Diferenças entre edições de "Plataforma Gagarin"

2 397 bytes adicionados ,  17h37min de 25 de junho de 2019
m
Tradução completada
Etiqueta: Inserção de predefinição obsoleta
m (Tradução completada)
{{Em tradução|data=Março de 2013}}
 
{{coor title dms|45|55|13|N|63|20|32|E|type:landmark}}
 
O prédio de integração e testes, [[Língua russa|em russo]] ''Монтажно-испытательный корпус'', (sem tradução: Montazhno-ispytatel'nyj korpus), batizado de '''"Local No.2"''', foi construído, e um trecho especial de ferrovia ligando este prédio ao "Local No.1" onde ficava a plataforma.<ref name="HCKB1">{{citar web|url=http://web.archive.org/web/20110606033433/http://www.novosti-kosmonavtiki.ru/content/numbers/237/36.shtml|título=Creation and Launch of the First Earth's Satellite|primeiro=V.|último=Poroshkov|publicado=Новости космонавтики|acessodata=24/03/2013}}</ref> Em Abril de 1957, todos os trabalhos remanescentes estavam completos e o conjunto estava pronto para os primeiros lançamentos.
 
O míssil R-7 fez sua viagem inicial da LC-1 no dia 15 de maio de 1957. Dia 4 de outubro de 1957, a plataforma foi usada para lançar o primeiro satélite artificial do mundo, [[Sputnik 1]]. Voos tripulados lançados desta base incluem os de [[Yuri Gagarin]], [[Valentina Tereshkova]] e várias outras missões [[voo espacial tripulado]], incluindo todos os voos [[União Soviética|Soviéticos]] e [[Rússia|Russos]] para a [[Lista de naves e grupos visitantes à Mir|Mir]]. A plataforma também foi usada para lançar as naves do [[Programa Luna]], [[Programa Marte]], [[Programa Venera]], vários satélites [[Kosmos (satélite)|Cosmos]] e outros.<ref name="RSW">[http://www.astronautix.com/sites/baiurlc1.htm Baikonur LC1<!-- Bot generated title -->] {{webarchive|url=https://web.archive.org/web/20090415160730/http://www.astronautix.com/sites/baiurlc1.htm |date=15 de abril de 2009 }}</ref> De 1957 até 1966, a base armazenava ICBMs nucleares prontos para lançamento além do lançamento de naves;<ref name="RSW"/> até meados da década de 2000, ocorreram mais de 400 lançamentos da base.<ref>[http://www.russianspaceweb.com/baikonur_r7_1.html Gagarin's pad<!-- Bot generated title -->]</ref> O 500º lançamento dessa base foi a [[Soyuz TMA-18M]] dia 2 de setembro de 2015.
De 23 de abril de 2019, a [[Plataforma Gagarin]] vai realizar mais dois voos tripulados em julho e setembro, antes de ser aposentada pelo governo Russo devido a falta de orçamento.<ref>{{Cite web|url=https://arstechnica.com/science/2019/04/gagarins-start-nears-the-end-historic-launch-pad-to-be-decommissioned/|title=Russia may soon decommission the world’s most historic launch pad|last=Berger|first=Eric|date=23-04-2019|website=Ars Technica|language=en-us|access-date=23-04-2019}}</ref>
 
Em 1961, o aumento do número de lançamentos do programa espacial soviético resultou na abertura duma base irmã em baikonur, [[Cosmódromo de Baikonur Plataforma 31|LC-31/6]]. LC-1 tem sido a plataforma principal para voos tripulados, com voos ocasionais da Soyuz saindo da LC-31/6.
==Utilização==
O objetivo primário dessas instalações era o programa [[R-7 Semyorka|R-7]], o primeiro desses [[Míssil balístico intercontinental|ICBM]] foi lançado do "Local No.1" em 21 de Agosto de 1957. Em 4 de Outubro daquele mesmo ano, aquela plataforma foi usada para lançar o primeiro satélite artificial do Mundo, o [[Sputnik 1]]. Missões espaciais tripuladas lançadas daquela plataforma incluíram os voos de [[Yuri Gagarin]] e [[Valentina Tereshkova]], além de vários outros, incluindo todas as missões Soviéticas e Russas [[Lista de naves e grupos visitantes à Mir|levando tripulações para a Mir]]. A plataforma foi usada também para lançar as sondas do [[programa Luna]], do [[programa Marte]], do [[programa Vênera]], muitos dos satélites da série [[Kosmos (satélite)|Kosmos]] e vários outros.<ref name="ENCA1">{{citar web|url=http://www.astronautix.com/sites/baiurlc1.htm|título=Baikonur LC1|primeiro=Mark|último=Wade|publicado=Encyclopedia Astronautica|acessodata=24/03/2013}}</ref>
 
