Diferenças entre edições de "MC Livinho"

109 bytes removidos ,  14h40min de 13 de julho de 2019
sem resumo de edição
m (Alterou o nível de proteção de "MC Livinho": Vandalismo excessivo (progressivo) ([Editar=Permitir apenas utilizadores autoconfirmados] (expira a 16h51min de 10 de julho de 2020 (UTC)) [Mover=Permitir apenas utilizadores autoconfirmados] (indefinidamente)))
| atividade = 2008–presente
}}
'''Oliver Decesary Santos''' ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[11 de novembro]] de [[1994]]), mais conhecido pelo [[nome artístico]] '''Livinho''', é um [[cantor]] [[brasileiro]] de [[funk paulista]]. Iniciou sua carreira na música em 2008, com o lançamento da canção "Royal Court", mas alcançou o primeiro reconhecimento apenas aos dezoito anos, em 2012, com a música "Mulher Kama Sutra". Tornou-se reconhecido pela mídia como um dos principais expoentes do estilo musical conhecido como [[funk ousadia]], o qual se destaca pelas conotações sexuais e erotismo no lírico das canções. No início de 2016, cessou a composição de tais músicas e começou a realizar gravações de canções sem a presença de [[palavra de baixo calão|palavras de baixo calão]].
 
Lançou em janeiro do respectivo ano o seu primeiro trabalho, um ''[[Extended play|EP]]'' [[MC Livinho (álbum)|homônimo]], e em novembro, o seu primeiro [[álbum de estúdio]], intitulado ''[[Vagabundo Romântico]]'' e produzido pela gravadora [[Radar Records (Brasil)|Radar Records]]. Entre as suas principais canções, destacam-se "Bem Querer", "Tudo de Bom", "Cheia de Marra" e "Fazer Falta", sendo esta última a primeira canção de funk paulista a atingir o topo nacional das paradas do [[Spotify]]. Atualmente, mantém vínculo com a gravadora GR6 Music. Além disso, o artista também atuou como atleta profissional de [[futebol society]] no clube paulista {{Futebol Audax}} no ano de 2017.
 
== Biografia ==
 
[[Imagem:Ivete 2010.jpg|180px|direita|thumb|[[Ivete Sangalo]] ''(imagem)'', artista que compôs "Cheguei para te Amar" com Livinho em 2017.]]
Em maio, lançou o videoclipe da canção "Cheia de Marra", a qual tornou-se a primeira música de funk a ultrapassar os duzentos milhões de acessos no [[YouTube]].<ref>{{citar web|url=http://gente.ig.com.br/2016-08-12/mc-livinho.html|título=MC Livinho: o funkeiro evangélico que deixou de ser obsceno|publicado=iG|acessodata=29 de dezembro de 2016}}</ref> Em 7 de setembro do respectivo ano, Livinho foi entrevistado por [[Danilo Gentili]] no programa ''[[The Noite]]'', do [[Sistema Brasileiro de Televisão|SBT]], no qual explanou os principais acontecimentos da sua carreira.<ref>{{citar web|url=http://www.sbt.com.br/sbtvideos/programa/400/The-Noite-com-Danilo-Gentili/categoria/4529/8e54a8f24cd7d507396537be3fee461f/Entrevista-com-Mc-Livinho.html?accessmobile=true|título=Entrevista com MC Livinho|publicado=SBT|acessodata=29 de dezembro de 2016}}</ref> No mês de novembro, o artista realizou o lançamento do seu primeiro [[álbum de estúdio]], intitulado ''[[Vagabundo Romântico]]''.<ref>{{citar web|url=http://www.encartespop.com.br/2017/10/encarte-mc-livinho-vagabundo-romantico.html|título=Encarte MC Livinho - Vagabundo Romântico|publicado=Encartes Pop|acessodata=2 de novembro de 2017}}</ref> Disponibilizado no formato de ''[[download digital]]'' e em [[CD|cópia física]], ele foi disponibilizado pela gravadora [[Radar Records (Brasil)|Radar Records]] e incluiu doze de suas principais faixas do último ano.<ref name="v">{{citar web|url=https://www.vagalume.com.br/news/2017/10/27/veja-o-novo-clipe-de-ivete-sangalo-com-a-parceria-de-mc-livinho-cheguei-pra-te-amar.html|título=Veja o novo clipe de Ivete Sangalo com a parceria de MC Livinho|publicado=Vagalume|acessodata=3 de novembro de 2017}}</ref><ref>{{citar web|url=http://www.deezer.com/br/album/14511820|título=Vagabundo Romântico|publicado=Deezer|acessodata=2 de novembro de 2017}}</ref><ref name="cd" /> Em dezembro, Livinho lançou o videoclipe da canção "Meu Copo", a qual atraiu a atenção da mídia pelo motivo do artista afirmar que investiu aproximadamente quinhentos mil reais para a gravação do material.<ref>{{citar web|url=http://ego.globo.com/musica/noticia/2016/12/mc-livinho-investe-r-500-mil-em-novo-clipe-diferente-de-tudo-que-ja-fiz.html|título=MC Livinho investe R$ 500 mil em novo clipe: 'Diferente de tudo que já fiz'|publicado=Ego|acessodata=29 de dezembro de 2016}}</ref>
 
