Abrir menu principal

Alterações

 
== História ==
A [https://www.adlaranjeirasdosul.com.br/ Assembleia de Deus] chegou ao [[Brasil]] por intermédio dos missionários [[Suécia|suecos]] [[Gunnar Vingren]] e [[Daniel Berg]], que aportaram em Belém, capital do Estado do [[Pará]], em [[19 de novembro]] de [[1910]], vindos dos [[Estados Unidos]]. A princípio, frequentaram a [[Igreja Batista]], denominação a que ambos pertenciam nos Estados Unidos. Os missionários suecos traziam a doutrina do batismo no Espírito Santo, com a [[glossolalia]] — o falar em línguas espirituais (estranhas) — como a evidência de manifestações que já vinham ocorrendo em reuniões de oração nos Estados Unidos e também de forma isolada em outros países, principalmente naquelas que eram conduzidas por [[Charles Fox Parham]], mas teve seu apogeu através de um de seus principais discípulos, um pastor afro-americano, chamado [[William Seymour|William Joseph Seymour]], na rua Azusa, [[Los Angeles]], em [[1906]].<ref>Souza Matos, Alderi de. ''Centenário do movimento pentecostal''. FIDES REFORMATA XI, Nº 2 (2006): 23-50</ref>
 
A nova doutrina trouxe divergência. Enquanto um grupo aderiu, outro rejeitou. Assim, em duas assembleias distintas, conforme relatam as atas das sessões<ref>Conde, Emilio ''História das Assembleias de Deus''</ref>, os adeptos do pentecostalismo foram desligados e, em [[18 de junho]] de [[1911]]<ref>{{citar livro|primeiro=André |ultimo=Corten |coautor=Echalar, Mariana N. R. |url=http://books.google.com.br/books?id=oa1YAAAAMAAJ | título=Os pobres e o Espírito Santo: o pentecostalismo no Brasil |ano=1996 |editora=Vozes|editor=Vitório Mazzuco, OFM |volume=1|páginas=285|página=66|local=Petrópolis, RJ|isbn=85-326-1713-1|oclc=CDD 269.4 }}</ref><ref>{{Citar livro |sobrenome=Corten |nome=André |título=Le pentecôtisme au Brésil: émotion du pauvre et romantisme théologique|idioma=francês|local=Paris |editora=KARTHALA Editions |ano=1995 |páginas=307 |página=74 |capítulo=3 |volume=1 |coleção=Collection Chrétiens en liberté |isbn=2-86537-563-3|oclc=408192473|notas=ISBN 978-2865375639}}</ref>, juntamente com os missionários estrangeiros, fundaram uma nova igreja e adotaram o nome de Missão de Fé Apostólica, que já era empregado pelo movimento de Los Angeles, mas sem qualquer vínculo administrativo com William Joseph Seymour. A partir de então, passaram a reunir-se na casa de Celina de Albuquerque. Mais tarde, em [[18 de janeiro]] de [[1918]] a nova igreja, por sugestão de Gunnar Vingren, passou a chamar-se Assembleia de Deus, em virtude da fundação das Assembleias de Deus nos Estados Unidos, em 1914, em Hot Springs, [[Arkansas]], mas, sem qualquer ligação institucional entre ambas as igrejas.
Utilizador anónimo