Diferenças entre edições de "Chapada"

848 bytes adicionados ,  21h10min de 26 de junho de 2019
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 191.5.45.174 para a última revisão de 179.97.41.70, de 14h00min de 20 de julho de 2017 (UTC))
 
No [[Região Norte do Brasil|Norte do Brasil]] e [[Região Nordeste]] em especial nos estados do [[Maranhão]], [[Tocantins]], [[Ceará]] e [[Bahia]] encontram-se as chapadas que dividem os biomas da Caatinga, do Cerrado e da Amazônia. Respectivamente são a [[Chapada das Mesas]], [[Chapada da Natividade]], [[Chapada do Araripe]], [[Chapada das Mesas]] e [[Chapada Diamantina]]. Numa grande variedade de chapadas e [[Região Nordeste]] onde no [[Maranhão]] pode se encontrar a [[Chapada das Mesas]].
 
No Brasil, as chapadas são encontradas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e normalmente possuem um Parque Nacional criados para preservação da natureza. As mais turísticas chapadas do Brasil são:
 
Chapada Diamantina - É a maior chapada brasileira e está localizada no estado da Bahia. Atrai turistas de várias regiões do Brasil e do mundo. Nesta chapada estão localizados os dois pontos mais altos da Bahia: o Pico do Barbado (2 033m) e o Pico das Almas (1 958m).
 
Chapada dos Guimarães - Localizada no estado do Mato Grosso. Chapada dos Guimarães é também o nome do município. O local oferece diversas atrações aos turistas.
 
Chapada dos Veadeiros - Localizada em Goiás. A chapada tem a particularidade de atrair pessoas que desejam contemplar o fenômeno de observação de OVNI (objetos voadores não identificados).
 
{{esboço-geologia}}
Utilizador anónimo