Diferenças entre edições de "Copa América Centenário"

27 bytes removidos ,  03h04min de 4 de julho de 2019
A América do Sul não é um continente como está afirmando o texto, e sim um subcontinente.
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(A América do Sul não é um continente como está afirmando o texto, e sim um subcontinente.)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Nesta edição, pela primeira vez houve dezesseis equipes na competição, incluindo seis da CONCACAF ([[Seleção de Futebol dos Estados Unidos|Estados Unidos]], [[Seleção Mexicana de Futebol|México]], [[Seleção Costarriquenha de Futebol|Costa Rica]], [[Seleção Jamaicana de Futebol|Jamaica]] e outras duas definidas em ''play-offs'' de acordo com o desempenho na [[Copa Ouro da CONCACAF]] de 2015 – [[Seleção Panamenha de Futebol|Panamá]] e [[Seleção Haitiana de Futebol|Haiti]]), além dos dez times da CONMEBOL.<ref>{{citar web|url=http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2012/10/conmebol-anuncia-edicao-especial-da-copa-america-em-2016-nos-eua.html|titulo=Conmebol anuncia edição especial da Copa América em 2016, nos EUA|autor= |data=24 de outubro de 2012|publicado=GloboEsporte.com|acessodata=24 de outubro de 2012}}</ref> Em 17 de dezembro de 2015, foram confirmados os estádios, datas e horários dos jogos.
 
Foi o primeiro torneio unindo as [[América]]s desde o [[Campeonato Pan-Americano de Futebol]], disputado em [[Campeonato Pan-Americano de Futebol de 1952|1952]], [[Campeonato Pan-Americano de Futebol de 1956|1956]] e [[Campeonato Pan-Americano de Futebol de 1960|1960]]. Foi a quarta vez que a CONMEBOL realizou um de seus torneios nos Estados Unidos, após a [[Recopa Sul-Americana]] no país em [[Recopa Sul-Americana de 1990|1990]], [[Recopa Sul-Americana de 2003|2003]] e [[Recopa Sul-Americana de 2004|2004]] e a primeira vez que a Copa América foi disputada fora do continenteda [[América do Sul|sul-americano]].
 
Numa reedição da final do [[Copa América de 2015|ano anterior]], o [[Seleção Chilena de Futebol|Chile]] derrotou a [[Seleção Argentina de Futebol|Argentina]] novamente na [[Disputa por pênaltis|decisão por pênaltis]] por 4 a 2, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, e conquistou o segundo título consecutivo.<ref>{{citar web|URL=http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2016/06/26/argentina-x-chile.htm|título=Messi isola pênalti, Chile volta a frustrar a Argentina e conquista o bi|autor=|data=26 de junho de 2016|publicado=UOL Esporte|acessodata=27 de junho de 2016}}</ref>