Diferenças entre edições de "Tarcísio Gomes de Freitas"

3 bytes adicionados ,  21h15min de 3 de julho de 2019
Correções ortográficas e de concordância verbal.
(Correções ortográficas e de concordância verbal.)
 
==Biografia==
Servidor público de carreira vinculado à consultoria legislativa da [[Câmara dos Deputados do Brasil|Câmara dos Deputados]], é formado pela [[Academia Militar das Agulhas Negras]] e graduado em Engenharia Civil pelo [[Instituto Militar de Engenharia|Instituto Militar de Engenharia (IME)]],<ref name=":0" /> onde obteve a maior média histórica do curso na instituição.<ref>{{citar web|url=http://blogs.correiobraziliense.com.br/denise/bolsonaro-aumenta-ministerios/|titulo=Bolsonaro aumenta número de ministérios para atender núcleos econômico, militar e político|data=28/11/2018|acessodata=13/01/2019|publicado=Correio Braziliense|ultimo=Rothenburg|primeiro=Denise}}</ref>
 
Foi engenheiro do [[Exército Brasileiro]], chefe da seção técnica da Companhia de Engenharia do Brasil na Missão das [[Organização das Nações Unidas|Nações Unidas]] para a Estabilização do [[Haiti]] e coordenador-geral de Auditoria da Área de Transportes da Controladoria Geral da União ([[Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União|CGU]]).<ref name=":1">{{citar web|url=https://www.ppi.gov.br/secretaria-executiva1|titulo=Site Governamental da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI)|data=2016|acessodata=29/12/2018|publicado=Governo Federal|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
Em 2011, foi indicado para ser diretor executivo do [[Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes]] (DNIT), pelo generalGeneral Jorge Fraxe, que assumiu o órgão em meio à "faxina ética" determinada pela então presidente [[Dilma Rousseff]], após uma crise provocada por denúncias de [[corrupção]]. Ascendeu à diretoria-geral em 2014.<ref>{{citar web|url=https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,diretor-assume-chefia-do-dnit-no-lugar-de-general,1564211|titulo=Diretor assume chefia do DNIT no lugar de general|data=22/09/2014|acessodata=13/01/2019|publicado=Estadão|ultimo=Borges|primeiro=André}}</ref>
 
Em 2015, atuou como secretário da Coordenação de Projetos da Secretaria Especial do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), responsável pelo programa de [[privatizações]], [[concessões]] e [[desestatização|desestatizações]].<ref name=":1" />
Utilizador anónimo