Diferenças entre edições de "Silogismo"

17 bytes adicionados ,  00h27min de 27 de junho de 2019
sem resumo de edição
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 188.37.185.219, com Reversão e avisos)
{{Semmais-fontes|data=março de 2017}}
Um '''silogismo''' (do [[língua grega antiga|grego antigo]] συλλογισμός, [[transl.]] ''syllogismós'', 'conexão de ideias', 'raciocínio', composto pelos termos σύν, transl. ''syn'', 'com', e λογισμός, 'cálculo' e, por extensão, 'raciocínio', pelo [[latim]] ''syllogismus,i'' ) é um termo [[filosofia|filosófico]] com o qual [[Aristóteles]] designou a conclusão deduzida de [[premissa]]s, a argumentação [[lógica]] perfeita. É um [[argumento]] [[dedutivo]] constituído de três proposições declarativas (duas [[premissa]]s e uma conclusão) que se conectam de tal modo que, a partir das duas primeiras (as premissas), é possível deduzir uma conclusão. A teoria do silogismo foi exposta por Aristóteles nos ''[[Analíticos anteriores (Aristóteles)|Analíticos anteriores]]''.
 
 
:Se correr, o bicho pega. Se ficar, o bicho come.
{{referências}}
 
=={{Ver também}}==
{{Wikilivros|Lógica Tradicional|O Silogismo}}
1 627

edições