Praça Varnhagen: diferenças entre revisões

215 bytes adicionados ,  18h12min de 8 de julho de 2019
m
sem resumo de edição
(Nova seção.)
m
Na década de 1990, a Praça Varnhagen era popularmente conhecida como ''Praça dos Passarinhos'' devido ao grande comércio de [[aves]] existente na região. No entanto, a feira de passarinhos, que era realizada regularmente durante os finais de semana, foi posteriormente transferida para o entorno da [[Estação São Francisco Xavier (Metrô Rio)|Estação São Francisco Xavier]] do [[Metrô do Rio de Janeiro]].<ref>{{Citar web |url=http://prefeitura.rio/web/portaldoservidor/exibeconteudo?id=6441149 |título=Praça Varnhagen |publicado=[[Política e administração pública da cidade do Rio de Janeiro|Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro]] |data=3 de outubro de 2016 |acessodata=29 de junho de 2019}}</ref> A partir dos anos 2000, o entorno da praça solidificou-se como um grande polo gastronômico da [[Grande Tijuca]] com a instalação de bares, de botecos, de casas noturnas e de restaurantes na região.
 
No dia 12 de junho de 2016, o então prefeito carioca [[Eduardo Paes]] inaugurou um reservatório de [[Água pluvial|águas pluviais]], popularmente conhecido como "piscinão", construído numa área de 3.502 m² sob a praça com a finalidade de reservar a água de chuvas fortes, acumulando os volumes e amortecendo os picos das vazões (volume/tempo), evitando assim transbordamento de rios do entorno e [[Inundação#Enchente|enchentes]]. Com capacidade para armazenar até 43 milhões de litros de água, o reservatório possui uma estrutura composta de um conjunto de [[Bomba hidráulica|bombas]], responsáveis por manter o controle de fluxo de entrada e saída de água procedente do [[Rio Maracanã]], sala de controle operacional e painel de controle. O "piscinão" da Praça Varnhagen foi construído no âmbito do ''Programa de Controle de Enchentes da Grande Tijuca'', elaborado com a finalidade de evitar enchentes nos bairros da [[Grande Tijuca]]. Outros quatro reservatórios, sendo um localizado sob a [[Praça da Bandeira (espaço público do Rio de Janeiro)|Praça da Bandeira]] e os outros três situados sob a [[Praça Niterói]], haviam sido inaugurados anteriormente também no âmbito do referido programa. No mesmo dia também foi entregue a reforma da Praça Varnhagen, que foi reurbanizada e passou a contar com academia da terceira idade, área para ginástica e musculação, fraldários, mesas de jogos e parquinho infantil.<ref>{{Citar web |url=https://oglobo.globo.com/rio/apos-dois-anos-de-atraso-piscinao-da-praca-varnhagen-inaugurado-19490254 |título=Após dois anos de atraso, piscinão da Praça Varnhagen é inaugurado |ultimo=Stamm |primeiro=Marco |publicado=[[O Globo]] |data=12 de junho de 2016 |acessodata=29 de junho de 2019}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://odia.ig.com.br/_conteudo/rio-de-janeiro/2016-06-12/prefeitura-inaugura-reservatorio-para-controlar-enchentes-na-tijuca.html |título=Prefeitura inaugura reservatório para controlar enchentes na Tijuca |publicado=[[O Dia]] |data=12 de junho de 2016 |acessodata=29 de junho de 2019}}</ref><ref>{{Citar web |url=http://prefeitura.rio/web/guest/exibeconteudo?id=6196739 |título=Prefeito entrega reservatório de águas pluviais da nova Praça Varnhagen |ultimo=Albuquerque |primeiro=Ricardo |publicado=[[Política e administração pública da cidade do Rio de Janeiro|Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro]] |data=12 de junho de 2016 |acessodata=29 de junho de 2019}}</ref>
 
== Pontos de interesse ==