piletti|2003|p=40-41}}</ref> Como o nível do rio era inconstante, os egípcios desenvolveram diques, barragens e canais de água para melhor aproveitarem as águas do rio.<ref name=Braick101/> Também desenvolveram o "nilómetro", uma construção usada para medir as enchentes.<ref name=Piletti40/> Com a observação das enchentes, com auxílio também dos astros, os egípcios desenvolveram um calendário,<ref name=Braick101/> onde o primeiro dia do ano é o primeiro dia das cheias. O ano era dividido em três períodos de quatro meses: inundações (Julho a Outubro), plantio (Novembro a Fevereiro) e colheita (Março a Junho).<ref name=Cardoso27>{{harvnb|Cardoso|2007|p=27}}</ref> Durante o período das enchentes os cidadãos eram deslocados para as cidades para trabalharem em outras tarefas.<ref name=Braick49/>
 
== Característica das chuvas ==
[[Imagem:Climatologia de precipitação - Brasília (DF), Brasil.png|thumb|direita|250px|Distribuição da precipitação em [[Brasília]], [[Brasil]], onde a estação das chuvas normalmente vai de Outubro a Abril.]]
 
Em áreas onde as chuvas estão associadas a mudanças na direçãodirecção e velocidade dos ventos, a estação das chuvas é conhecida como período das monções.<ref>{{citar web |url=http://amsglossary.allenpress.com/glossary/search?p=1&query=monsoon&submit=Search |arquivourl=https://www.webcitation.org/66KjanGls?url=http://amsglossary.allenpress.com/glossary/search?p=1 |arquivodata=21 de Março de 2012 |título=Monsoon |língua=inglês |autor=Glossary of Meteorology |data=2009 |acessodata=20 de março de 2012 |urlmorta=yes }}</ref> Em lugares onde as chuvas durante a estação das chuvas são predominantes devido ao aquecimento diurno, que leva a atividadeactividade de tempestades diurnas dentro de algumas massas de ar úmidohúmido pré-existentes, a precipitação é concentrada principalmente entre o final da tarde e primeiras horas da noite; isso normalmente ocorre em [[savana]]s. Os minutos iniciais das pancadas de chuva costumam representar grande parte do total de chuva que cai em um dia.<ref name="JS">{{citar web |url=http://www.cig.ensmp.fr/~iahs/redbooks/a140/iahs_140_0063.pdf |arquivourl=https://www.webcitation.org/66Knyvlfp?url=http://www.cig.ensmp.fr/~iahs/redbooks/a140/iahs_140_0063.pdf |arquivodata=21 de Março de 2012 |título=Rainstorm characteristics affecting water availability for agriculture |autor=J. S. 0guntoyinbo and F. 0. Akintola |data=1983 |publicado=IAHS Publication Number 140 |acessodata=27 de dezembro de 2008 |urlmorta=yes }}</ref> Enquanto a maioria dos lugares tem apenas uma estação das chuvas, as áreas dos trópicos podem ter duas estações de chuvas, já que o [[cavado]] de monção ou a [[Zona de Convergência Intertropical]] podem passar por estes locais duas vezes por ano. Uma vez que as florestas tropicais têm chuvas constantes ao longo do ano, estas não possuem tecnicamente uma estação das chuvas.<ref name="Hyde" />
 
[[Imagem:Temporal em São José dos Campos SP.jpg|thumb|esquerda|210px|Tempestade nocturna em [[São José dos Campos]], [[São Paulo]], [[Brasil]].]]
 
=== Animal ===
As vacas costumam dar à luz no início das estações das chuvas.<ref>John P. McNamara, J. France, D. E. Beever (2000). [http://books.google.com/books?id=hHyYFscJI3kC&pg=PA272&lpg=PA272&dq=wet+season+france&source=bl&ots=DEKUCI7nd8&sig=qlA9vcQN7aszIeUsCiw7ZO_CMkQ&hl=en&ei=wsuMSfK3IN-BtwfqjfmYCw&sa=X&oi=book_result&resnum=3&ct=result#PPA275,M1 Modelling Nutrient Utilization in Farm Animals.] CABI, pp. 275. ISBN 9780851994499. Página visitada em {{DataExt|6|2|2009}}.</ref> O início da estação das chuvas sinaliza a partida das [[borboleta-monarca|borboletas-monarca]] no [[México]].<ref>{{citar web |url=http://www.learner.org/jnorth/images/graphics/mexico/SeasonsWetDryLPB.gif |arquivourl=https://www.webcitation.org/66LDl823u?url=http://www.learner.org/jnorth/images/graphics/mexico/SeasonsWetDryLPB.gif |arquivodata=22 de Março de 2012 |título=Precipitation at the Monarch Overwintering Sites in Mexico |língua=inglês |autor=Dr. Lincoln Brower |data=10 de abril de 2008 |publicado=Journey North |acessodata=6 de fevereiro de 2009 |urlmorta=no }}</ref> As espécies tropicais de [[borboleta]]s mostram marcas maiores em suas asas para afastar possíveis predadores e são mais ativas durante a estação das chuvas do que na [[estação seca]].<ref>Paul M. Brakefield and Torben B. Larsen (1983). [http://www3.interscience.wiley.com/journal/119525964/abstract The evolutionary significance of dry and wet season forms in some tropical butterflies.] {{Webarchive|url=https://archive.today/20121216150537/http://www3.interscience.wiley.com/journal/119525964/abstract |date=2012-12-16 }} Biological Journal of the Linnean Society, pp. 1-12. Página visitada em {{DataExt|27|12|2008}}.</ref> Dentro dos trópicos e das áreas mais quentes do subtrópicos, a diminuição da salinidade das zonas úmidashúmidas perto da costa devido às chuvas provoca um aumento na [[nidificação]] dos [[crocodilo]]s.<ref>Phil Hall (1989). [http://books.google.com/books?id=97oE6gTFW8EC&pg=PA168&lpg=PA168&dq=wet+season+characteristics&source=web&ots=f-YiC1UsuP&sig=R8rihBBTBTpHQwhv6qNRb55V4F4&hl=en&sa=X&oi=book_result&resnum=10&ct=result#PPA167,M1 Crocodiles, Their Ecology, Management, and Conservation.] International Union for Conservation of Nature and Natural Resources Crocodile Specialist Group, pp. 167. Página visitada em {{DataExt|27|12|2008}}.</ref> Outras espécies, como alguns [[sapo]]s, se reproduzem no final das chuvas sazonais.<ref>{{citar web |url=http://www.sdnhm.org/fieldguide/herps/bufo-cal.html |arquivourl=https://www.webcitation.org/66LDnOMIQ?url=http://www.sdnhm.org/fieldguide/herps/bufo-cal.html |arquivodata=22 de Março de 2012 |título=Bufo californicus: Arroyo Toad |língua=inglês |autor=San Diego Natural History Museum |data=2009 |publicado=San Diego Natural History Museum |acessodata=16 de janeiro de 2009 |urlmorta=no }}</ref> [[Tatu]]s e [[cobra]]s procuram lugares mais elevados para sobreviverem.<ref>Linda Deuver (1978). [http://www.corkscrew.audubon.org/Information/LDuever.html Dry season, wet season.] {{Wayback|url=http://www.corkscrew.audubon.org/Information/LDuever.html |date=20090120151900 }} Audubon Magazine, November 1978, pp. 120-130. Página visitada em {{DataExt|6|2|2009}}.</ref>
 
== Ver também ==