LC-1 foi danificada várias vezes por explosões de foguetes durante seus anos iniciais. Em 2016, o acidente mais recente que ocorreu na plataforma foi a tentativa de lançamento da [[Soyuz T-10-1]] em setembro de 1983, que acabou num desastre quando o foguete pegou fogo nos preparativos de pré-lançamento e explodiu, causando um dano severo que deixou a LC-1 iniperável por quase um ano.
De 1957 a 1966 esse complexo de lançamento recebeu ICBMs nucleares estratégicos de prontidão imediata, além de vários lançamentos de espaçonaves diversas;<ref name="ENCA1"/> até meados da década de 2000 já haviam ocorrido mais de 400 lançamentos a partir desse complexo.<ref name="RSWB2">{{citar web|url=http://www.russianspaceweb.com/baikonur_r7_1.html|título=Baikonur: Soyuz launch facilities|primeiro=Anatoly|último=Zak|publicado=RussianSpaceWeb|acessodata=24/03/2013}}</ref>
 
De 23 de abril de 2019, a [[Plataforma Gagarin]] vai realizar mais dois voos tripulados em julho e setembro, antes de ser aposentada pelo governo Russo devido a falta de orçamento.<ref>{{Cite web|url=https://arstechnica.com/science/2019/04/gagarins-start-nears-the-end-historic-launch-pad-to-be-decommissioned/|title=Russia may soon decommission the world’s most historic launch pad|last=Berger|first=Eric|date=23-04-2019|website=Ars Technica|language=en-us|access-date=23-04-2019}}</ref>
 
==Galeria==
<gallery>
File:Soyuz TMA-16 Lifts Off.jpg|[[Soyuz TMA-16]] lança da Plataforma Gagarin dia 30 de setembro de 2009, acaminho da [[Estação Espacial Internacional]].
Image:Baikonur Cosmodrome Soyuz launch pad.jpg|[[Nascer do sol]] na plataforma antes da rolagem da [[Soyuz TMA-13]], dia 10 de outubro de 2008.
File:Progress M-13M rocket launches from Gagarin's Start.jpg|Lançamento da [[Progress M-13M]] dia 30 de outubro de 2011.
File:Soyuz expedition 19 launch pad.jpg|A trincheira de chama da Plataforma Gagarin
</gallery>
 
==Ver também==
* [[Cosmódromo de Baikonur Plataforma 31]]
* [[Cape Canaveral Air Force Station Launch Complex 14]], equivalente aos [[Projeto Mercury|primeiros voos tripulados]] dos EUA
 
==Referências==
{{reflist}}
 
== Leitura adicional ==
{{referências}}
* J. K. Golovanov, M., "Korolev: Facts and myths", [[Nauka (publisher)|Nauka]], 1994, {{ISBN|5-02-000822-2}};
* [http://epizodsspace.airbase.ru/bibl/chertok/kniga-1/01.html "Rockets and people"] – [[Boris Chertok|B. E. Chertok]], M: "mechanical engineering", 1999. {{ISBN|5-217-02942-0}} {{ref-ru}};
* «A breakthrough in space» - Konstantin Vasilyevich Gerchik, M: LLC "Veles", 1994, - {{ISBN|5-87955-001-X}};
* "Testing of rocket and space technology - the business of my life" Events and facts - [[Arkady Ostashev|A.I. Ostashev]], [[Korolyov, Moscow Oblast|Korolyov]], 2001.[http://cosmosravelin.narod.ru/r-space/bibliografia.html];
* "Baikonur. Korolev. Yangel." - M. I. Kuznetsk, [[Voronezh]]: IPF "Voronezh", 1997, {{ISBN|5-89981-117-X}};
* "Look back and look ahead. Notes of a military engineer" - Rjazhsky A. A., 2004, SC. first, the publishing house of the "Heroes of the Fatherland" {{ISBN|5-91017-018-X}}.
* "Rocket and space feat Baikonur" - Vladimir Порошков, the "Patriot" publishers 2007. {{ISBN|5-7030-0969-3}}
* "Unknown Baikonur" - edited by B. I. Posysaeva, M.: "globe", 2001. {{ISBN|5-8155-0051-8}}
* "Bank of the Universe" - edited by Boltenko A. C., [[Kiev]], 2014., publishing house "Phoenix", {{ISBN|978-966-136-169-9}}
 
[[Categoria:Plataformas de lançamento]]
[[Categoria:Iuri Gagarin]]