Diferenças entre edições de "Descoberta do Brasil"

3 bytes removidos ,  07h32min de 6 de julho de 2019
sem resumo de edição
O [[mapa de Juan de la Cosa]], carta confeccionada no ano de 1500 a pedido dos primeiros reis da Espanha — conhecidos como [[Reis Católicos]] —, mostra a costa sul-americana enfeitada com bandeiras castelhanas do cabo da Vela (na atual [[Colômbia]]) até o extremo oriental do continente. Ali figura um texto que diz <cite>"Este cavo se descubrio en año de mily IIII X C IX por Castilla syendo descubridor vicentians"</cite> ("Este cabo foi descoberto em 1499 por Castela sendo o descobridor Vicente Yáñez") e que muito provavelmente se refere à chegada de Pinzón em finais de janeiro de 1500 ao cabo de Santo Agostinho.<ref name="Davies">{{Citar periódico|autor=DAVIES, Arthur|título=The Date of Juan de la Cosa's World Map and Its Implications for American Discovery|ano=1976|revista=The Geographical Journal|volume=142|número=1|id=págs. 111-116|url=http://www.jstor.org/stable/1796030}}</ref> Mais para leste ainda, e separada do continente, aparece uma <cite>Ysla descubierta por portugal</cite> ("ilha descoberta por Portugal") colorida em azul. Provavelmente, de la Cosa quis refletir assim a terra descoberta por Pedro Álvares Cabral em 1500 e que este batizara "Terra de Vera Cruz" ou "de Santa Cruz". Os portugueses acreditavam tratar-se de uma ilha (Ilha de Vera Cruz) que estava entreposta no Atlântico, separando a Europa das Índias.<ref name="Davies"/>
 
Em [[30 de outubro]] de 1500, o rei [[Manuel I de Portugal]] casou-se com [[Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal|D. Maria de Aragão e Castela]], filha dos Reis Católicos e irmã de sua primeira esposa [[Isabel, Rainha de Portugal|D. Isabel]] (que morrera durante um difícil trabalho de parto), dando início a uma profunda ligação dinástica entre Portugal e Espanha. No ano seguinte, partiu de Lisboa a primeira expedição lusa de reconhecimento da costa brasileira, expedição esta confiada a [[Américo Vespúcio]] e comandada por [[Gonçalo Coelho]]. A armada avistou no dia [[17 de agosto]] de [[1501]] o cabo de São Roque no atual Rio Grande do Norte, já descoberto por Pinzón (o cálculo de latitude era relativamente preciso à época, embora o de longitude fosse bastante defeituoso). Os portugueses seguiram em direção ao sul, percorrendo toda a costa leste do Brasil. Na altura de [[Santa Cruz Cabrália]], depararam-se com os dois degredados advindos da esquadra de Cabral, os quais resgataram. Constatariam então que Cabral descobrira não uma ilha, mas sim um trecho de litoral do novo continente. A frota singrou até o cabo de Santa Maria no atual Uruguai. A Coroa Espanhola enviaria mais tarde o navegador [[Juan Díaz de Solís]] numa expedição para conhecer as terras que cabiam à Espanha de acordo com o Tratado de Tordesilhas — cuja linha imaginária passava no litoral do atual estado de São Paulo, em [[Cananéia]].<ref>{{Citar web|url=https://www.cm-mirandela.pt/uploads/writer_file/document/169/3370.pdf|título=D. Manuel I|publicado=CM Mirandela|acessodata=1-5-2019}}</ref><ref>{{Citar web|url=https://books.google.com.br/books/about/Prel%C3%BAdio_para_uma_hist%C3%B3ria.html?hl=pt-BR&id=z_BNPYRNmyYC&redir_esc=y|título=Prelúdio para uma história: ciência e tecnologia no Brasil|autor=Shozo Motoyama|acessodata=1-5-2019}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.patrimoniocultural.pr.gov.br/arquivos/File/BIBLIOGRAFIACPC/ESPIRAIS/prg4.pdf|título=Bens tombados em Paranaguá|publicado=Secretaria de Estado da Cultura do Paraná|acessodata=1-5-2019}}</ref>
 
Por ter descoberto o Brasil, Vicente Yáñez Pinzón foi condecorado pelo rei [[Fernando II de Aragão]] em [[5 de setembro]] de 1501.<ref>{{Citar web|url=https://www.elhistoriador.com.ar/capitulacion-otorgada-a-vicente-yanez-pinzon/|título=Capitulación otorgada a Vicente Yáñez Pinzón|publicado=El Historiador|idioma=espanhol|acessodata=23-4-2019}}</ref>
19 937

edições