Em junho de 2017, Livinho lançou a canção "Bandida", em parceria com o cantor de [[pagode (estilo musical)|pagode]] [[Péricles (cantor)|Péricles]], a qual foi teve boas recepções da mídia pela mistura entre os ritmos de ambos.<ref>{{citar web|url=https://www.youtube.com/watch?v=KzjctRd7NjA|título=Bandida - MC Livinho e Péricles|publicado=YouTube|acessodata=2 de novembro de 2017}}</ref><ref>{{citar web|url=http://transcontinentalfm.com.br/index.php/2016/06/mc-livinho-mistura-ritmos-em-bandida/|título=MC Livinho mistura ritmos em Bandida|publicado=Transcontinental FM|acessodata=2 de novembro de 2017}}</ref> No mesmo mês, lançou a canção "Fazer Falta", a qual em uma semana tornou-se a canção mais executada no Brasil na plataforma [[Spotify]], além de alcançar posições nas paradas de [[Portugal]] e do [[Paraguai]].<ref>{{citar web|url=http://kworb.net/spotify/track/6pSYjx66rlqRmGGTHhnjCo.html|título=MC Livinho - Fazer Falta|publicado=Kworb|acessodata=24 de agosto de 2017}}</ref> O sucesso do ''single'' fez com que Livinho fosse alvo de notícias em sites da mídia, como um dos principais expoentes do gênero do funk.<ref>{{citar web|url=http://portalpopline.com.br/fazer-falta-mc-livinho-desponta-e-entra-no-top-10-spotify/|título=“Fazer Falta”, do Mc Livinho, desponta e entra no top 10 do Spotify|publicado=Portal Popline|acessodata=24 de agosto de 2017}}</ref><ref>{{citar web|url=http://diversao.r7.com/pop/musica/se-cuida-anitta-mc-livinho-cresce-e-ameaca-reinado-da-cantora-no-spotify-13072017|título=Se cuida, Anitta! MC Livinho cresce e ameaça reinado da cantora no Spotify|publicado=R7|acessodata=24 de agosto de 2017}}</ref> Quando convidado a escutar esta canção durante uma entrevista para o site [[Deezer]], o cantor canadense [[Shawn Mendes]] chegou a comparar Livinho com [[Drake (artista)|Drake]], o chamando de "Drake brasileiro".<ref>{{citar web|url=https://www.maxpress.com.br/Conteudo/1,919869,Shawn_Mendes_reage_a_musicas_brasileiras_em_entrevista_para_Deezer,919869,1.htm|título=Shawn Mendes reage a músicas brasileiras em entrevista para Deezer|publicado=MaxPress|acessodata=2 de novembro de 2017}}</ref>
* Lançamento: 25 de novembro de 2016
* Formatos: [[Compact disc|CD]], [[download digital|''download'' digital]]
* Gravadora: [[Radar Records (Brasil)|Radar Records]]
|-
|}
85 300

edições