Abrir menu principal

Alterações

Inserção de fontes e informações.
| agente =
}}
'''Heródoto de Souza Barbeiro''' ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[28 de março]] de [[1946]]) é um [[jornalista]], [[historiador]], [[professor]] e [[advogado]] [[brasil]]eiro.<ref name=Biografia>[http://www.museudatv.com.br/biografias/Herodoto%20Barbeiro.htm Biografia de Heródoto Barbeiro, para o Museu da Televisão Brasileira]</ref>
 
'''Heródoto de Souza Barbeiro''' ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[28 de março]] de [[1946]]) é um [[jornalista]], [[historiador]], [[professor]] e [[advogado]] [[brasil]]eiro.<ref name=Biografia>[http://www.museudatv.com.br/biografias/Herodoto%20Barbeiro.htm Biografia de Heródoto Barbeiro, para o Museu da Televisão Brasileira]</ref>
== Carreira ==
 
Formado em [[História]] pela [[Universidade de São Paulo]], onde também cursou, além da [[licenciatura]], [[pós-graduação]] e [[mestrado]]. Antes de ser jornalista, foi professor durante vinte e cinco anos de história contemporânea, lecionando na própria USP e no [[Colégio Objetivo]]. Eterno estudioso, cursou também [[direito]] e por fim [[jornalismo]] na [[Faculdade Cásper Líbero]]. Concorreu a uma cadeira na [[Câmara dos Deputados do Brasil|Câmara dos Deputados]] pela [[Aliança Renovadora Nacional|ARENA]] nas [[Eleições gerais no Brasil em 1974|Eleições de 1974]], tendo recebido 25682 votos, porém, insuficientes para elegê-lo.<ref>{{citar web|URL=http://acervo.folha.com.br/fsp/1974/11/26/2/|título=Resultados eleitorais finais em São Paulo|autor=Tribunal regional Eleitoral de S. Paulo|data=26 de novembro de 1974|publicado=Folha de S. Paulo, Ano LIV, edição número 16695, Seção Nacional, página 4|acessodata=9 de abril de 2013}}</ref> Em [[1980]], junto com [[Leonel Brizola]] e Terezinha Zerbini participou da fundação do [[Partido Democrático Trabalhista]] (PDT), em São Paulo. Em [[1982]], com [[Rogê Ferreira]] e Euzébio Rocha foi candidato a [[deputado estadual]]. Foi o mais votado do PDT, mas o partido não conseguiu voto de legenda suficiente. Em [[1986]], filiou-se ao [[Partido dos Trabalhadores]] (PT), em sessão do Diretório Municipal com a presença do professor [[Florestan Fernandes]], [[José Américo]], [[Eduardo Suplicy]] e outros. No mesmo ano, foi convidado pelo partido para ser candidato a deputado federal. Ficou na terceira suplência da bancada do PT na Câmara. Foi filiado e contribuinte do partido por dezenove anos. Desfiliou-se em janeiro de [[2002]], primeiro mês da presidência de [[Luiz Inácio Lula da Silva|Lula]], por achar que poderia criar um conflito de interesse com a profissão de jornalista, uma vez que agora o partido estava no poder. Depois disso só participa de política pública, nas áreas de educação, cidadania e preservação do meio ambiente na Sociedade
==Dados biográficos==
Ambiental Amigos de Taiaçupeba (SAAT), onde possui uma Reserva Particular de
Formado em [[História]] pela [[Universidade de São Paulo]], onde também cursou, além da [[licenciatura]], [[pós-graduação]] e [[mestrado]]. Antes de ser jornalista, foi professor de história contemporânea durante vinte e cinco anos de história contemporânea, lecionando na própria USP e no [[Colégio Objetivo]]. Eterno estudioso, cursou também [[direito]] e por fim [[jornalismo]] na [[Faculdade Cásper Líbero]]. Concorreu a uma cadeira na [[Câmara dos Deputados do Brasil|Câmara dos Deputados]] pela [[Aliança Renovadora Nacional|ARENA]] nasem [[Eleições geraisestaduais noem BrasilSão Paulo em 1974|Eleições de 1974]], tendomas recebidonão 25682se votos, porém, insuficientes para elegê-loelegeu.<ref>{{citar web|URL=http://acervo.folha.com.br/fsp/1974/11/26/2/|título=Resultados eleitorais finais em São Paulo|autor=Tribunal regional Eleitoral de S. Paulo|data=26 de novembro de 1974|publicado=Folha de S. Paulo, Ano LIV, edição número 16695, Seção Nacional, página 4|acessodata=9 de abril de 2013}}</ref>{{Nota de rodapé|Recebeu 25.682 votos como candidato a deputado federal pela ARENA, alcançando a oitava suplência.}} Em [[1980]], junto com [[Leonel Brizola]] e Terezinha Zerbini, participou da fundação do [[Partido Democrático Trabalhista]] (PDT), em [[São Paulo. Em(estado)|São [[1982]], com [[Rogê Ferreira]] e Euzébio Rocha foi candidato a [[deputado estadualPaulo]]. Foi o mais votado dodentre PDT,os masquarenta oe partidooito nãocandidatos conseguiua votodeputado deestadual legendapelo suficiente.partido Emem [[1986]],Eleições filiou-seestaduais aoem [[PartidoSão dosPaulo Trabalhadoresem 1982|1982]] (PT), emnão sessãose doelegendo Diretóriopor Municipalfalta com a presença do professorde [[Florestanquociente Fernandeseleitoral]],.{{Nota [[Joséde Américo]],rodapé|Recebeu [[Eduardo Suplicy]] e outros11.830 No mesmo ano, foi convidado pelo partido paravotos sercomo candidato a deputado federal.estadual Ficoupelo naPDT terceiraem suplência da bancada do PT na Câmara1982.}} FoiNaquele filiadoano esua contribuintelegenda do partido por dezenove anos. Desfiliou-se em janeiro delançou [[2002Rogê Ferreira]], primeiropara mêsgovernador da presidência dee [[LuizEusébio Inácio Lula da Silva|LulaRocha]], porpara acharsenador.<ref>{{citar que poderia criar um conflitoweb|título=''Repositório de interessedados comeleitorais a profissãoTribunal deSuperior jornalista, uma vezEleitoral que agora o partido estava no poder(TSE)''|url=http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/repositorio-de-dados-eleitorais-1/repositorio-de-dados-eleitorais Depois|| disso só participaacessodata=12 de política pública, nas áreasjulho de educação, cidadania e preservação do meio ambiente na Sociedade2019}}</ref>
Patrimônio Ambiental (RPPN).
 
