Abrir menu principal

Alterações

m
sem resumo de edição
Um militante [[Palestinos|palestino]] detonou o explosivo atado ao seu corpo em frente ao ''[[shopping center]]'' [[Dizengoff Center]], no centro da cidade, matando treze israelenses<ref name="mfa1"/> e ferindo 130, incluindo crianças (muitas fantasiadas, por ocasião do Purim).<ref name="nyt"/> Ambos os grupos terroristas [[Hamas]] e [[Jihad Islâmica (grupo palestino)|Jihad Islâmica palestina]] alegaram responsabilidade pelo ataque.<ref>{{Citar livro|url=https://books.google.pt/books?id=Rk73jS6FzREC&pg=PA26327|autor=Congress USA|título=Congressional Record|língua=en|ano=2001|página=26327|volume=6|acessodata=10 de julho de 2019}}</ref>
 
A explosão ocorreu pouco depois das quatro horas da tarde, em frente ao Dizengoff Center, maior centro comercial de Tel Aviv. Antes de detonar a bomba, o terrorista tentou entrar no shopping center, porém ao perceber que ali estavam policiais que suspeitaram dele, dirigiu-se a um cruzamento fora do centro comercial e detonou o explosivo atado a seu corpo.,<ref name="nyt"/>, junto a um grupo de pessoas em frente de [[Caixa eletrônico|caixas eletrônicos]].<ref>{{Citar livro|url=https://books.google.pt/books?id=3UXKDQAAQBAJ&pg=PA446|nome=Ronen|sobrenome=Bergman|título=Rise and Kill First: The Secret History of Israel's Targeted Assassinations|editora=Random House Publishing Group|ano=2018|página=446|isbn =978-0-679-60468-6|acessodata=10 de julho de 2019|língua=inglês}}</ref>
 
{{Referências}}