Em [[1986]], filiou-se ao [[Partido dos Trabalhadores]] (PT), em sessão do diretório municipal com a presença do professor [[Florestan Fernandes]], [[José Américo]], [[Eduardo Suplicy]] e outros. No mesmo ano, foi convidado pelo partido para ser candidato a deputado federal. Ficou na terceira suplência da bancada do PT na Câmara. Foi filiado e contribuinte do partido por dezenove anos. Desfiliou-se em janeiro de [[2003]], primeiro mês da presidência de [[Luiz Inácio Lula da Silva|Lula]], por achar que poderia criar um conflito de interesse com a profissão de jornalista, uma vez que agora o partido estava no poder. Depois disso só participa de política pública, nas áreas de educação, cidadania e preservação do meio ambiente na Sociedade Ambiental Amigos de Taiaçupeba (SAAT), onde possui uma Reserva Particular de Patrimônio Ambiental (RPPN).
 
Sua carreira na televisão começou em meados da [[década de 1970]] na [[TV Gazeta]], na atração ''Show de Ensino'',<ref name=TVGazeta>{{Citar web |url=http://portalimprensa.uol.com.br/portal/livros/2010/01/19/imprensa33279.shtml |titulo=Imprensa Oficial lança livro de Elmo Francfort sobre história da TV Gazeta |acessodata=2011-02-28 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20101205034503/http://portalimprensa.uol.com.br/portal/livros/2010/01/19/imprensa33279.shtml |arquivodata=2010-12-05 |urlmorta=yes }}</ref> que unia jornalismo e professores explicando os fatos. Heródoto só foi cursar jornalismo após um convite para trabalhar na [[Rádio Jovem Pan]], onde foi exigido que tivesse o diploma. Em [[1991]] participou da criação da [[rádio CBN]], onde foi âncora e gerente de jornalismo do Sistema Globo de Rádio. Na [[TV Cultura]], onde esteve por 17 anos, foi apresentador de vários programas, dentre eles o [[Roda Viva (programa)|Roda Viva]] em duas ocasiões: entre [[1994]] e [[1995]], e entre [[2009]] e [[2010]].<ref>[http://www.tvcultura.com.br/rodaviva/o-programa TV Cultura - Sobre o programa Roda Vida]</ref> Em 2002 participou do filme brasileiro de [[Durval Discos]].
 
Nos anos 1980, dublou o personagem Sloth no filme ''[[Os Goonies]]''.
 
Recebeu da comunidade [[budista]] [[Soto]] [[Zen]] [[Shu]] o título de [[monge]] budista [[leigo]], que lhe confiou o nome de um de seus patriarcas, Gento Ryotetsu.
* Premio Jornalistas e Cia/HSBC de Imprensa e Sustentabilidade -2012
* Premio ABECIP de Jornalismo - 2012
 
{{Notas}}
 
{{Referências}}
 
27 440

edições